Publicidade

Publicidade
22/03/2012 - 13:09

Adriane Galisteu é Uma Mulher do Outro Mundo

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Elenco e diretor de "Uma Mulher do Outro Mundo"

SÃO PAULO – Uma Mulher do Outro Mundo, escrita em 1941 pelo dramaturgo inglês Noël Coward, é inédita no Brasil e tem produção de Ecilia Mutzenbecher, quem administra o Teatro das Artes, local em que as apresentações da comédia protagonizada por Adriane Galisteu começam amanhã.

Ecilia viu Uma Mulher do Outro Mundo na Broadway e vislumbrou seu sucesso aqui no Brasil: “O texto tem tudo a ver com o Brasil, pois é uma comédia alegre, simpática e trata de temas atemporais¨, afirma a produtora.

Toda a equipe técnica e o elenco foram convidados pela produção. Além de Adriane Galisteu, Jairo Mattos, Lúcia Veríssimo e Iara Jamra, a atriz Dani Mustafci interpreta Edith, a empregada, e o ator Marcio de Luca faz o papel do Dr. Bradman, amigo da família.

Com o intuito de obter informações para um novo livro, o escritor Charles Condomine (Jairo Mattos) e sua segunda esposa, Ruth (Lúcia Veríssimo), convidam uma médium, Madame Arcati (Iara Jamra), para jantar e realizar uma sessão espírita.

Madame Arcati se revela possuidora de reais poderes e por não ter controle sobre eles, ela acaba trazendo do ¨além-túmulo¨ a primeira esposa de Charles, Elvira (Adriane Galisteu).

Elvira torna a vida do casal um inferno e toda a história gira em torno da guerra que se estabelece entre Elvira e Ruth.

Na opinião de Reinecke, através do humor, a montagem nos leva a refletir sobre as relações humanas e nossas religiões.

O supernatural ocorre em virtude do afeto que Elvira sente pelo ex-marido, porque ela morreu de repente e não consegue aceitar que o marido se casou novamente, visto que havia amor entre eles enquanto ela estava viva.

Para o elenco, está sendo um prazer participar desta produção, mas somente Lúcia Veríssimo é ligada a questões espirituais, ao contrário de sua personagem, que é cética e ciumenta: “Estudo Teosofia desde os 16 anos e creio nas questões sobrenaturais. Estamos aqui para cumprir determinadas funções e aprender. E por não termos essa noção é que estamos destruindo o nosso planeta”, afirma a atriz.

Comédia de Nöel Coward é dirigida por Alexandre Reinecke

Adriane Galisteu já tinha lido o texto há um ano e salienta que a peça garante muita diversão: ¨Qual a mulher que não gostaria de voltar como um fantasma para atazanar a vida da atual mulher do seu marido? indaga a atriz e apresentadora.

Sobre a sua participação na montagem, Galisteu declara: “Fazer teatro exige dedicação e disciplina. Não pretendo abandonar a carreira de apresentadora mas, a partir do momento que me dedico ao teatro, me torno uma apresentadora melhor”, finaliza Adriane.

O ator Marcio De Luca estava fora dos palcos desde 1989 e disse estar muito feliz em voltar nesse espetáculo: ¨A dramaturgia é maravilhosa, o elenco é perfeito e o diretor muito competente, e tem realizadoexcelentes produções teatrais na atualidade. Estou muito feliz em fazer parte dessa produção”, conta o ator.

Jairo Mattos declara que a sua religião é o teatro e o que o atrai é a realização de trabalhos de qualidade, baseados em boas histórias. Está muito animado com a estreia porque aprecia muito o texto, que já foi apresentado ao público há algum tempo, através de leitura dramática, e foi bem recebido.

Para a montagem brasileira, foi realizada uma adaptação para adequar o conteúdo à realidade do nosso país. O texto original possuía três atos e era mais demorado do que a versão que o público brasileiro terá a oportunidade de assistir.

“O público brasileiro não aprecia textos muito longos; diminuímos e retiramos cenas, mas sem perder a essência do conteúdo”, afirma a produtora.

“Mantivemos o cotidiano inglês como base, mas, como ninguém faz comédia como o brasileiro, foi impossível não colocar um molho brasileiro na obra; há aspectos da cultura inglesa, com pitadas do humor peculiar existente no nosso país”, complementa o diretor Alexandre Reinecke.

Segundo Lúcia Veríssimo, dificilmente o público brasileiro gostaria da peça se ela mantivesse somente o humor inglês.

“A nossa montagem tem cenas hilárias, protagonizadas, sobretudo, pela médium, interpretada pela Iara Jamra, e isso certamente garantirá o nosso sucesso”, afirma a atriz.

Todos os elementos cênicos preservam as características da época em que a trama acontece, mas não houve a preocupação em ser totalmente fiel ao período, já que a comédia é atemporal.

O cenário é um dos destaques e tem a concepção assinada por José de Anchieta. De caráter realista e clássico, não deixa de apresentar características teatrais, que valorizam a imaginação e a criatividade. Apresenta quatro planos e fundo desfalcado, que dará suporte às cenas de cunho sobrenatural. De inspiração inglesa, ambientará o público na residência do casal Charles e Ruth.

Para as cenas em que a esposa morta aparece, há brincadeiras de mágicas e efeitos especiais quando ela levanta, por exemplo, vasos e outros objetos, mas o destaque das cenas são os efeitos teatrais. Somente o ex-marido vê a mulher, o restante dos personagens não podem enxergá-la, Quando ela levanta um vaso ou uma mesa, por exemplo, o público entra na brincadeira e imagina que o vaso está voando sozinho. Para a atriz Lúcia Veríssimo, isso é o que torna a peça mais engraçada.

Uma Mulher do Outro Mundo tem o patrocínio da Bradesco Seguros e Previdência e a temporada em São Paulo vai até 27 de maio. Depois a peça fará uma temporada no Rio de Janeiro.

Roteiro:

Uma Mulher do Outro Mundo

Adaptação e direção: Alexandre Reinecke

Tradutor: Miguel Paiva

Elenco: Adriane Galisteu, Lúcia Veríssimo, Jairo Mattos, Iara Jamra, Marcio De Luca e Dani Mustafci

Cenários: José de Anchieta

Figurinos: Fábio Namatame

Iluminação: Wagner Freire

Trilha sonora:Tunica

Produção Executiva: Marco Aurelio Monteiro

Direção de Produção: Ecila Mutzenbecher

Serviço:

Teatro das Artes (742 lugares)

Avenida Rebouças, 3970 – Shopping Eldorado, 3º piso

Bilheteria: terças e quartas das 14h às 20h; de quinta a domingo, das 14h até o início do espetáculo.

Aceita cartão de débito e crédito. Não aceita cheque.

Informações: (11) 3034-0075

Vendas pela internet: www.ingresso.com e por telefone: 4003-2330

Estreia dia 23 de março

Sextas 21h30, Sábados às 21h e Domingo, às 19h.

Ingressos: Sexta e Domingo R$ 60. Sábado R$ 70.

Duração: 100 minutos

Recomendação: 12 anos

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Ver todas as notas

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo