Publicidade

Publicidade
21/09/2010 - 23:42

Prepare-se: A Gaiola das Loucas em São Paulo

Compartilhe: Twitter

<a href="“>Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

Diogo Villela e Miguel Falabella protagonizam "A Gaiola das Loucas"

Essa breve nota é para avisar que a versão brasileira, assinada por Miguel Fallabela, protagonizada por ele e Diogo Villela, estreia em outubro no Teatro Bradesco.

Falabella divide a direção do espetáculo com Cininha de Paula e deve substituir o musical Jekyl & Hyde – O Médico e o Monstro que deixa a sala no próximo dia 26.


Autor: - Categoria(s): Multimídia, Notas e Oportunidades Tags: , , , , , , , , , , ,

Ver todas as notas

3 comentários para “Prepare-se: A Gaiola das Loucas em São Paulo”

  1. Keila disse:

    Não prederei por NADAAAAA……mais um musical em minha vida, produzido e protagonizado por excelentes profissionais….A Broadway é AQUI!!!

  2. juliana disse:

    Gente, também achei horrível o musical ” A gaiola das loucas”. Muito monótono, as músicas tem a mesma melodia, só mudam a letra, deixando bastante cansativo o musical. Bem, acho que não é bem um musical, pois musical tem que ter pessoas capazes de cantar bem e isso não existe na gaiola das loucas. Diogo Vilela é um péssimo
    cantor, assim como Miguel Falabela. Este tem uma atuação parecedíssima com o caco antibes do sai de baixo, se não for o próprio…
    Quando se faz um musical e coloca um ator famoso no elenco, a sua participação quanto ao canto tem que ser reduzida como acontece com o Edson celulari no maravilhoso musical Hairspray… Que por incrivel que pareça também dirigido por Miguel falabela.
    Não recomendo nem ao meu pior inimigo o musical gaiola das loucas… Consegui ficar até a 2ª parte, mas não aguentei ficar até o final. Seria me torturar bastante.

  3. André disse:

    Juliana, o que vc sabe sobre canto?

    “pois musical tem que ter pessoas capazes de cantar bem e isso não existe na gaiola das loucas.”

    Quantas asneiras.

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo