Publicidade

Publicidade

Arquivo de agosto 3rd, 2011

03/08/2011 - 23:56

Concurso para substituto na área: Design: Expressão Visual e Projeto de Produto

Compartilhe: Twitter

Sexta-feira (5) é o último dia para se inscrever no concurso para substituto na área de Design: Expressão Visual e Projeto de Produto da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.


Pontos para a prova:

1. Linguagem visual no projeto gráfico

2. Processos técnicos de impressão e reprodução

3. A construção da identidade visual

4. Design editorial (mídia impressa)

5. Tipografia

6. Diagramação

att.,
Luciano.

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags:
03/08/2011 - 15:36

O meu Adeus ao grande Ítalo Rossi

Compartilhe: Twitter

Luís Francisco Wasilewski, especial para o Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

O ator Ítalo Rossi que morre na última terça-feira

“Eu detesto ator que é busto vivo”. Esta frase me foi dita em uma entrevista que realizei com Miguel Falabella, no ano de 2008. E ele a disse como um elogio ao trabalho de Ìtalo Rossi no seriado Toma Lá Dá Cá. E Miguel tinha razão. O ator que nos deixou nesta última terça feira, não quis se acomodar nos seus 57 anos de teatro, e fez do Seu Ladir uma personagem que hoje figura entre as criações mais inesquecíveis da televisão brasileira. Ladir alcançou tamanha importância que criou uma expressão, o “é mara”.

A história teatral de Ítalo é marcada pelos grandes movimentos do teatro brasileiro. Começou no Teatro Brasileiro de Comédia, onde seu grande papel foi o Sakini em A Casa de Chá do Luar de Agosto. Depois, ao lado de Fernanda Montenegro e Sérgio Britto, fundou o Teatro dos Sete, cuja criação antológica foi a montagem de O Mambembe, de Artur Azevedo, sob a direção de Gianni Ratto.

Ítalo inicia então uma das trajetórias mais consistentes de um intérprete brasileiro. Representa dramaturgos como Goldoni, Arthur Miller, Brecht e Suassuna. É um dos primeiros atores brasileiros a ser dirigido por Gerald Thomas na antológica encenação Quatro Vezes Beckett, onde dividia o palco com os não menos talentosos Sérgio Britto e Rubens Corrêa. Também se aventura pela direção, tendo especial predileção por encenar textos do dramaturgo inglês Harold Pinter. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas Tags:
Voltar ao topo