Publicidade

Publicidade
15/03/2012 - 17:20

As múltiplas Nises de Mariana Terra

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil/ iG  (Michel@aplausbrasil.com)

"Nise da Silveira", com Mariana Terra. Foto - Jackeline Nigri

SÃO PAULO – Uma personagem monumental feito a Dra. Nise da Silveira, uma das primeiras brasileiras a se formar em medicina, cujo mergulho nas veredas do Inconsciente, inspiração do mestre C. G. Jung, levou-a a negar a terapia à base de eletro-choque e tratar seus “doentes” com pinturas que revelavam imagens de seus inconscientes, merecia a multiplicação de instrumentos interpretativos para dar conta dessa imensidão de Nises. Em Nise da Silveira – Senhora das Imagens, roteiro e direção de Daniel Lobo, cuja temporada acaba de ser prorrogada hoje, no Teatro Eva Herz, a atriz Mariana Terra alcança a estatura de sua personagem.

A entrada da plateia no pequeno e aconchegante teatro localizado dentro da livraria cultura já é um convite a esquecermos o tempo acelerado de nosso cotidiano em favor de um tempo sagrado, em que o acelerado ritmo diário dá pausa ao mergulho no profundo em nós.

Forma e conteúdo explodem na  medida exata exigida ao transpor um ser que, mesmo destacando-se de outros, tem inúmeras facetas. A teatralidade, o ritual, a cerimônia são palavras-chave que definem o  rico trabalho de Mariana  Terra. Feito artesã extremamente consciente dos instrumentais capazes de potencializar sua arte de intérprete, corpo e voz são utilizados com graciosa comunhão e vibrante consciência.

"Nise da Silveira". Com Mariana Terra. Foto - Jackeline Nigri

As coreografias de Ana Botafogo brotam da observação e potencialização do que Mariana oferece. A impressão é de organicidade.  Não destacamos o que é coreografado e o que é o simples fluir do movimento.

As modulações e diferentes tons de voz somam, ainda mais, riquezas à interpretação, caminho privilegiado pela sensível encenação-rito de Daniel Lobo.

Fartos são os predicados de Nise da Silveira – Senhora das Imagens, que contém uma impecável trilha sonora  assinada por João   Carlos Assis Brasil.

Ficha Técnica

Dramaturgia, concepção multimidia e direção: Daniel Lobo. Interpretação e co-dramaturgia: Mariana Terra. Coreografia: Ana Botafogo Trilha original: João Carlos Assis Brasil Participações de Carlos Vereza (como a voz de Carl Jung) e Ferreira Gullar, José Celso Martinez Corrêa, Ednaldo Lucena e Gilray Coutinho (em vídeo) Preparação vocal: Angela Herz Cenografia e figurino: Ronald Teixeira Desenho de luz: Djalma Amaral Percussão: Marco Lobo Ensaiadora: Inês Pedroza Edição: Personal Filme (Daniel Trindade) Realização: Essencial Companhia de Teatro.

Serviço

Nise da Silveira – Senhora das Imagens

Local: Teatro Eva Herz – Livraria Cultura | Conjunto Nacional – Avenida Paulista, 2.073 – Bela Vista – São Paulo/SP

Temporada: Até 27 de julho de 2012, Quintas e Sextas, às 21h

Fone bilheteria: 11 3170-4059 Site: www.teatroevaherz.com.brwww.ingresso.com

Capacidade: 168 lugares (Quatro espaços para cadeirantes) Duração: 1h30 min

Classificação: a partir de 16 anos

Ingresso: R$50,00. Meia-entrada para estudantes, idosos, professores da rede pública de ensino e portadores de necessidades especiais

Horário de atendimento da bilheteria: de Terça a sábado: das 14h às 21h e domingos: das 12h às 19h

Acesso para deficientes/Banheiro para deficientes/Ar condicionado/Aceita todos os cartões/Não aceita pagamento em cheque

Autor: - Categoria(s): Críticas, MICHEL FERNANDES RECOMENDA, Multimídia Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

Ver todas as notas

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo