Publicidade

Publicidade

Arquivo de maio 31st, 2012

31/05/2012 - 19:20

Confira galeria de fotos de Macbeth

Compartilhe: Twitter

"Macbeth"

[slideshow id=54]

Fotos de João Caldas

Ficha técnica

Texto – William Shakespeare. Tradução – Marcos Daud. Colaboração – Fernando Nuno. Direção e adaptação – Gabriel Villela. Assistência de Direção – César Augusto, Ivan Andrade e Rodrigo Audi. Figurinos – Gabriel Villela e Shicó do Mamulengo. Cenografia – Marcio Vinicius. Iluminação– Wagner Freire. Antropologia da voz- Francesca Della Monica. Direção de texto – Babaya. Musicalidade da cena – Ernani Maletta. Trilha Sonora – Gabriel Villela. Direção de Movimento – Ricardo Rizzo. Adereços- Shicó do Mamulengo e Veluma Pereira. Apliques e patchwork – Giovanna Vilela. Costureira- Cleide Mezzacapa Hissa. Maquiagem para ensaio fotográfico – Eliseu Cabral. Assistência de Maquiagem para ensaio fotográfico- Patricia Barbosa. Coordenação do Ateliê- José Rosa e Veluma Pereira .Assistência de Cenografia – Julia Munhoz. Cenotécnicos- Jean Carlos e Evandro Nascimento. Diretor de Palco- Alex Peixoto. Operador de luz- Marcelo Violla. Camareira – Marlene Collé. Assessoria de Imprensa- Arteplural – Fernanda Teixeira. Fotografia- João Caldas. Assistência de fotografia – Andréia Machado. Fotografias de ensaio / making of – Dib Carneiro Neto e João Caldas. Programação Visual- Dib Carneiro Neto, Jussara Guedes e Suely Andreazzi. Assistente de Produção Julia Portella e Lucimara Santiago. Produção Executiva – Clissia Morais e Francisco Marques. Direção de Produção – Claudio Fontana

Serviço

Macbeth

Estreia de 1º de junho, sexta, 21h30, no Teatro VIVO – Avenida Doutor Chucri Zaidan, 860, Itaim / Vila Olímpia. Temporada – de sexta a domingo de 1º de junho a 22 de julho. Sex 21h30; Sáb 21h; Dom 19h. R$ 50 (sex e dom), R$ 70 (sab). 12 anos. Duração de 90 minutos. Serviço de valet – R$ 18,00. Capacidade: 290 lugares. Estacionamento com manobrista: R$15,00 (só dinheiro) Bilheteria: aberta de terça à quinta das 14h às 20h e  de sexta a domingo, das 14h até o início do espetáculo. Tel: 11 7420-1520. Aceita todos os cartões.

LEIA TAMBÉM

Marco Antônio Pâmio de volta a Shakespeare

A vida cheia de criatividades em Macbeth

A voz mítica de Macbeth

Gabriel Villela apresenta a sua versão para Macbeth

Autor: - Categoria(s): DESTAQUE, GALERIA DE FOTOS Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
31/05/2012 - 19:08

Marco Antônio Pâmio de volta a Shakespeare

Compartilhe: Twitter

Maurício Mellone, editor do Favo do Mellone site parceiro do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Claudio Fontana, Marco Antonio Pâmio e Marcello Antony em "Macbeth"

O ator que estreou no teatro ao lado de Giulia Gam no clássico Romeu e Julieta, direção de Antunes Filho, retorna ao universo shakespeariano em Macbeth, sob a direção de Gabriel Villela que estreia nesta sexta, dia 1º de junho. Acompanhe a seguir entrevista exclusiva

SÃO PAULO – O premiado ator Marco Antônio Pâmio confessa, em entrevista exclusiva, ter sido “treinado como ator” com Shakespeare, já que sua estreia profissional foi justamente na pele de Romeu, no clássico do dramaturgo britânico dirigido por Antunes Filho, em 1984, quando recebeu o prêmio de ator revelação da APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte). Quase trinta anos depois, ele está de volta ao universo de William Shakespeare, agora no papel de Banquo, melhor amigo e braço direito doMacbeth, na montagem que Gabriel Vilela estreia nesta sexta-feira, dia 1º de junho, no Teatro Vivo, com Marcello Antony no papel-título.

Pâmio, no entanto, sempre esteve próximo do teatro de Shakespeare: fez pós-graduação no Drama Studio London, onde vivenciou como os ingleses trabalhar a obra no original, aprofundando o texto e a musicalidade de Shakespeare.

Como professor de teatro e diretor, já orientou diversos trabalhos que tinham Shakespeare como centro das discussões. Por isso que não tem dúvida em afirmar:

“Quanto mais maduros nos tornamos, mais compreendemos as infinitas camadas que suas obras possuem. Shakespeare continua sendo, sem sombra de dúvida, o maior dramaturgo que este planeta já conheceu”.

Acompanhe a seguir a entrevista em que o ator fala de sua carreira e do processo de criação em Macbeth.

No CPT/SESC dirigido por Antunes Filho, Marco Antônio Pâmio permaneceu quatro anos (1982 a 85): além de Romeu e Julieta, participou de montagens históricas como Macunaíma, de Mário de Andrade e Nelson 2 Rodrigues. Esteve à frente de montagens de grande impacto junto ao público e à crítica, como a adaptação para o teatro do filme de Stanley Kubrick, Laranja Mecânica, dirigida por Olair Coan, ou ainda Pobre Super-Homem, de Brad Fraser, direção de Sérgio Ferrara. Outros trabalhos marcantes de sua extensa carreira teatral seriam Um Número, de Lary Churchill, dirigido por Bete Coelho, Edmond, de David Manet e direção de Ariela Goldman, que lhe rendeu outro prêmio APCA de melhor ator. Em 2009 apresentou o monólogo Mediano de Otávio Martins, que deve voltar a ser encenado no segundo semestre e no ano passado participou da comédia de Ariano Suassuna, O Casamento Suspeitoso. Leia a seguir os pontos principais da entrevista:

Aplauso Brasil – Aos 50 anos e quase 30 de carreira profissional, qual importância em participar desta nova produção de William Shakespeare? Leia mais »

Autor: - Categoria(s): DESTAQUE, Matérias Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
31/05/2012 - 15:57

Tetê Espíndola e Miltinho abrem festival no CCBB

Compartilhe: Twitter

Redação do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Tetê Espíndola

SÃO PAULO – Com o propósito de difundir o cancioneiro popular e suas modas de viola, o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) de São Paulo, lança amanhã, 16h, na Praça do Patriarca, o projeto Eta Nóis, Quando a Viola Bota as Coisas no Lugar. Na estreia do projeto, que vai até o dia 23 de junho, participam Tetê Espíndola e Miltinho.

O projeto prevê a apresentação de dois instrumentistas que utilizam a viola de foras diferenstes, caso da viola caipira e da viola de arco, e deve reunirr clássicos da canção popular, composições inéditas e obras de compositores eruditos, tais como Camargo Guarnieri, Guerra Peixe e Radamés Gnatalli, sobob direção musical de Ney Marques – que também assina os arranjos, ao lado de Ivan Vilela –, cada apresentação contará com duas violas: uma erudita (Paula Pi) e outra de 10 cordas. A percussão será conduzida por André Rass. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Dança, Música e Cinema, DESTAQUE Tags: , , , , ,
31/05/2012 - 14:24

Bom retrato de família

Compartilhe: Twitter

Maria Lúcia Candeias*, especial para o Aplauso Brasil  (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"Véspera" - foto de Bob Sousa

SÃO PAULO – Camila Appel tem sua segunda peça, Véspera, encenada com ótima direção de Rudson Senna nos fins de semana no Teatro Itália. Tudo ocorre na véspera do natal, quando parte da família está se encontrando para resolver como fica a festa e coisas assim. Como em toda a reunião de pessoas tão íntimas, não faltam conflitos de todos os lados. Há entre pai, mãe e, mais ainda, entre filhos e pais, onde todos se comportam com a mais absoluta intimidade sem nenhuma cerimônia, como se cada um fosse dono da verdade e fim de papo.

Ambientado numa bela sala de casa bastante elegante, a peça apresenta ótimos diálogos e, apesar do tom sem conciliação, como ocorre na maioria das famílias, dá a impressão de que, no final das contas, tudo acabará bem.

Assim como o cenário, Márcio Vinícius assina os figurino de muito bom gosto e a iluminação fica à cargo do, sempre irretocável,  Paulo César Medeiros. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas, DESTAQUE Tags: , , , ,
Voltar ao topo