Publicidade

Publicidade
25/11/2011 - 15:57

Depois Daquela Viagem de volta em sessões especiais

Compartilhe: Twitter

Luís Francisco Wasilewski, especial para o Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

"Depois Daquela Viagem"

SÃO PAULO – Depois do sucesso da curta temporada no SESC Consolação, a peça Depois Daquela Viagem volta aos palcos na próxima quinta-feira (1º de dezembro), Dia Mundial de Luta contra a Aids. A peça narra a história da autora que, aos dezesseis anos e em sua primeira transa, contraiu o HIV.

Primeira adaptação para os palcos do livro homônimo de Valéria (lançado em 1997 no Brasil, com mais de 300 mil exemplares vendidos), o espetáculo teatral Depois Daquela Viagem continua sua carreira e volta em cartaz nas unidades do SESC Ipiranga (dia 1º de dezembro, às 15h), Santo Amaro (dias 6 e 13 de dezembro, às 20h), Santo André (dia Dia 8 de dezembro, às 15h) e Bom Retiro (dias 14 e 15 de dezembro, às 20h.

Com produção da jornalista Roseli Tardelli, a adaptação ficou a cargo de Dib Carneiro Neto, que coloca em cena as histórias, sofrimentos, superação e vitórias de uma jovem que, com coragem e determinação, conduz a sua vida, após receber o diagnóstico de ser soropositiva.

"Depois Daquela Viagem"

“Fiz uma peça cheia de cenas curtas, muito entrecortada, ágil, aflita, corrida, porque a gente sabe que o tempo dos jovens é assim, bem diferente do tempo dos ‘maduros’. Foi um desafio, mas o livro da Valéria já tem muito ritmo e isso me ajudou muito,” observa Dib Carneiro Neto.

Dib optou por colocar em cena três Valérias diferentes. Uma Valéria conta suas memórias de infância e a relação com os pais separados. A outra vive sua relação com os médicos, dentro dos consultórios, lidando com os preconceitos logo na descoberta do vírus, tentando aprender a viver com a doença. A terceira assume as cenas em que Valéria está nos EUA, estudando.

“As três se relacionam o tempo todo durante o espetáculo e se unem no final. É como se, ao receber a notícia, ela se multifacetasse, se esfacelasse – essa é a ideia da divisão da personagem em três. À medida em que ela vai suportando e driblando sua nova realidade, junta de novo todas as partes e segue em frente. É realmente uma belíssima lição de vida”, completa o dramaturgo.

O cenário e o figurino de Márcio Medina estão apoiados nos elementos do universo hospitalar, como macas, cadeiras de rodas e suportes para soro. Nos figurinos, o objetivo é buscar uma conexão com os jovens.

A diretora Abigail Wimer explica essa opção pelos objetos hospitalares na direção de arte: “ Depois Daquela Viagem é uma grande história. Bem vivida e bem escrita por Valéria, e bem adaptada por Dib Carneiro.

O texto trata de sexo, preconceito e precaução. A montagem enfatiza a ausência da precaução e, por isso, o pano de fundo é o universo da medicina”.

Sobre ter finalmente seu livro adaptado para o teatro, Valéria relata:

“É gratificante saber que minha história, 13 anos depois de o livro ter sido publicado, continue ajudando a tratar da temática da Aids, do preconceito e da adolescência. Ver algumas cenas me fará entrar em contato novamente, e, muitos anos depois, com trechos marcantes de minha vida”, diz a  autora.

Depois Daquela Viagem Autor – Dib Carneiro Neto. Direção geral e musical – Abigail Wimer. Direção de atores – Silen de Castro. Assistente de direção – Alcione Alves. Elenco – Camila Minhoto, Carol Capacle, Charlene Chagas, Daphne Bozaski, Eliot Tosta, Geraldo Rodrigues, Giovani Tozi, Leonardo Stefanini, Maria Bia Martins,  Mariana Leme, Naiara de Castro, Osvaldo Antunes, Rafael Sola e Renata Fasanella. Cenários e figurinos – Márcio Medina. Iluminação – Domingos Quintiliano. Direção de Produção – Roseli Tardelli. Produção:Maurício Barreira. Dia 1º de dezembro, quinta-feira, às 15h – SESC IPIRANGA – Rua Bom Pastor, 822– Ipiranga – SP.Dia 8 de dezembro, quinta-feira, às 15h -SESC SANTO ANDRÉ- Rua Tamarutaca,302–Sto André.Dias 6 e 13 de dezembro, terças –feiras, às 20h – SESC SANTO AMARO – R.Amador Bueno, 505 Sto Amaro-SP. Dias 14 e 15 de dezembro, quarta e quinta-feira, às 20h – SESC BOMRETIRO – Al. Nothmann, 185. Bom Retiro

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags:

Ver todas as notas

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo