Publicidade

Publicidade
20/02/2011 - 20:17

Uma bela continuação de “Sassaricando”

Compartilhe: Twitter

Luís Francisco Wasilewski, especial para o Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

Cena de "É com esse que eu vou"

Sassaricando – E O Rio Inventou a Marchinha

é um dos grandes fenômenos da recente história teatral brasileira. Mantém-se em cartaz ininterruptamente há cinco anos. Seu êxito é tamanho que os roteiristas do espetáculo, Rosa Maria Araújo e Sérgio Cabral criaram uma continuação, o encantador musical É com esse que eu vou, desta vez recuperando a história do samba. E houve a feliz ideia de se manter praticamente a mesma equipe original de Sassaricando com a direção musical assinada por Luís Filipe de Lima e a concepção cênica feita pelos Reis dos Musicais Claudio Botelho e Charles Möeller.

A proposta de se criar uma “receita de sucesso” de um musical que recupera joias da canção popular brasileira, está presente também na dramaturgia da encenação, com o roteiro que divide os sambas em eixos temáticos, da mesma maneira que havia no primeiro espetáculo.

Há no novo musical tópicos como a “Cidade X O Morro” e “A Apologia do Samba”. E o elenco de É com esse que eu vou conta com nomes que integraram a formação do elenco Sassaricando. São eles Soraya Ravenle, Pedro Paulo Malta, Alfredo Del-Penho e Beatriz Faria, todos com

Musical leva a assinatura de Möeller & Botelho

excelentes atuações no novo musical. Agregam-se a eles os talentos de Marcos Sacramento, Makley Matos e Lilian Valeska. Há diversas passagens emocionantes, como a em que o grupo canta “A Voz do Morro”, de Zé Kéti.

Rogério Falcão idealizou uma cenografia com semelhanças a de Sassaricando. Mas criou para É Com esse que eu vou um novo e lindo elemento, uma escadaria que remete ao Teatro de Revista, gênero teatral onde o samba reinou durante anos.

E o final do Musical é apoteótico e repete a explosão de alegria que era o desfecho de Sassaricando. A plateia dança e canta comungando com o elenco, e agradece às duas horas de alegria proporcionada por esse excelente É com esse que eu vou.

É com esse que eu vou

Local – Teatro João Caetano – Praça Tiradentes s/nº – Centro

Preços:
Plateia e balcão nobre: R$ 40,00
Balcão simples: R$ 30,00

Horários:
Quintas – 12h30
Sextas – 19h
Sábados – 20h30
Domingos – 18h

Ingressos na bilheteria:
Terça a domingo de 14:00 às 18:00
A bilheteria não aceita cartõesTel: 2332-9257

Ingressos pela Internet:
www.ingresso.com

A Ingresso.com aceita todos os cartões de crédito e débito, menos a bandeira Hipercard
Tel: 4003-2330

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , , , , , ,

Ver todas as notas

1 comentário para “Uma bela continuação de “Sassaricando””

  1. […] This post was mentioned on Twitter by michel fernandes and michel fernandes, Fran Wasilewski. Fran Wasilewski said: RT @aplausobrasil: http://aplausobrasil.ig.com.br/2011/02/20/uma-bela-continuacao-de-sassaricando/ […]

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo