Publicidade

Publicidade
26/11/2009 - 17:13

Grupo de dança 1º Ato apresenta novo trabalho em São Paulo

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, especial para o Último Segundo (michel@aplausobrasil.com) /

GERALDAS E AVENCAS - Grupo de Dança Primeiro Ato / Direção: Suely Machado

GERALDAS E AVENCAS - Grupo de Dança Primeiro Ato / Direção: Suely Machado

 

Existe beleza em ser diferente? O grupo de dança 1º Ato, de Minas Gerais, pretende responder afirmativamente à questão em seu novo espetáculo, Geraldas e Avencas, que fará apenas três apresentações no Teatro Sérgio Cardoso, de sexta (27) a domingo (29).

 

Dirigida por Suely Machado e com trilha originalmente composta pelo maranhense Zeca Baleiro, Geraldas e Avencas é uma coreografia que pretende evidenciar e discutir, sempre sobressaltando aspectos cômicos, o que denominam de “ditadura estética”. O tema é curioso, sobretudo porque o mais importante para a dança é a linguagem corporal e o corpo perfeito, o que não é nem de longe busca dos profissionais da dança, ganhou um status que oprime e padroniza aqueles que o procuram.

 O cenário e o figurino são assinados pelo artista plástico Marco Paulo Rolla, com espelhos deformadores da imagem dos bailarinos e roupas com diferentes volumes, dialoga com a iluminação de Valmyr Ferreira e Jorginho de Carvalho.

GERALDAS E AVENCAS Obras com capacidade de revelar beleza em outros padrões estéticos, como a pintura grotesca e deformada de Francis Bacon, os Retratos de Crianças do Êxodo, livro de Sebastião Salgado que aponta a graça infantil entre escombros, e o documentário Estamira, de Marcos Prado, sobre o limiar entre lucidez e loucura, inspiram a coreografia da diretora Suely Machado. 

 Com solos e coreografias em grupo, que alternam movimentação essencial com articulações contorcidas e caricaturais, o espetáculo questiona o conceito do belo e alerta como as pessoas se submetem a exageros para se enquadrar em parâmetros convencionais.

“A idéia é apontar marcas, traços e imperfeições como forma de beleza, já que elas são identidades da vida de cada um”, afirma Suely Machado.

 Ficha técnica: Concepção, coreografia e direção: Suely Machado.Bailarinos: Alex Dias, Ana Virginia Guimarães, Danny Maia, Júnio Nery, Luciana Lanza, Marcela Rosa e Thiago Oliveira.

Pesquisa e vocabulário coreográfico: Grupo de Dança 1º Ato. Trilha sonora original: Zeca Baleiro. Figurino e objetos de cena: Marco Paulo Rolla. Iluminação: Valmyr Ferreira. Supervisão de iluminação: Jorginho de Carvalho. Ambientação cênica: Suely Machado.

Cenotécnico: Roberto Duque. Sonorização: Fabrício Galvani. Vídeo: Tatu Guerra e Chico de Paula. Coordenação de Produção: Regina Moura. Design Gráfico: Reciclo Comunicação.

Assessoria de imprensa: LuCassasE.Nielsen Assessoria em Comunicação.

 

 

 

GERALDAS E AVENCAS – Estreia dia 27 de novembro, sexta, às 21h, no Teatro Sérgio Cardoso. Rua Rui Barbosa, 153, Bela Vista.Bilheteria: (11) 3288-0136. Venda antecipada de quarta a domingo, das 15h às 19h. No dia da apresentação, até o início do espetáculo.Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Formas de pagamento:dinheiro e cartão de débito e crédito Visa. Indicação etária: livre.Temporada: de 27 a 29 de novembro. Horário: Sábado, às 21h, e domingo, às 19h. Duração: 60 minutos. Capacidade do teatro: 856 lugares (sala Sérgio Cardoso).

 

Autor: - Categoria(s): Dança, Música e Cinema Tags: , , , , , , , ,

Ver todas as notas

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo