Publicidade

Publicidade

Arquivo de setembro 25th, 2011

25/09/2011 - 19:27

Tulipa Ruiz lança Efêmera no SESC Pompeia

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (aplauso@gmail.com)

Tulipa Ruiz

Sua recente participação no Rock in Rio (Palco Sunset), o Prêmio Multishow de Melhor Cantora e o convite da Embaixada Brasileira dos Estados Unidos para mostrar aos norte-americanos o som das representantes da nova MPB, já conferem ao show de lançamento do clipe e vinil de Efêmera (escolhido pela Revista Roling Stone como o melhor CD de 2010), da cantora e compositora Tulipa Ruiz, extremo desejo em comparecer à Chopperia do SESC Pompeia, nesta sexta-feira (30), para conferir o espetáculo.

Efêmera tem quase todas as músicas compostas por Tulipa e o seu lançamento teve boa repercussão na crítica e público da MPB, inclusive na Europa. Suas canções, com referências de blues, pop, groove com uma levada rock, convidam para dançar, comover e confortar. As dez faixas que compõem o álbum variam em estilos e proporcionam uma viagem musical do passado aos dias de hoje.

Segundo material divulgado à imprensa, e que concordo, “A música que dá título ao álbum, Efêmera, tem um tom retrô, meio havaiano. Em Pedrinho o teclado martela um blues, com toque meio banda militar. Enquanto que Ás vezes é a canção mais pop do disco, possui referência aos anos 80. Essa última foi composta pelo pai de Tulipa, o guitarrista Luiz Chagas, que ao lado do irmão dela, o compositor Gustavo Ruiz, tocam vários instrumentos também. Entre as atuais cantoras de MPB, ela se destaca por ser uma compositora que abusa na variedade de estilos, o que a tornou a maior promessa da nova MPB nos últimos anos”.

SERVIÇO:

PLATAFORMA  – Tulipa Ruiz

30 de setembro (sexta-feira), às 21h, no Teatro

Classificação indicativa: 12 anos

Ingressos: de R$ 4 a R$ 16

Duração: 60 minutos

Lotação: 700 pessoas

SESC Pompeia – Rua Clélia, 93
Telefone para informações: (11) 3871-7700
<a href="“>

Autor: - Categoria(s): Multimídia, Notas e Oportunidades Tags:
25/09/2011 - 15:52

Marcelo Médici e Ricardo Rathsam levam público ao delírio cômico

Compartilhe: Twitter

Maria Lúcia Candeias*, especial para o Aplauso Brasil (aplauso@gmail.com)

Marcelo Médici e Ricardo Rathsam em peça de Emílio Boechat

Nunca ri tanto como em Eu Era Tudo Pra Ela e Ela Me deixou. Se eu ri, não me lembro, pelo menos no teatro. Marcelo Médici está arrebentando a boca do balão no ótimo e divertido texto de Emílio Boechat, em cartaz no Teatro FAAP. A plateia ri sem parar. E não só por causa de Marcelo, mas também de Ricardo Rathsam (que dirigiu Médici em Cada Um Com Seus Pobrema) que contracena com ele o tempo todo, sem se distanciar de seu personagem, ingênuo e triste, nem por um segundo, como se não entendesse as barbaridades que seu companheiro de cena faz na pele de vários tipos de homens e mulheres. É o máximo!

Conduzir bem esses dois atores no palco não deve ser fácil e é o que se vê na direção de Mira Haar (assistida por Patrícia Gasppar e Paula Weinfeld) que ainda assina os excelentes figurinos. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo