Publicidade

Publicidade
29/04/2010 - 16:46

A história da stripper Gypsy em mega-produção da dupla Möeller & Botelho (RJ)

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

Adriana Garambone é a stripper Gypsy Rose Lee em GYPSY

Um musical assinado pela dupla Möeller & Botelho, os Reis do Musical (título da biografia escrita por Tânia Brandão para a Coleção Aplauso), gera grandes expectativas aos fãs do gênero, vez que sua trajetória é, até aqui, exemplar. E nesta sexta-feira (30), no Teatro Villa-Lobos, será a vez de Gypsy, patrocinado pelo Bradesco Seguros e Previdência, ganhar a cena.

O texto de Arthur Laurents conta a trajetória de Louise (Adriana Garambone que surpreendeu como Roxie em Chicago) desde sua infância até tornar-se a stripper Gypsy Rose Lee.

Mamma Rose (Totia Meirelles) é a típica mãe que deseja fazer das filhas estrelas do show business. Viaja com as filhas para apresentações aos shows de variedades em busca do sucesso. O problema é que o gênero está em franca decadência. Nas suas andanças, Mamma conhece Herbie (Eduardo Galvão) que, além de seu amante, torna-se uma espécie de empresário que, também, não consegue emplacar a dupla.

Totia Meirelles vive Mamma Rose de GYPSY, considerado o mais complexo personagem de musicais

Adultas, June (Renata Ricci, indicada ao Prêmio Shell de Teatro por sua interpretação no musical Avenida Q), deixa a mãe e parte rumo a sua independência. Louise fica com a mãe e presencia a transformação do gênero para algo mais picante e, mesmo com a relutância de Mamma em relação às mudanças, ela cede pois “o show tem de continuar”, tornando-se uma das incentivadoras da transformação de Louise na stripper Gypsy Rose Lee.

Com músicas de Jule Styne, letras de Stephen Sondheim, coreografia a partir do original de Jerome Robbins, o espetáculo conta com 38 atores, 17 músicos, 18 trocas de cenários e 140 figurinos, Gypsy é uma realização da Aventura Entretenimento responsável pela produção de Beatles Num Céu de Diamantes, Avenida Q, O Despertar da Primavera, entre outros.

GYPSY

TEXTO

Arthur Laurents

MÚSICA

Jule Styne

LETRAS

Stephen Sondheim

DIREÇÃO

Charles Möeller

VERSÃO BRASILEIRA / SUPERVISÃO MUSICAL

Claudio Botelho

DIREÇÃO MUSICAL / REGÊNCIA

Marcelo Castro

COREOGRAFIA ORIGINAL

Jerome Robbins

REMONTAGEM COREOGRÁFICA E COREOGRAFIAS ADICIONAIS

Flavio Salles e Janice Botelho

SUPERVISÃO COREOGRÁFICA

Dalal Achcar

CENOGRAFIA

Rogério Falcão

FIGURINOS

Marcelo Pies

DESIGN DE LUZ

Paulo César Medeiros

DESIGN DE SOM

Marcelo Claret

VISAGISMO

Beto Carramanhos

COORDENAÇÃO ARTÍSTICA

Tina Salles

ELENCO

Totia Meireles (Rose)

Adriana Garambone (Louise – Gypsy Rose Lee)

Eduardo Galvão (Herbie)

Renata Ricci (June)

com:

Ada Chaseliov

André Torquato

Carol Costa

Carol Ebecken

Dudu Sandroni

Elton Towersey

Giselle Lima

Giulia Nadruz

Igor Pontes

Jitman Vibranovski

Joane Mota

Kaio Borges

Léo Wainer

Liane Maya

Lucas Drummond

Otávio Zobaran

Patricia Scott Bueno

Sheila Mattos

Tomas Quaresma

Viviane Rojas

e as crianças:

Beatriz Tachlitsky

Giovanna Rangel

Hannah Zeitoune

Iago Rangel

Joana Bas

Jorge Amorim

Julya Dalavia

Leonardo Valor

Matheus Costa

Matheus Felipe

Pedro Menezes

Raquel Bonfante

Thayani Campos

Yago Machado

UM ESPETÁCULO DE

Charles Möeller e Claudio Botelho

REALIZAÇÃO

Aventura Entretenimento

Estreia dia 30 de abril

Temporada de 30 de abril a 27 de junho

De quinta e sexta, às 21h. Sábados, 19h. Domingos, às 18h.

Teatro Villa-Lobos

Av. Princesa Isabel, 440 – Copacabana. Tel: (21) 2334-7153.

Ingressos (temporada) a R$ 60 (qui), R$ 70 (sex) e R$ 80 (sáb/dom).

Lotação: 463 lugares

Duração: 150 minutos (com intervalo)

Classificação etária: 10 anos

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

Ver todas as notas

1 comentário para “A história da stripper Gypsy em mega-produção da dupla Möeller & Botelho (RJ)”

  1. celulares disse:

    Fantastica historia parabens.

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo