Publicidade

Publicidade
18/11/2011 - 17:49

Sangue Seco re-estreia no Studio 184

Compartilhe: Twitter

Adriano Oliveira, especial para o Aplauso Brasil     (Adriano@aplausobrasil.com)

Léia Rapozo protagoniza peça dirigida por Everson Basili

SÃO PAULO – O espetáculo Sague Seco, da Companhia Monalisa de Teatro, re-estreia hoje no Studio 184. A peça é faz um recorte sobre a história social das mulheres. A direção é de Everson Basili, que também assina a cenografia e figurino.

O texto narra a história de uma mulher fascinada pela figura da Noiva e que, durante anos, assistiu a casamentos de desconhecidos. No decorrer da narrativa a trilha sonora, tocada ao vivo, ajuda a acentuar as intenções apresentadas nas cenas.

O destaque fica para a exploração de sentimentos como esperança e solidão, dor e superação, desejo e frustração, amor e medo, através da figura da Noiva.

Escrito escrita por Neusa Steiner e interpretado por Léia Rapozo, Sangue Seco parte de uma pesquisa da Cia. Monalisa sobre o universo feminino.

“Através de uma delicada trama entre memória, realidade e imaginação, a personagem se vê frente às questões que envolvem a identidade das mulheres contemporâneas”, conta a atriz Léia Rapozo.

"Sangue Seco" - credito Everson Basili

Fundada em 2009, a Cia. Monalisa de Teatro nasceu de um grupo de estudos sobre dramaturgia. Interessada em investigar o Arquétipo Feminino e suas influências nas relações humanas.

Serviço:
SANGUE SECO – Re-estreia dia 18 de novembro de 2011, sexta-feira, às 20h30.

Duração: 50 minutos.

Recomendação: 12 anos.

Ingressos: R$ 24 (estudantes, maiores de 60 anos, professores de escolas públicas e particulares e classe teatral têm 50% de desconto.

Dias: 18 e 25 de novembro, às 20h30 e dias 02 e 07 de dezembro, às 20h30.
STUDIO 184 – Praça Roosevelt, 184.

Tel: 3259.6940.

Acesso para deficientes. Não possui estacionamento.

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Notas e Oportunidades Tags: ,

Ver todas as notas

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo