Publicidade

Publicidade

Arquivo de setembro 19th, 2011

19/09/2011 - 22:31

Caco Ciocler abre III Encontro de Teatro de Mauá nesta terça

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (aplauso@gmail.com)

ABC PAULISTA – Começa nesta terça-feira (20), com a apresentação do monólogo 45 Minutos, com Caco Ciocler e direção de Roberto Alvim, que, até domingo (25), traz programação gratuita incluindo espetáculos teatrais paulistanos, da própria cidade, espetáculos de rua, infantis, e atividades paralelas como as mesas de debate. Tendo como tema A Natureza do Homem, o festival recebeu, pela segunda vez, o patrocínio da Petrobrás, contando, ainda com o apoio da Braskem e do SESC São Paulo, entre outros, organização da Coordenadoria de Cultura por meio da Secretaria de Cultura, Esportes e Lazer, co-realização da Prefeitura de Mauá e da Cooperativa Paulista de Teatro.

"Luiz Antonio - Gabriela" - foto de Bob Sousa

Segundo Caio Evangelista, coordenador do III Encontro de Teatro de Mauá, a realização do projeto pelo terceiro ano consecutivo abre os horizontes culturais dos mauaenses que, pelo contato com diferentes formas de apresentação teatral, modifica e se torna mais estimulada em fazer arte.

Breve História de Mauá

A formação do Município de Mauá está intimamente ligada aos primeiros sesmeiros e às grandes fazendas em torno da Capela Nossa Senhora do Pilar, nos séculos XVII e XVIII. Daí o nome inicial do vilarejo: PILAR.

Naturalidade: mauaense

Formação do Município: Entre os primeiros moradores, estavam Antonio Franco da Rocha e Capitão João José Barbosa Ortiz (Juiz de Paz de São Bernardo entre 1846 e 1865). No dia 05/06/1861, o Barão de Mauá, através de procuração de José Ricardo Wright, compra duas fazendas: a Caguassu e a Capoava, do Capitão João e de suas irmãs Escolástica Joaquina e Catharina Maria, passando a ser grande proprietário local, embora morasse no Rio de Janeiro. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Notas e Oportunidades Tags:
19/09/2011 - 16:16

Peça sobre ataques homofóbicos na Paulista é lida no Masp

Compartilhe: Twitter

Redação do Aplauso Brasil (aplauso@gmail.com)

Débora Duboc lê peça de Luciano Mazza

A partir dos recentes e trágicos ataques homofóbicos na moderna e rica região da Avenida Paulista, em São Paulo, o dramaturgo Lucianno Maza acreditou ser urgente a reflexão sobre essa realidade e pesquisou sobre a homossexualidade hoje no Brasil, os grupos homofóbicos de skinheads e neo-nazifascistas, sua formação e pensamento. O resultado dessa pesquisa poderá ser visto na leitura dramatizada de seu novo texto: “Contramão”, que será apresentada na próxima segunda-feira, dia 19 de Setembro, às 19h30, no Grande Auditório do MASP, na própria Avenida Paulista. A apresentação faz parte da programação do projeto Letras Em Cena.

No elenco da leitura estarão grandes atrizes e jovens atores do teatro paulistano: Débora Duboc, Gustavo Haddad, Rosaly Papadopol, Fábio Lucindo, Haroldo Ferrari, Fábio Rhoden, Davi Kinski, Fernão Lacerda, Fernando Fecchio, Verlaine Pretto, Javert Monteiro e Thiago de Rogatis.

Lucianno Maza (Foto Bob Sousa)

Contramão começa com o encontro e envolvimento romântico de dois jovens homossexuais em um clube noturno. A caminho de casa, em uma grande avenida, o casal tem sua história interrompida por quatro rapazes homofóbicos, que lhes agride cruelmente até a morte e fogem. O que o grupo não esperava é que um dos dois, justamente o mais fraco fisicamente, sobrevivesse. A partir daí, é mostrada a obstinada luta da mãe deste jovem por justiça, além do empenho pessoal na sua recuperação física e psicológica. Em paralelo, acompanhamos a trajetória dos homofóbicos. Até que os caminhos deles se cruzem novamente.

A avenida Paulista e a homofobia

A avenida mais famosa do país, onde acontece uma das maiores paradas gays do mundo, também serve de triste cenário para tragédias envolvendo homossexuais agredidos por homofóbicos. Em novembro de 2010, dois jovens foram brutalmente espancados por um grupo de cinco adolescentes. O motivo? Foram identificados pelos garotos como um suposto casal homossexual. Durante a agressão, os homofóbicos utilizaram uma lâmpada fluorescente em formato de bastão, provocando cortes graves em um deles. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Notas e Oportunidades Tags: , , , , , , , , , , ,
19/09/2011 - 15:34

Escola Livre de Cinema e Vídeo cadastra atores e atrizes

Compartilhe: Twitter

Escola Livre de Cinema e Vídeo de Santo André

ABC PAULISTA – Os alunos da Escola Livre de Cinema e Vídeo de Santo André estão cadastrando atores e atrizes que estejam interessados em atuar em curtas, médias e longas metragens produzidos  na escola e em seus projetos.

Os interessados deverão enviar um  e-mail solicitando a ficha de cadastro para:
castingelcv@gmail.com

Os filmes produzidos são basicamente independentes, portanto nem sempre haverá remuneração.

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags:
Voltar ao topo