Publicidade

Publicidade

Arquivo de novembro 18th, 2011

18/11/2011 - 22:14

Tem Grapetes no Teatro da Faculdade Cásper Líbero

Compartilhe: Twitter

Redação do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Peça baseada em romance "Memorias de Um Sargento de Milícias" ganha montagem

SÃO PAULO – Todos os sábados às 14h, até o dia 26 de novembro, o grupo de teatro Grapetes apresenta o espetáculo Afinal, um Sargento de Milícias, no Teatro Cásper Líbero. A adaptação, realizada por Ênio Gonçalves, baseou-se no texto teatral de Millôr Fernandes que, por sua vez, transformou em peça teatral o romance Memórias de um Sargento de Milícias, de Manuel Antônio de Almeida.

Formado por alunos da graduação e da pós-graduação da Faculdade Cásper Líbero, o grupo Grapetes surgiu há um ano como uma iniciativa de estímulo ao desenvolvimento do teatro universitário.

Serviço

Afinal, um Sargento de Milícias

Datas: 12,19 e 26 de novembro (sábado)

Horário: 14h

Local: Teatro Cásper Líbero – Av. Paulista, 900 – 1º andar

Texto – Millôr Fernandes

Adaptação – Ênio Gonçalves

Direção Geral – Mara Faustino

Direção Musical e Preparação Vocal Olívia Genesi

Valor: gratuito

Autor: - Categoria(s): Notas e Oportunidades Tags:
18/11/2011 - 21:44

Marcelo Drummond dirige trama policial de Plínio Marcos

Compartilhe: Twitter

Redação do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"O Assassinato do Anão do Caralho Grande"

SÃO PAULO – Quem matou Janjão, o anão do circo cigano? Qual o motivo do crime? Houve, realmente, um crime? Em torno desse mistério gira em O Assassinato do Anão do Caralho Grande, peça de Plínio Marcos, que destila humor, sarcasmo e “verdades” politicamente incorretas para contar a história em torno da perseguição a um grupo de artistas mambembes, acusados de um inusitado assassinato. A trama policial ganha tons fortes de farsa nas mãos do ator e diretor Marcelo Drummond, que assina a direção da montagem. A peça fica em cartaz até o dia 18 de dezembro no Studio 184 (Pça. Roosevelt), sempre às sextas e sábados, às 23h, e domingos, às 20h.

A frustrada mulher do prefeito da cidade interiorana onde se passa a trama inicia toda a história, quando comanda a invasão ao Gran Circus Atlas, administrado por um grupo de ciganos mambembes. Acusando a trupe de alimentar o leão Platão com gatos e cachorros, envolve a sociedade local e o delegado da cidade numa perseguição aos artistas, que acabam sendo acusados do assassinato do anão Janjão, cujo maior “talento” era ter um pênis de tamanho exagerado. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags:
18/11/2011 - 17:49

Sangue Seco re-estreia no Studio 184

Compartilhe: Twitter

Adriano Oliveira, especial para o Aplauso Brasil     (Adriano@aplausobrasil.com)

Léia Rapozo protagoniza peça dirigida por Everson Basili

SÃO PAULO – O espetáculo Sague Seco, da Companhia Monalisa de Teatro, re-estreia hoje no Studio 184. A peça é faz um recorte sobre a história social das mulheres. A direção é de Everson Basili, que também assina a cenografia e figurino.

O texto narra a história de uma mulher fascinada pela figura da Noiva e que, durante anos, assistiu a casamentos de desconhecidos. No decorrer da narrativa a trilha sonora, tocada ao vivo, ajuda a acentuar as intenções apresentadas nas cenas.

O destaque fica para a exploração de sentimentos como esperança e solidão, dor e superação, desejo e frustração, amor e medo, através da figura da Noiva.

Escrito escrita por Neusa Steiner e interpretado por Léia Rapozo, Sangue Seco parte de uma pesquisa da Cia. Monalisa sobre o universo feminino. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Notas e Oportunidades Tags: ,
18/11/2011 - 16:33

Último final de semana de Tio Vânia do Grupo Galpão

Compartilhe: Twitter

Maurício Mellone* (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Yara de Novaes dirige "Tio Vania" foto de Guto Muniz

Você tem até domingo para conferir a montagem do grupo mineiro para o clássico de Anton Tchekhov, no SESC Vila Mariana, com direção de Yara Novaes

SÃO PAULO – Um clássico é sempre clássico. E quando se trata de uma peça do escritor e dramaturgo russo Anton Tchekhov aí é imprescindível. Por isso que você não pode deixar de assistir a montagem do Grupo Galpão, de Minas Gerais, para o clássico de Tchekhov Tio Vânia (aos que vierem depois de nós), que encerra temporada de nesse final de semana no SESC Vila Mariana.

Com direção de Yara Novaes, o espetáculo do Galpão já percorreu diversos festivais de teatro pelo país, cumpriu temporada em Belo Horizonte e Rio, além da apresentação no Teatro Vascello (Roma/ Itália) antes dessa temporada paulistana.

Tio Vânia (aos que vierem depois de nós) não é o primeiro trabalho do Galpão com Anton Tchekhov . Em 2008, o grupo participou de um projeto que uniu teatro e cinema: sob direção de Enrique Diaz, o processo de montagem da peça As Três Irmãs, era o roteiro do diretor Eduardo Coutinho para o documentário Moscow. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo