Publicidade

Publicidade
09/12/2010 - 22:06

E o palco do CCBB aguenta o peso de tantas feras!?

Compartilhe: Twitter

Maria Lúcia Candeias, especial para o Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

crédito Zineb Benchekchou

Não é questão de gordura, mas de competência. Nunca vi uma montagem com tantos grandes atores ao mesmo tempo. É o que acontece em “12 Homens e Uma Sentença”, em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil de quinta a domingo. Uma maravilha.

A peça traz como trama uma reunião de jurados para resolver se um réu é inocente ou culpado. A discussão começa com Genézio de Barros e Norival Rizzo e se alastra por todo o grupo. São eles José Renato (ator que fundou o Teatro de Arena), Oswaldo Mendes (um dos fundadores do Arte e Ciência na Palco), Brian Penido (do Grupo TAPA). Além deles, André Garolli, Eduardo Semerjian, Ivo Müller, Ricardo Dantas, Augusto César, Marcelo Pacífico, Riba Carlovich e ainda, o guarda, Fernando Medeiros.

“12 Homens e Uma Sentença”, crédito Zineb Benchekchou

O texto do americano Reginald Rose e esse incrível elenco consegue envolver totalmente o espectador, como se esse fizesse parte do grupo de jurados. Quem costuma entrar em discussões grupais para soluções de quaisquer problemas, vai lembrar do desgaste que já teve e sentir o desgaste daquelas personagens.

A direção é do tarimbadíssimo Eduardo Tolentino e conta, como sempre, com os perfeitos figurinos de Lola Tolentino que, também, assina o discreto cenário (apenas uma mesa muito discreta, com as doze cadeiras ocupadas e por vezes trocadas pelos diversos atores).

Quem não viu não pode perder. É sensacional!!!!!!!!!

Fotos: Zineb Benchkchou

ROTEIRO

12 HOMENS E UMA SENTENÇA – Texto – Reginald Rose.Direção – Eduardo Tolentino. Estreia para convidados –quinta-feira, 18 de novembro. Tradução – Ivo Barroso.Elenco – Genézio de Barros, Norival Rizzo, José Renato, Oswaldo Mendes, Eduardo Semerjian, André Garolli, Ricardo Dantas, Brian Penido, Augusto César, Marcelo Pacífico, Ivo Müller e Fernando Medeiros. Produção – Ana Paz. Duração – 100 minutos. Censura – 12 anos. Preço – R$15,00 inteira e R$7,00 (meia-entrada).

Temporada 2010 – 19 de novembro a 19 de dezembro de 2010. De quinta a sábado, às 19h30 e domingo, às 18h.

Temporada 2011 – 12 de janeiro a 06 de fevereiro de 2011. De quinta a sábado, às 19h30 e domingo, às 18h.

SERVIÇO

Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo. R. Álvares Penteado, 112, Centro. (11) 3113-3651 / 3113-3652.Ingressos – R$ 15,00 e R$ 7,00 (meia-entrada). Ingressos antecipados – www.ingressorapido.com.br / (11) 4003-1212. Aceita cartões de crédito e débito Visa e Master.Acessos – Estações Sé e São Bento do Metrô. Praças do Patriarca e da Sé. Acesso e facilidades para pessoas com deficiência física / Ar-condicionado / Loja / Café Cafezal.Estacionamento conveniado – Estapar Estacionamentos. R. da Consolação, 228 (Edifícos Zarvos) – R$ 10,00 pelo período de 5 horas. Necessário carimbar o ticket na bilheteria do CCBB. Transporte gratuito até as proximidades do CCBB – embarque e desembarque na Rua da Consolação, 228 (Edifício Zarvos) e na XV de novembro, esquina com a Rua da Quitanda, a vinte metros da entrada do CCBB. Informações -(11) 3113-3651/ 3313-3652. www.bb.com.br/cultura ewww.twitter.com/ccbb_sp

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas, Matérias Tags: , , , , , , , , , , , ,

Ver todas as notas

1 comentário para “E o palco do CCBB aguenta o peso de tantas feras!?”

  1. […] Comentário de Maria Lúcia Candeias. […]

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo