Publicidade

Publicidade
10/04/2012 - 20:27

Rodrigo Lombardi vive no palco o mito de Dom Juan

Compartilhe: Twitter

Maurício Mellone, editor do Favo do Mellone site parceiro do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

O ator Rodrigo Lombardi protagoniza clássico de Molière

Montagem do clássico de Moliére é assinada por William Pereira, responsável também pela cenografia e trilha sonora. No elenco, ao lado de Rodrigo estão Eduardo Estrela, Clarissa Kiste e Roberto Arduim entre outros

SÃO PAULO – Moliére há mais de 400 anos debruçou-se sobre o mito do sedutor e galanteador Dom Juan e não é por acaso que seu texto é um clássico até os nossos dias. Em tempos de conquistas pela internet e relações fugazes e descartáveis, nunca as artimanhas da conquista de um personagem tão elegante e sedutor como Dom Juan calam tão fundo nas plateias atuais.

No espetáculo Dom Juan, em cartaz no Teatro Raul Cortez, o ator Rodrigo Lombardi faz o personagem título, William Pereira assina a direção e o professor Jorge Coli foi o responsável pela tradução do texto de Moliére.

“Não vamos nos preocupar com o mal que pode nos acontecer, vamos nos preocupar com o que pode nos dar prazer.” Esta frase é a síntese do sedutor Dom Juan, mas poderia ser atribuída a qualquer conquistador de hoje, que utiliza os meios virtuais para seus galanteios e amores fortuitos. O diretor vê no texto clássico de Moliére uma atualidade e mais do que comédia, a peça é uma “quase tragédia”:

“O humor de Dom Juan é consequência da exacerbação do dramático do texto e mesmo assim não é um riso ingênuo, mas um riso nervoso e amargo. Quatro séculos depois, a atualidade da obra, a descrição de tipos humanos e arquétipos são surpreendentes. Mais do que o sedutor predatório, Dom Juan de Moliére é um tratado sobre a hipocrisia, a ilustração de um mito do individualismo moderno, uma denúncia contundente sobre os vícios e perversões de nossa época”, argumenta Pereira.

Além do texto corrosivo e envolvente — nos diálogos, cada personagem discorre suas ideias sem interrupções abruptas, são verdadeiros ‘bifões’ ou grandes falas —, o que mais chama a atenção é o cenário criado pelo diretor; os ambientes são formados por grandes módulos espelhados, que são movimentados a cada cena, contribuindo para o jogo narcisista e sedutor do personagem central.

"Dom Juan", clássico de Molière dirigido por William Pereira - fotos de Lenise Pinheiro

Os espelhos e a iluminação precisa de Domingos Quintiliano compõem ainda o clima perfeito para as conquistas e relações calientes do protagonista.

A composição dos personagens é outro trunfo desta montagem: tanto Rodrigo Lombardi como Eduardo Estrela, que vive o fiel criado Esganarelo, permanecem no palco durante quase todo o tempo e a sintonia entre eles é impecável.

O clássico Dom Juan de Moliére nas mãos de William Pereira é um espetáculo arrojado e instigante.

Roteiro:
Dom Juan
. Texto: Moliére. Tradução: Jorge Coli. Direção: William Pereira. Diretora assistente: Angela Barros. Elenco: Rodrigo Lombardi, Eduardo Estrela, Clarissa Kiste, Davi Taiu, Eduardo Leão, Mariana Melgaço, Mario Luiz e Roberto Arduim. Iluminação: Domingos Quintiliano. Cenografia e trilha sonora: William Pereira. Assistente de cenografia e diretor de palco: Domingos Varela. Figurino: Olintho Malaquias. Fotografia: Lenise Pinheiro. Produção Executiva: Flavia Nucci. Direção de Produção: Dani Angelotti.

Serviço: Teatro Raul Cortez (520 lugares), Rua Dr. Plínio Barreto, 285. Informações: 3254.1631. Sexta, às 21h30. Sábado, às 21h. Domingo, às 19h. Ingressos: Sexta e domingo R$ 60 e sábado R$ 70. Vendas pela Internet: www.ingressorapido.com.br e telefone: 4003-1212. Bilheteria: de terça a quinta, das 14h às 20h. Sexta a Domingo, a partir das 14h. Aceita-se todos os cartões. Estacionamento no local. Classificação etária: 14 anos. Duração: 140 minutos. Temporada: até 16 de junho

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

Ver todas as notas

2 comentários para “Rodrigo Lombardi vive no palco o mito de Dom Juan”

  1. Micheli disse:

    Um espetáculo bem descontraído e divertidíssimo! Assisti e gostei muito. Recomedo!

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo