Publicidade

Publicidade

Arquivo de novembro 25th, 2011

25/11/2011 - 23:14

Em seu quarto Nelson Rodrigues, Grupo Gattu provoca amor à primeira visita

Compartilhe: Twitter

Afonso Gentil, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Grupo Gattu encena "A Serpente" sob direção de Eloísa Vitz

SÃO PAULO – Com 10 anos de intensas atividades, desde sempre sob a direção da culta e talentosa Eloisa Vitz,  mestra na arte paradoxal de mesclar cartesianismo  e os devaneios da paixão, o Grupo Gattu (sobrinho involuntário do tiozão  TAPA) comemora sua 11ª encenação (a quarta de textos rodriguianos com A Serpente).

Com bom conceito por parte de um setor da crítica (o mais antenado) e de um público fiel (ainda reduzido, como nos tempos heróicos do TAPA ), a jovem diretora e sua numerosa e  empenhada equipe não conseguem esconder a perplexidade. Motivo: a “classe teatral” teima em se manter alheia aos belos frutos da rotina de 30 horas semanais de preparo das técnicas teatrais a que o conjunto se impôs nesse tempo todo de caminhada.

Para enfrentar os desafios da modernidade de encenação de um texto, o Grupo continua dedicando-se  às técnicas corporais, da dança, da voz, do canto, da música, das artes plásticas e agora, para A Serpente,  também da yôga e da circense corda bamba .

Fica, então, a critério de cada um do meio teatral aliviar essa constrangedora situação, alimentada, talvez, pela serpente do ciúme para com os  eleitos das musas.

A Serpente causa taquicardia e vertigens Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , ,
25/11/2011 - 22:31

Com direção de Jonas Bloch, Três Homens Baixos volta a ser encenada agora com Francisco Cuoco

Compartilhe: Twitter

Maurício Mellone* (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"Três Homens Baixos" - foto de Paula Kossatz

Peça de Rodrigo Murat volta a ser encenada agora com Francisco Cuoco, Anselmo Vasconcellos e Orlando Vieira e com cenário de Renato Scripilliti

SÃO PAULO – Em 2001 o espetáculo de Rodrigo Murat era estrelado por Rogério Cardoso, Flávio Galvão e Jonas Bloch, que desta vez assina a direção. Francisco Cuoco, Anselmo Vasconcelos e Orlando Vieira vivem nessa nova montagem os três amigos de infância que se encontram periodicamente na mesa de um bar. A comédia Três Homens Baixos foi criada para brincar com outra peça,Três Mulheres Altas, do dramaturgo norte-americano Edward Albee, encenada no Brasil em 1995 por Beatriz Segall, Nathalia Timberg e Marisa Orth. Ao contrário de Albee, Murat fez uma comédia rasgada, localizada no bar, local ideal para se jogar conversa fora e também para confissões íntimas; ele brinca com temas tabus para o universo masculino, como a impotência, a infidelidade e a homossexualidade. O espetáculo estreou no Teatro Jaraguá e fica em cartaz até 18 de dezembro.

Os três amigos, o professor Ciro (Cuoco), o banqueiro de jogo do bicho Samuca (Anselmo) e o publicitário Titi (Orlando que também é o responsável pela produção da peça), sempre se encontram no mesmo bar e da mesma forma, cantando marchinhas picantes que entoavam na infância.

Logo se vê que esses encontros acontecem de tempos em tempos e a cada vez eles fazem uma recapitulação de suas últimas experiências. Como acontece na vida real, depois do segundo copo há mais descontração e as intimidades se afloram. Samuca é rato de academia, esconde como pode a idade e se vangloria de suas conquistas com as mulheres, principalmente as mais novinhas. Titi, um publicitário bem-sucedido, conta que se divorciou e assume-se gay, para espanto do bicheiro.

Já o professor, tímido e um tanto mão de vaca, não resiste e confessa ter problemas de ereção. Pronto, com ironia, tabus do universo masculino são postos à mesa e os três amigos são obrigados a lidar com temas bem delicados, como impotência, homossexualidade e infidelidade no casamento (o garanhão sabe ao ficar viúvo que a mulher tinha amantes). Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags:
25/11/2011 - 21:45

Últimos dias para cadastro de peças no Fringe

Compartilhe: Twitter

FESTIVAL DE CURITIBA

Termina no dia 04 de dezembro o prazo de recebimento de propostas para o Festival de Curitiba de 2012. Os cadastros são online pelo site www.fringe.com.br

CURITIBA – Segue até o dia 04 de dezembro o período para cadastro de espetáculos interessados em participar do 21º Festival de Curitiba dentro da mostra Fringe. Em 2012, o evento acontece de 27 de março e 08 de abril. As apresentações do Fringe iniciam no dia 28 de março. O cadastro de projetos é online, sem a necessidade de enviá-los pelo correio. Basta entrar no site www.fringe.com.br e preencher o cadastro até às 23h59 do dia 04 de dezembro de 2011.

A participação é aberta à companhias, produtoras, grupos e artistas independentes do Brasil e do exterior. O único pré-requisito é que pelo menos 80% dos componentes do grupo possuam registro profissional. O Fringe oferece uma boa oportunidade de abrir novas portas aos participantes, pois recebe a crítica especializada, curadores e programadores de todo o Brasil e exterior.

“O Fringe transformou-se em uma vitrine importante para a revelação de muitos artistas e companhias, que são contratados para apresentar seus trabalhos em outros locais, mostras e festivais depois de serem vistos aqui”, comenta Ana Hupfer, coordenadora geral do Festival de Curitiba. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , , , ,
25/11/2011 - 19:03

Seleção para profissionais de circo

Compartilhe: Twitter

Atenção artistas circenses que desejam participar de evento de grande porte a ser realizado em São Paulo, produtora seleciona casting para as seguintes vagas:

Palhaços, Pernas de Pau, Malabares, Monociclista, Equilibrista, Cospe fogo , Mágicos, anões, entre outros.

Interessados enviar currículo e fotografia para o e-mail biacasting@gmail.com o  mais breve possível.

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags:
25/11/2011 - 15:57

Depois Daquela Viagem de volta em sessões especiais

Compartilhe: Twitter
Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags:
Voltar ao topo