Publicidade

Publicidade
17/06/2010 - 14:41

FILO 2010: Marta Carrasco traduz em cena dia de ira contra a igreja do poder

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (Michel@aplausobrasil.com) – a convite do FILO – Festival Internacional de Londrina

Cia. Marta Carrasco, da Espanha

“Há cinco anos Dies Irae (último trecho que Mozart concluiu de seu Réquiem) me persegue feito obsessão”, disse a coreógrafa espanhola Marta Carrasco que assina a direção do espetáculo Dies Irae; em El Réquiem de Mozart, estreia de amanhã no FILO – Festival Internacional de Londrina 2010.

Dies Irae é uma música tão furiosa, tão colérica e anticlerical, apesar de ser uma missa fúnebre, que posso falar com ela sobre a fraude da igreja. Não da relação espiritual das pessoas, mas da política, do poder e da manipulação feita pela igreja”, disse a coreógrafa e bailarina Marta Carrasco que, apesar de não estar em cena, assiste o espetáculo da primeira fila participando assim do “ritual” que é a concretização de Dies Irae, en el Réquiem para Mozart.

Bailarinos, atores e cantores, o elenco de Dies Irae é formado por artistas de Barcelona e Madri, antigo desejo de Marta que, segundo disse, os vê como “intérpretes”, independente das suas especificidades formativas.

Alegre, inteligente e dona de simpatia e vivacidade impares, Marta Carrasco disse que deseja que o público saia da sessão “sabendo que não está só”.
<a href="“>

Data: 

18/Jun 20:30

Data: 

19/Jun 20:30

Data: 

20/Jun 20:30

TEATRO OURO VERDE

Sobre o Espetáculo

Companhia: 

Companhia Marta Carrasco

Local de origem: 

Espanha

Diretor: 

Marta Carrasco

Duração: 

80 minutos

Classificação: 

Dança-teatro, com texto em espanhol

Faixa Etária: 

Adulto

Sinopse: 

O Réquiem de Mozart é a essência de um espetáculo construído a partir da pluralidade cênica. Treze intérpretes – entre bailarinos, atores e cantores -, desnudam a liturgia, irrompem os limites de uma missa fúnebre, mostram a debilidade da verdade, o aroma do profano. Nesta montagem, a fúria resiste como retrato da impotência diante da morte e da perversão da vida.

Ficha Técnica: 

Elenco: Marta Carrasco (ocasional), Alberto Velasco, Montse Rodríguez, Carmen Ângulo, Anna Coll, Joan Valldeperas, Maria José Cordonet, Adolfo Simón, Noemi Padró, Raquel Sánchez, Frantxa Arraiza, Asu Rivero, Manuella Marra e Robert González
Cenografia: Marta Carrasco e Pau Fernández
Assistente de direção: Tays Sampablo
Iluminação: Quico Gutiérrez
Trilha sonora: José Antonio Gutiérrez
Figurino e maquiagem: Pau Fernández e Rui Alvez
Inspiração absoluta: Salomé
Fotografia: David Ruano
Design gráfico: Fernando Fernadéz
Construção de cenário: Darío Aguilar
Técnico de luz: Toño Vladimir
Técnico de som: Yuri Plana
Regente: Joan Valldeperas
Produção técnica: Toño Vladimir
Produção executiva: Noemi Garcia

Contato: 

http://www.martacarrasco.com/

Autor: - Categoria(s): Matérias, Multimídia Tags: ,

Ver todas as notas

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo