Publicidade

Publicidade

Arquivo de junho 21st, 2011

21/06/2011 - 23:59

Encanto das mãos

Compartilhe: Twitter

Guto Rocha/Assessoria de Imprensa FILO

Chinês titeriteiro apresentam "Hand Stories"

Hand Stories mostra saga de cinco gerações de titeriteiros para preservar a arte de manipular bonecos

Laços familiares mantidos por meio da habilidade de manipular bonecos, manifestação artística que, como genes, é transmitida de pai para filho há mais de dois mil anos na China. Em Hand Stories, o titeriteiro chinês Yeng Faï narra a saga de cinco gerações de sua família, todos mestres nesta  arte.  O espetáculo foi apresentado no Teatro Londrina, dentro da programação do FILO 2011.

Faï resolveu contar a sua própria história e a de sua família neste espetáculo por considerá-la muito particular, uma vez que, apesar de todas as adversidades que enfrentaram, a arte permaneceu. “Também queria que as pessoas conhecessem como acontece a transmissão de uma arte através das gerações”, comenta.

O titeriteiro começou a ser treinado aos quatro anos. Antes, ainda no berço, os bonecos manipulados por seu pai serviam para acalmar seu choro. Teve os ensinamentos interrompidos pela Revolução Cultural, do ditador chinês Mão Tse-Tung. Faï conta que seu pai foi preso pelo regime comunista e levado a um campo de trabalhos forçados, onde acabou morrendo. Então, seu irmão mais velho, também um exímio titeriteiro, continuou a ensiná-lo a manipular bonecos. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores Tags:
21/06/2011 - 21:11

O gesto como totalidade

Compartilhe: Twitter

Renato Forin Jr. / Assessoria de Imprensa FILO

"Dia Desmanchado" - Marcelo Bulgarelli

Marcelo Bulgarelli, do Teatro Torto (RS), apresentou técnica baseada na biomecânica em oficina e espetáculo

O FILO 2011 recebeu um dos principais estudiosos brasileiros da biomecânica – método de preparação do ator desenvolvido por Meyerhold, um dos encenadores mais importantes da primeira metade do século 20. Marcelo pertence ao grupo gaúcho Teatro Torto, que, com uma linguagem própria baseada no trabalho corporal do ator, compõe montagens como Dia Desmanchado, apresentado no Festival. Até o último sábado (18), o ator e protagonista do espetáculo-solo ministrou oficina com as técnicas do grupo:

A ação teatral – os princípios básicos da biomecânica para a construção da ação.

O título auto-explicativo resume o conteúdo dos cinco encontros dirigidos por Marcelo Bulgarelli. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores Tags:
21/06/2011 - 19:46

Da arte de perceber o outro

Compartilhe: Twitter

Cia. Gira Dança (RN) fez intervenção em uma praça de Londrina

Cia. Gira Dança mobilizou o calçadão de Londrina em intervenção urbana que aproxima artistas e público

Renato Forin Jr. / Assessoria de Imprensa FILO

Dentro da cabine de telefone vermelha, em estilo britânico, localizada em frente ao Teatro Ouro Verde, quatro pessoas apertam-se, debatem-se, sobem umas sobre as outras, gritam. A porta se abre, e o rapaz de cadeira de rodas que estava do lado de fora salta num golpe de braços, entra no cubículo apertado e engrossa a massa humana. Fecha-se a porta. Um homem com máscara de oxigênio saltita em torno da cabine apoiando-se em pequenas muletas.

A essa altura, o círculo já é imenso: uma clareira circundada pelos pares de olhos curiosos dos transeuntes interrompidos. Um ou outro que esquece de olhar em volta, passa bem próximo e assusta-se. “É um grupo de teatro?”, pergunta a moça. Mas ninguém tem a resposta. A senhora ao lado sussurra em bom tom um “meu Deus, que susto!”, quando vê o artista de máscara. Já outra menos pávida e mais crente, conclui: “Estas pessoas estão possuídas por demônios”. E segue seu caminho com a benção divina, não sem antes dar uma olhadela para trás. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores Tags:
Voltar ao topo