Publicidade

Publicidade
10/05/2012 - 20:49

Incrível como Equus continua atual

Compartilhe: Twitter

Maria Lúcia Candeias*, especial para o Aplauso Brasil/ iG (aplaobrasil@aplausobrasil.com)

"Equus", de Peter Schafer, direção de Alexandre Reinecke

SÃO PAULO – A peça Equus, de Peter Shaffer, estreou em São Paulo em 1975, sob direção de Celso Nunes, protagonizada por Paulo Autran e Ewerton de Castro. Ficou dois anos em cartaz por aqui, com mudança de elenco, e depois fez também grande sucesso no Rio. Posteriormente foi montada por outros diretores. O espanto é que mesmo depois de tantos anos é super atual. Não enfoca apenas o psicótico (Leonardo Miggiorin), mas os transtornos que ele causa em seu psiquiatra (Elias Andreato). Um texto imperdível e com excelentes atores, inclusive como coadjuvantes, há nomes de peso como Patrícia Gaspar e Mara Carvalho.

Dirigida por Alexandre Reinecke, além de caprichar na atuação do elenco, a montagem tem excelente cenário que se movimenta quando os envolvidos mudam, criado por André Cortez,  figurinos cem por cento adequados de Renata Young.

Como se não bastasse, a iluminação do mestre  Paulo Cesar Medeiros é como sempre de muito bom gosto, o mesmo podendo ser dito da trilha sonora da tarimbadíssima Tunica.

Leonardo Miggiorin e Patrícia Gasppar em "Equus"

Por tudo isso, foi uma ótima opção para a re-estreia do Teatro Folha que, não parece ter mudado quase nada, exceto pela parte superior da plateia. Será que modificou a luz? Quem não entende da área não percebe muito. Mesmo assim, não deixe de ver.

Ficha Técnica:

Dramaturgia: Peter Shaffer

Adaptação e Direção: Alexandre Reinecke

Elenco: Elias Andreato, Leonardo Miggiorin, Patrícia Gasppar, Jorge Emil, Mara Carvalho, Léo Steinbruch, Gustavo Malheiros, Bruna Thedy e Fernanda Cunha.

Cenários: André Cortez

Cenotécnico: Fernando Bretas (Onozone)

Figurinos: Renata Young

Iluminação: Paulo Cesar de Medeiros

Direção musical: Tunica

Preparação Corporal: Carol Mariottini

Fotografia: Chris Ceneviva

Assessoria internacional: Claudio Erlichman

Coordenação de Produção: Isabel Gomez

Assistente de Produção:Manuela Figueiredo

http://pecaequus.tumblr.com/

Serviço:

Equus

Teatro Folha

Temporada: até 1º de julho

Horários: Sexta, 21h30, sábado, 21h e domingo, 20h.

Ingressos: R$40 (setor 2) e R$60 (setor 1)

Duração: 90 minutos

Classificação indicativa: 16 anos

*Maria Lúcia Candeias é Doutora em teatro pela USP e Livre Docente pela Unicamp.

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

Ver todas as notas

1 comentário para “Incrível como Equus continua atual”

  1. geraldo disse:

    maravilhoso,vcs poderiam nos prestigiar aqui no vale do paraíba,são josé dos campos em especial. venham…. esperamos vcs. abs.

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo