Publicidade

Publicidade
26/08/2010 - 18:06

Mãe e filha dividem o palco em LinhaGens

Compartilhe: Twitter

Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"LinhaGens", com Andréia Nhur e Janice Vieira. Crédito Lenise Pinheiro

Quando o grupo Pró-Posição nasceu – obra de Denilton Gomes e Janice Vieira, em 1973, na cidade de Sorocaba – a atriz Andréia Nhur não era nem projeto ainda. A partir de hoje, 21, na sala Paissandu da Galeria Olido, ela e sua mãe, Janice Vieira, fazem quatro apresentações, gratuitas, do espetáculo de dança-teatro LinhaGens.

Através de gestos e palavras, é contada uma historieta sobre A Morte do Cisne – que funciona como eixo central da encenação.

“Dançada na Rússia por Anna Pavlova foi transmitida a Maria Olenewa. No Brasil, sua sucessora a ensinou na década de 1950 à minha mãe, que hoje participa da minha leitura da coreografia”, diz Andréia Nhur.

Andréia e Janice dançam em "LinhaGens". Foto Lenise Pinheiro

A ideia fundamental do espetáculo é a relação entre informações que perpassam o tempo: permanentes e mutáveis. A transitoriedade é ponto de partida para a elaboração do desenho da luz.

Com predominância do branco, é adotada uma iluminação com variação de intensidade e nos contrastes tonais, para obtenção de mais volume do que textura.

“Os pontos altos da encenação são aqueles em que os movimentos e a luz dialogam em silêncio, perscrutando o tempo e o espaço. Uma luz para ver e ouvir”, afirma Roberto Gill Camargo, responsável pela iluminação.

Janice Vieira executa ao vivo num pequeno acordeom sua trilha sonora original. Alguns temas lembram o realejo e o carrossel. Trechos de temas clássicos, como A Morte do Cisne, de Saint-Saëns, e Tico-Tico no Fubá, de Zequinha de Abreu, servem como vinhetas para as narrativas de Andréia Nhur.

São quatro apresentações gratuitas, entre 26 e 29 de agosto, quinta a sábado, 20h, e domingo, 19h, na Galeria Olido (sala Paissandu) e mais três a preços populares, de 10 a 12 de setembro, sexta e sábado, 21h, e domingo, 20h, no Viga Espaço Cênico.

LinhaGens

De 26 a 29 de agosto. Quinta a sábado, 20h, domingo, 19h. GaleriaOlido. Avenida, São João, 473. Centro de Dança Umberto da Silva – Sala Paissandu. 136 lugares. Tels. 3331-8399 e 3397-0171. Ar-condicionado. Acessibilidade para portadores de necessidades especiais. Metrô: São Bento (Linha azul); República e Anhangabaú (Linha vermelha). Grátis.

De 10 a 12 de setembro. Sexta e sábado, 21h, e domingo, 20h. Viga Espaço Cênico – Sala Piscina. Rua Capote Valente, 1.323 (entre as ruas Heitor Penteado e Amália de Noronha), duas quadras do metrô Sumaré. Tel. 3801-1843. 40 lugares. R$ 10,00 e R$ 5,00 (meia entrada). Bilheteria: uma hora antes do início do espetáculo. Aceita dinheiro e cheque.Estacionamento próximo (não conveniado) na rua Amália de Noronha, 137.

Duração: 40 minutos

Indicação etária: livre

Workshop Pró-Posição em Variação

27 de agosto (sexta), das 13h às 17h

28 de agosto (sábado), das 13h às17h

Galeria Olido, sala Vermelha. Avenida, São João, 473.

Duração: oito horas. 30 vagas (a serem preenchidas por ordem de inscritos)

Inscrições: a partir de 1º de agosto pelo e-mail deianhur@yahoo.com.br. Grátis. Informações no sitewww.proposicaodanca.com.br

Ficha técnica

Criação e execução: Janice Vieira e Andréia Nhur

Organização de vídeo: Andréia Nhur

Composição de trilha sonora original: Janice Vieira

Execução de trilha sonora ao vivo (acordeom):

Janice Vieira e Andréia Nhur

Iluminação: Roberto Gill Camargo

Colaboração artística: Helena Bastos

Preparação corporal: Regina Claro

Arte gráfica e site: Quasar Studio

Produção: Andréia Nhur

Fotos de LinhaGens

Autor: - Categoria(s): Dança, Música e Cinema Tags: , ,

Ver todas as notas

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo