Publicidade

Publicidade
14/12/2010 - 06:15

Saiba em primeira mão os vencedores do Prêmio APCA de Teatro 2010

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

"Doze Homens e Uma Sentença", eleito o Melhor Espetáculo de Teatro de 2010 pela APCA

A noite da última segunda-feira reuniu críticos da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) de diferentes áreas artísticas para a escolha dos artistas premiados por seus respectivos trabalhos realizados em 2010. Como faço parte dos votantes da área Teatro, divulgo em primeira mão a lista dos vencedores do prêmio.

Como podemos escolher os vencedores em apenas sete categorias, as discussões sobre quem deveria receber o APCA de Teatro se estenderam por mais de duas horas. A chuva torrencial que caiu pela cidade de São Paulo fez com que figuras sempre presentes nas votações como Paschoal XVIII, Celso Curi e Edgar Olímpio de Souza não estivessem presentes à mesa de votantes, esta composta por Afonso Gentil, Erika Riedel, Evaristo Martins de Azevedo, Jefferson Del Rios, Luiz Fernando Ramos, Maria Lúcia Candeias, Mauro Fernando Mello, Michel Fernandes e Vinício Angelici.

Danilo Grangheia, eleito o Melhor Ator de Teatro de 2010 pela APCA

Os vencedores são decididos por votações que propõem discussões pertinentes em por que e em quem votar, entretanto a escolha do vencedor do Grande Prêmio da Crítica teve decisão unânime: Antunes Filho, por sua inestimável (e indiscutível) contribuição ao Teatro Brasileiro.

O Prêmio Especial da Crítica ficou para a Realização do Projeto de encenação de “O Idiota”, a partir do romance de Dostoievski, projeto que reuniu em cena ficha técnica que reunia artistas dos grupos Companhia Mundana, Oficina Uzyna Uzona, Cia. Livre de Teatro, Teatro da Vertigem e Cia. da Mentira.

O diretor Rodolfo García Vázquez, foi escolhido como Melhor Diretor pelo trabalho realizado em “Roberto Zucco”. O prêmio de Melhor Ator ficou para Danilo Grangheia, por “Êxod’os – O Eclipse da Terra”, e o de Melhor Atriz para Bel Kowarick, de “Dueto Para Um”. Como Melhor Autor venceu Samir Yazbek com seu texto “As Folhas do Cedro”.

Por seu conjunto, “Doze Homens e Uma Sentença”, de Reginald Rose, dirigido por Eduardo Tolentino de Araújo, levou o prêmio APCA de Melhor Espetáculo de 2010.

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , , , , , , , , , , , ,

Ver todas as notas

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo