Publicidade

Publicidade
20/05/2011 - 00:09

Elizabeth Bishop encontrou um porto, e você?

Compartilhe: Twitter

Maria Lúcia Candeias, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Regina Braga como Bishop - Foto: Joao Caldas

A partir de escritos da poetisa norte-americana Elizabeth Bishop (1911-1979), a dramaturga e jornalista Marta Góes produziu um texto extremamente delicado e comovente, Um Porto Para Elizabeth Bishop, que não perdeu um mínimo de sua intensa qualidade mesmo após 10 anos, quando foi montado pela primeira vez.

Claro que esses acertos  também se devem à maravilhosa interpretação de Regina Braga, à direção, como sempre, competente de José Possi Neto e ao trabalho brilhante e integrado de todos os que se encarregam da parte técnica.

É o caso do singelo cenário de Jean-Pierre Tortil, dos vídeos da Espiral Filmes, da iluminação de Wagner Freire, da assistência de direção de Mônica Sucupira e da trilha sonora de George Freire.O enredo trata de duas histórias de amor intenso. Uma entre Elizabeth e seu par que parece não ser assim tão intensa, mas o é, pois dura quinze anos, tempo em que se acompanha também suas várias e curiosíssimas impressões do Brasil, a outra história de amor que começa num estranhamento e continua num crescendum.

O espetáculo imperdível está em cartaz no Teatro Eva Herz, nos fins de semana (sextas e sábados às 21h, domingos às 19h), na Livraria Cultura do Conjunto Nacional.

Grande chance de você encontrar seu porto caso ainda não o tenha feito.

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , , ,

Ver todas as notas

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo