Publicidade

Publicidade
22/05/2010 - 03:11

Riso e desespero na Rússia contemporânea

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

"Casting" - da esquerda para direita - Caco Ciocler, Bete Dorgam, Aline Moreno, Natalia Gonsales e Bia Toledo - crédito - Bianchi Jr.

Quando a luz cai ao final do segundo ato de Casting, de Aleksander Gálin, autor russo contemporâneo montado pela primeira vez no país, o riso que tomava conta da plateia desloca-se para o lamento poético da melodia do acordeon de Tamara (Nani de Oliveira, em delicada performance). Há, meio ao absurdo da situação, uma urgência desesperada em acreditar num porvir redentor.

Um anúncio no jornal recrutando mulheres a participarem de um concurso de talentos artísticos recebe, entre as inúmeras candidatas, algumas mulheres “velhas e feias” para terem a chance de exibirem seus dotes artísticos durante o concurso.

Inconformadas com a rejeição e capitaneadas por Vlarvara (a luminosa Beth Dorgan)  elas decidem batalhar pela chance de transformar suas vidas trabalhando no show de variedades de Singapura.

Na  verdade, a situação é emblema do caos social do momento de transição sócio-política enfrentada por uma Rússia cambaleando entre o fim do socialismo e a entrada do capitalismo, sobretudo nos idos de 1990.

A nova ordem política clama por nova estruturação social e, enquanto ela não atinge o equilíbrio, mareia pelos polos do tudo ou nada.

Aleksander Gálin dá à figura de Vlarvara dimensões da Mãe Coragem de Brecht, ao mesmo tempo sendo vítima e algoz desta “guerra” cotidiana. Enquanto vende suas doses de vodka, vende suas filhas para uma prostituição mal camuflada de show de variedades em Singapura, não perde sua parcela humana ao defender as mulheres menos jovens e belas e surpreende ao tratar, ao final, com Albert, o produtor russo que recebeu composição meticulosamente bem-sucedida de Caco Ciocler.

Os demais atores e atrizes de Casting e os demais elementos que compõem o espetáculo fazem com que eu recomende sua audiência.

Casting – Elenco e Personagens

Aline Moreno (Kátia Vólkova), Bete Dorgam(Varvara Vólkova), Bia Toledo(Olga Púkhova), Caco Ciocler (Albert), Flávio Tolezani(Víctor Púkhov), Heitor Goldflus (Boris Karnaúkhov), Nani de Oliveira (Tamara Bock), Natalia Gonsales(Lisa Vólkova), Nicolas Trevijano (Vassíli Bock), Ricardo Oshiro (Tetsuzin Aoki), Selma Luchesi (Nina Karnaúkhova).

Ficha Técnica – Autor: Aleksandr  Gálin / Tradução: Aimar Labaki e Elena Vássina / Direção: Marco Antonio Rodrigues / Direção Musical: Dagoberto Feliz / Idealização do Projeto, preparação corporal e gestual: Joana Mattei / Assistência de Direção: Daniela Carmona / Direção Geral de Produção: Alexandre Brazil / Cenografia: Ulisses Cohn / Iluminação: Davi de Brito / Figurinos: Cássio Brasil / Criação de Vídeo: Erike Busoni / Criação de Adereços: Cesar Rezende / Criação do Projeto Gráfico: Daniela Carmona / Execução do Projeto Gráfico: Olavo Costa / Cenotécnica: Cesar Augusto de Sousa e Mateus Fiorentino / Operação de Som: Maurício Inafre / Operação de Luz: Vânia Jaconis / Contra-regras: Evas Carretero e Leandro Pereira / Camareira: Sônia Fávero / Consultoria de Mágica: Geraldo Coelho / Consultoria Musical de Acordeon: Tânia Paes / Consultoria de Japonês: Marcos Suguiura – “Suga” / Produção Executiva de Cenografia e Figurinos: Regilson Feliciano / Assistência de Produção: Gustavo Bessi / Co-produção: ELB Consultoria e Produções Culturais Ltda e Cia. da Matilde / Gestão de Produção: Escritório das Artes, da Cooperativa Paulista de Teatro

CASTING – Serviço

Temporada: Até 20 de junho de 2010

Horários: sextas e sábados, às 21h; domingos, às 18h

Local: Teatro do SESC Vila Mariana (Rua Pelotas, 141)

Estacionamento para o espetáculo: R$ 5,00

Lotação: 608 lugares

Recomendação etária: 16 anos

Duração do espetáculo: 120 minutos

Ingressos à venda em todas as unidades do SESC a partir de 01/05:

R$ 30,00 (inteira); R$ 15,00 (usuário inscrito no SESC e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino). R$ 7,50 (trabalhador no comércio de bens e serviços matriculado no SESC e dependentes).

Aceita cartões de crédito: Visa, Mastercard e AmericanExpress. Cheque e dinheiro.

Horário de funcionamento da bilheteria: de terça a sexta, das 9h às 21h30; sábados, domingos e feriados, das 9h às 17h30.

Informações ao público: Tel: (11) 5080-3000, de terça a sexta, das 9h às 21h30; sábados, domingos e feriados, das 9h às 17h30, no sitewww.sescsp.org.br ou pelo 0800 118220.

Realização: SESC SP

Patrocínio: NET, Nossa Caixa, Banco do Brasil, Sabesp, Porto Seguro e Governo do Estado de São Paulo.

Autor: - Categoria(s): Críticas Tags: , , , , ,

Ver todas as notas

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo