Publicidade

Publicidade

Arquivo de abril 11th, 2012

11/04/2012 - 22:49

Cia. Hiato chega ao rol dos melhores coletivos de teatro

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes*, do Aplauso Brasil/ iG (michelfernandes@superig.com.br)

"O Jardim" - foto de Annelize Tozetto

CURITIBA – Desde 2008, com seu primeiro trabalho – Cachorro Morto –, a renomada crítica teatral Mariangela Alves de Lima chamou minha atenção para essa jovem Cia. Hiato, destacando que o grupo “apresentava um trabalho bastante interessante”, à procura de uma dramaturgia que dialogasse com a cena que desejavam realizar. Assisti ao espetáculo e me encantei pelo que vi: jovens talentosos e com muita disciplina na realização do trabalho. Por questões que não interessam ser abordadas aqui, perdi Escuro, segundo trabalho do grupo, e graças ao Festival de Curitiba, tive o prazer de assistir O Jardim, texto e direção de Leonardo Moreira, que estreou ano passado e, sem dúvidas, se a tivesse assistido seria voto certo no prêmio em que sou jurado, o APCA.

"O Jardim" - foto de Annelize Tozetto


Conteúdo e forma são aliados em O Jardim que traz um delicado, comovente, hilário e tenso exercício de memórias esparsas, de épocas diferentes e cruzadas, da vida de um senhor, preso na catatonia de seu Mal de Alzheimer e prestes a ser levado a um asilo. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Críticas Tags: , , , , , , , , , ,
11/04/2012 - 18:21

O Grupo Galpão é ensemble sem medo de ousar

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes*, do Aplauso Brasil/ iG (Michel@aplausobrasil.com)

Grupo Galpão apresentou "Eclipse" no Festival de Curitiba

CURITIBA – Que o Grupo Galpão, sediado na capital mineira, é dos coletivos teatrais de maior inquietude e seriedade, não há o que objetar. Mesmo ao chegar a seu 30º aniversário, a coragem da trupe continua sua característica principal e, em Eclipse, que estreou no 21º Festival de Curitiba, eles se atiraram vendados e sem medo num terreno que não lhes é habitual, o intimismo filosófico, para trazer à cena discussões  presentes em contos de Checkov, sob direção do russo Juirij Alschitz, quem também assina o roteiro do espetáculo.

Cinco dos atores que compõem o ensemble Galpão – a palavra ensemble, segundo a concepção de Jurij trata-se de um coletivo de atores reunidos e dispostos a pesquisar a arte de interpretar, definição que cai feito luva na mão dos artesãos dessa trupe –, Chico Pelúcio, Inês Peixoto, Júlio Maciel, Lídya Del Picchia e Simone Ordones estão em cena para apreciar um eclipse solar quando, como por magia, a porta do espaço em que estão confinados se tranca e eles ficam presos por lá. E nesse ínterim, divagam em temas como fé, pecado , caos, talento etc. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Críticas Tags: , , , , , , , , ,
Voltar ao topo