Publicidade

Publicidade

Arquivo de outubro 13th, 2011

13/10/2011 - 19:08

“Contaminado pelo vírus da direção teatral”, Jô Soares volta em O Libertino

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (aplauso@gmail.com)

"O Libertino"

Um desejo compartilhado há tempos entre Jô Soares e Cássio Scapin, quando o primeiro entrevistou o segundo, concretiza-se hoje, no Teatro Cultura Artística do Itaim, com a estreia de O Libertino, de Eric-Emmanuel Schmitt, adaptação e direção de Jô Soares que soma mais de cinco direções teatrais, só na primeira década deste século, e considera estar “contaminado pelo vírus da direção teatral” desde  sua primeira empreitada na função, Frankesteins, em 2002.

Cássio Scapin dá vida ao filósofo, escritor e teatrólogo Denis Diderot (1713-1784), um dos idealizadores intelectuais da Revolução Francesa (1789), nesta comédia dramática que mescla fatos reais e fictícios para abordar o “drama da vida de Diderot: sua incontrolável paixão pelas mulheres”, segundo Jô Soares que recorda ser o personagem, o primeiro crítico de teatro profissional, embora a trama da peça, não fale, especificamente, de Diderot no teatro.

“Ele era padre, foi professor de teologia, mas é um imoral. E sofre, sofre com o que ele mais gosta e por causa do que ele mais gosta: das mulheres. E o melhor do espetáculo é que ela é muito engraçada”, adianta Jô Soares.

O enredo foca o período em que Diderot vai descansar num castelo da área rural francesa e recebe, então, a incumbência de escrever o verbete “Moral” para A Enciclopédia, obra em que se dedica anos a fio.

“Essa peça é baseada na vida do Diderot, mas é ficcional. Schmitt trabalha com o aspecto contraditório da personagem. Um filósofo que escreve o verbete ‘Moral’ para A Enciclopédia, por dinheiro, por sobrevivência. Então, há na peça sempre esse conflito: o que guia o Diderot? O pensamento dele? A razão ou o desejo? O que o move?”, adianta Cássio Scapin.0

Luiza Lemmertz interpreta uma menina de 17 anos, dona do quarto no castelo em que se passa a ação da peça.

“Ela é filha de um barão que acolhia todos esses intelectuais iluministas. Vejo minha personagem como uma entediada, que se renova quando está no meio desses intelectuais todos”, diz Luiza. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags:
13/10/2011 - 18:49

Confira galeria de fotos de O Libertino

Compartilhe: Twitter

[slideshow id=48]

Jairo Goldflus

Ficha Técnica:

Autor –  Eric Emmanuel Schmitt

Tradução – Aline Meyer

Adaptação e direção geral – Jô Soares

Elenco: Cassio Scapin, Luciana Carnieli, Luiza Lemmertz, Tânia Casttello, Erica Montanheiro e Daniel Warren

Iluminação – Maneco Quinderé

Figurinos – Fabio Namatame

Cenários – Chris Aizner

Música Original : Eduardo Queiroz

Direção de Produção – Fernanda Signorini

Fotos: Jairo Goldflus

Programação Visual: Denise Bacelar

Realização Cassio Scapin e Fernanda Signorini

Patrocínio: MAN Latin America, fabricante dos caminhões e ônibus da marca Volkswagen, Telefônica e Correios

Ministério da Cultura

Projeto realizado com Apoio do Governo de São Paulo, Secretaria de Estado da Cultura – Programa de Ação Cultural de 2011

O LIBERTINO

Teatro Cultura Artística Itaim (303 lugares)

Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 1830 – Itaim
Televendas – 3258-3344  www.culturaartistica.com.br

Bilheteria: terça e quarta, das 15h às 19h. Quinta a domingo, das 15h até o início do espetáculo. Aceita cheque e todos os cartões de crédito e debito. Estacionamento conveniado no local, R$ 16.

Quinta e sábado às 21h. Sexta às 21h30. Domingo às 18h

Ingressos: Quinta R$ 40. Sexta e domingo R$ 50. Sábado R$ 60

Duração: 90 minutos

Recomendação: 16 anos

Estreia dia 13 de outubro

Temporada: até  27 de novembro

Autor: - Categoria(s): GALERIA DE FOTOS Tags:
Voltar ao topo