Publicidade

Publicidade
30/08/2010 - 11:49

Comédia tem como destaque o elenco

Compartilhe: Twitter

Luís Francisco Wasilewski, (lfw@aplausobrasil.com)

"O Clã das Divorciadas", em cartaz no Teatro Gazeta

Alexandre Reinecke acaba de estrear seu novo espetáculo, O Clã das Divorciadas. Aliás, o encenador, já pode receber o título de “O Midas da Comédia Paulistana”, visto que são várias as comédias em cartaz que levam a sua assinatura.

O Clã das Divorciadas foi escrito pelo francês Alil Vardar e recebeu a tradução de Clara Carvalho. Não se trata de um texto cômico muito inspirado. A dramaturgia não transcende o banal ao falar de mulheres solitárias. Porém, Alexandre teve a sabedoria de chamar para o elenco duas boas comediantes, Paula Cohen e Maíra Charken, que conseguem executar bem os seus papéis.

Só que a ideia mais feliz da nova montagem de Reinecke foi chamar Luís Salém para interpretar uma das mulheres.

Comédia leva a assinatura de Alexandre Reinecke na direção

Salém cria cacos antológicos em cena, mostrando todo o seu domínio dos recursos da comédia. O espectador que o vê entrando de chambre cor de rosa e que assistiu a antológica encenação de As Sereias da Zona Sul, certamente se remeterá à triunfal entrada em cena de Miguel Falabella no referido espetáculo. Salém também demonstra ser um ator que tem “o Besteirol na Veia” e sua criação da divorciada interiorana lembra os seus grandes momentos em espetáculos como Algemas do Òdio e A Maracutaia, peças que por sinal tinham a marca de Miguel Falabella.

A cenografia de José de Anchieta apresenta um requinte necessário para a reprodução do apartamento de uma das personagens. E Renata Young cria figurinos muito inventivos para as três personagens.

Há outros momentos impagáveis em O Clã das Divorciadas. A referência a filmes como As Panteras e Tropa de Elite são uma comprovação de que um bom elenco pode transformar um texto de qualidade mediana em um ótimo divertimento.

O CLÃ DAS DIVORCIADAS

TEMPORADA ATÉ 21 DE NOVEMBRO DE 2010

TEATRO GAZETA

Av. Paulista, 900 – Térreo.

Telefone para contato: (11) 3253-4102

Sexta às 21h, Sábado às 20h e Domingo às 18h

Gênero: Comédia

Duração: 90 minutos

Lugares: 640 lugares

PREÇOS: sexta e domingo: R$ 60,00 / sábado: R$ 80,00;

50% estudantes, aposentados e idosos

Censura: 12 anos

ELENCO: Luiz Salem, Paula Cohen Maíra Charken

FICHA TÉCNICA: AUTOR – Alil Vardar / DIREÇÃO – Alexandre Reinecke / TRADUÇÃO /ADAPTAÇÃO– Clara Carvalho / CENÁRIO – José de Anchieta / FIGURINOS – Renata Young / LUZ -Lucia Chedieck/ TRILHA SONORA – Cleuber Rufino e Neulys Santos

Produção: Filmland Internacional (www.filmland.com.br)/ Produtor: LG Tubaldini Jr/Direção de Produção: Marcella Guttmann / /Assessoria de Imprensa: Marra Assessoria de Comunicação/ Patrocínio: CAIO INDUSCAR Apoio Institucional: Lei Rouanet e Lei Mendonça (Cidade de São Paulo)

Teatro Gazeta: Estacionamentoconvênio com MultiPark (Rua São Carlos do Pinhal, 303 – subsolo do teatro. de Sexta-feira a Domingo, R$ 12,00 – Até 3 horas.

Ou Av. Paulista, 867 (com selo do Teatro) de  Sexta-feira a Domingo. R$ 12,00 – Até 3 horas.

Ar condicionado e acesso para deficientes

init�� >s��H��=’font-family:Verdana;mso-bidi-font-family:Arial; color:black’>

Ar condicionado e acesso para deficientes

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , , , , , , ,

Ver todas as notas

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo