Publicidade

Publicidade

Arquivo de abril, 2011

29/04/2011 - 16:21

Veja galeria de fotos de Seis Aulas de Dança em Seis Semanas

Compartilhe: Twitter

[slideshow id=30]

Fotos de João Caldas

LEIA TAMBÉM

Suely Franco e Tuca Andrada em aulas de dança e amor

Roteiro:

Seis Aulas de Dança em Seis Semanas
Texto: Richard Alfieri; tradução: Ciça Correa; direção: Ernesto Piccolo; Elenco: Suely Franco e Tuca Andrada. Coreografia: Carlinhos de Jesus; direção de arte: Vera Hamburger; figurino: Claudio Tovar;            iluminação: Wagner Freire; fotografia: João Caldas; produção executiva: Silvia Rezende; direção de Produção: Fernando Cardoso e Roberto Monteiro            
Serviço:
Teatro Renaissance (462 lugares), Al. Santos, 2233, Tel. 3069-2286.
Sexta às 21h30, sábado às 21h e domingo às 19h. Ingresso: sexta e domingo R$ 70 e sábado R$ 80. Bilheteria: de terça a sábado, das 14 às 20h; domingo das 14 às 19h. Formas de pagamento: cartões, dinheiro e cheque. Vendas pela internet: WWW.ingressorapido.com.br e pelo tel. 4003-1212. Duração: 90 min. Recomendação: 12 anos. Temporada até 31 de julho de 2011.

Autor: - Categoria(s): GALERIA DE FOTOS Tags:
28/04/2011 - 20:31

Continuando um curioso passeio pelo grotesco

Compartilhe: Twitter

Afonso Gentil, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Elenco do 2º Festival do Teatro Grotesco

Dentro do objetivo de sondar o grotesco em suas diferentes formas de manifestação, dependendo do olhar de cada dramaturgo sobre o tema, Antonio Rocco acertou na escolha dos autores (todos da cena paulistana),  no diretor que o acompanha, no elenco de muito bom nível , que se desdobra camaleonicamente  a cada noite e  também na equipe de apoio técnico-artístico. Despertando, pois,  em todos que estão  freqüentando  esse  Festival do Grotesco, no N.Ex.T.,  a vontade que  ele prossiga,  ampliando-se  ainda mais, a cada ano.

Comentados, anteriormente, os textos de Otávio Frias Filho (A Emancipação da Mulher…) e de Chico de Assis (O Ovo e a Galinha), vamos às seguintes, na ordem que as vimos, Boi da Cara Preta, de Sérgio Roveri, e Atirei no Dramaturgo, de Mário Viana. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , ,
27/04/2011 - 17:53

Suely Franco e Tuca Andrada em aulas de dança e amor

Compartilhe: Twitter

Maurício Mellone, para o site Favo do Mellone, parceiro do Aplauso Brasil

Com direção de Ernesto Piccolo, Seis Aulas de Dança em Seis Semanas (Six Dance Lessons in Six Weeks), de Richard Alfieri, estreia nessa sexta e fica em cartaz até final de julho no Teatro Renaissance

Palco vira salão de dança com coreografias de Carlinhos de Jesus

Depois de já ter sido encenada em mais de 20 países, estreia nessa sexta, dia 29, no Teatro Renaissance, a comédia do norte-americano Richard Alfieri Seis Aulas de Dança em Seis Semanas, com Suely Franco e Tuca Andrada, sob a direção de Ernesto Piccolo. Tive a chance de assistir ao ensaio aberto realizado dia 22 e essa comédia tem todos os ingredientes para cair no gosto popular, assim como vem ocorrendo pelo mundo. Ao entrar na sala de espetáculo, a platéia vê que está diante de um belo e espaçoso apartamento: logo Lili, uma senhora de 72 anos entra e começa a arrastar os móveis para deixar a sala como um verdadeiro salão de baile.

Ao toque da campainha, entra Michael de 45 anos, o professor de dança, e o público tem a impressão que as aulas terão início. Doce ilusão: os personagens, talvez por receio do primeiro contato e pela insegurança dos tempos atuais, iniciam um jogo de aparências e o atrito entre eles é imediato.

Ambos mentem sobre suas idades, estado civil e há um estranhamento, só quebrado quando começam a dançar. Aí a relação entre os dois se estabelece: Lili revela ser uma exímia dançarina e vê no professor a chance de uma companhia, de conhecer uma nova pessoa. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores Tags: , , ,
26/04/2011 - 19:55

Terminando o passeio pelo grotesco do N.Ex.T

Compartilhe: Twitter

Afonso Gentil, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Elenco completo do 2º Festival do Teatro Grotesco do N.Ex.T.

COMO IRRITAR O BONDOSO DEUS DOS CÉUS

A interminável discussão as mulheres entre elas próprias  é  aqui espiralada  num movimento sem respiros  retratando o grotesco desse procedimento  através dos tempos. Quem é Superior?  A bonitinha, quem cultua o corpo em academias e dietas das mais estapafúrdias; a inteligente, com suas informações culturais, políticas, filosóficas (pena que nunca religiosas ); ou a feia,indefesa,  sem auto-estima, porém ardilosa e queixosa o suficiente para recorrer à justiça divina?  Segundo  o já não tão bondoso e paciente Deus e o implacável   casal de autores  Alexandre Machado e Fernanda Young, nenhuma delas é superior.

Em A Feia, a Bonitinha e a Inteligente a festejada dupla das séries cômicas da TV Globo (sendo Os Normais a mais cultuada pelo público ) comparece neste Festival do Grotesco, em curso no Teatro N.Ex.T, com sua inconfundível  chave hiperbólica de análise do comportamento humano .

A discussão entre “os três estereótipos femininos  que debatem, ao vivo e em cores, as dores e delicias de ser o que são” é hilariantemente feroz, para a delícia da plateia, principalmente a masculina. O grotesco aqui  é ardilosamente usado pelos autores, escondido que está sob o disfarce da farsa inteligente.

O diretor Antonio Rocco consegue que o ritmo do “ debate existencial” mantenha-se suficientemente quente, lá no palco como aqui na platéia. As atrizes Maira Galvão, Luciana Caruso ( a bonitinha) e  Erika Forlin (a inteligente),  sintonizadas  entre si, trazem desempenhos de calculada – para não dizer elegante – verve transgressora. E a “voz de Deus” consegue assustar, também,  todos os soberbos da plateia.

DE PERTO NINGUÉM  È NORMAL

Antonio Rocco reservou para si a dupla tarefa de autor e diretor de Telefone Público Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags:
26/04/2011 - 10:52

Audição para atores/ bailarinos no RJ

Compartilhe: Twitter

A Cia. Teatral Arte Rio fará audição para atores/ bailarinos ( hip-hop, ballet, jazz, sapateado) na próxima segunda-feira (2), às 15h, no Espaço Arte Rio (localizado à Rua Sá Freire 44, São Cristóvão – RJ), para o Show do High School Musical que tem apresentação no Grajaú, em maio, além da agenda cheia  até o final do ano.

A Cia. Arte Rio está no mercado há 10 anos e já tem em seu repertório 44 peças teatrais incluindo 4 musicais.

Interessados em fazer a audição mandar e-mail para atriz.carolinaalves@yahoo.com.br com cópia para ciaarterio@yahoo.com.br, até 6 de maio, favor enviar foto, currículo, e vídeo dançando se possível e colocar no assunto “Audição HSM Show”

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags:
26/04/2011 - 01:54

Leia entrevista exclusiva com cineasta de A Saga de Maria

Compartilhe: Twitter

Franklin Catan, especial para o Aplauso Brasil (franklin@aplausobrasil.com)

"A Saga de Maria", de Alexandre Estevanto

Natural de Marília, interior de São Paulo, o cineasta Alexandre Estevanato apresenta a première do longa-metragem A Saga de Maria na próxima sexta­-feira (30). Dia 7 de maio o filme ganha exibição em São José do Rio Preto, no SESC Rio Preto, também, às 20h.

Alexandre Estevanato falou com exclusividade para o Aplauso Brasil, sobre sua trajetória no cinema e sua infância.

Aplauso Brasil – Como foi sua infância em Marília? Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags:
25/04/2011 - 19:38

Seleção comercial de TV

Compartilhe: Twitter

Atenção senhoras com mais de 70 anos, com ou sem experiência em interpretação, estão abertas seleções para comercial de TV -Elenco de apoio (cenas dançando).

As candidatas devem ter cabelos brancos ou grisalhos e o rosto não deve ter plásticas.

Enviar 3 fotos caseiras para (agenciacinema@gmail.com) e colocar contatos.

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags:
21/04/2011 - 11:27

Chico Diaz em seu primeiro monólogo nos 10 anos do CCBB

Compartilhe: Twitter

 Maurício Mellone, para o site Favo do Mellone, parceiro do Aplauso Brasil

"A Lua Vem da Ásia"

Sob direção de Moacir Chaves, o ator adaptou a obra de Walter Campos de Carvalho, A Lua Vem da Ásia, e permanece no CCBB até 05 de junho
 
 

 

Dentro das comemorações dos 10 anos do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) de São Paulo, o ator Chico Diaz protagoniza o primeiro monólogo de sua carreira, A Lua Vem da Ásia, adaptação que fez da obra homônima de Walter Campos de Carvalho.

Num momento de reflexão sobre sua vida e carreira, Chico Diaz ganhou do diretor Aderbal Freire-Filho a obra de Campos de Carvalho. Apaixonado pela narrativa surreal do autor, Diaz fez a adaptação para o teatro, em que o narrador-personagem conta suas experiências, possíveis e impossíveis, que no fundo buscam o entendimento do mundo e de si mesmo. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores Tags: , , , , , , , , , ,
20/04/2011 - 13:45

A Serpente no Jardim: Imperdível é pouco

Compartilhe: Twitter

Maria Lúcia Candeias, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Humor negro e suspense são ingredientes em peça de autor britânico

 Se você gosta de Agatha Christie e Alfred Hitchcock certamente vai adorar A Serpente no Jardim, comédia de humor negro sobre o reencontro, cheio de segredos, de duas irmãs após a morte do pai. O texto de Alan Ayckbourn é encenado pela Visceral Cia. e está  em cartaz no auditório do terceiro andar do Sesc-Pinheiros.

Esse autor britânico também é protagonista de uma trilogia que está em cartaz no Teatro Folha, Enquanto Isso…, e demonstra mais uma vez que suspense é com os britânicos. E, se fazer suspense no cinema é coisa para poucos, no teatro então é para gênios. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , ,
19/04/2011 - 22:29

Evita é um musical imperdível

Compartilhe: Twitter

Maria Lúcia Candeias, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Paula Cappovila dá vida à Eva Duarte Perón no musical "Evita"

Diferente dos musicais que têm sido encenados por aqui, Evita é totalmente cantado. É uma espécie de ópera popular de muito bom gosto. Conta história da mulher de Juan Perón em detalhes peculiares. Dirigida pelo consagrado Jorge Takla (My Fair Lady; O Rei e Eu, West Side Story), Evita inova seu estilo, apresentando filmes e slides ao fundo, com extrema competência. Dá saudade de Buenos Aires, mesmo sendo da década de 1950. Mas o grande acerto do musical assinado por Tim Rice e Andrew Webber, em sua versão brasileira (de Cláudio Botelho), são os atores maravilhosos que o protagonizam.

O carisma de Paula Capovilla é assombroso. Impossível deixar de admirá-la e de embarcar em suas ações (ainda que cantando o tempo todo). Ela consegue uma empatia total com a plateia.  

Fred Silveira, quem interpreta Che Guevara, também impressiona muito. Todo mundo sabe que Che nasceu na Argentina, mas teria ele participado da política do país na época? Não se sabe. De todo modo, colocá-lo como narrador e, por vezes, comentando as situações se mostrou um ideia brilhante na medida em que a peça se exime de criticar ou de elogiar a atuação dos caudilhos do período (também tivemos Vargas). Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo