Publicidade

Publicidade
18/07/2012 - 18:25

Macbeth, com Marcello Antony, permanece em cartaz até agosto

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Marcelo Antony protagoniza "Macbeth"

SÃO PAULO – O espetáculo Macbeth, em cartaz no Teatro Vivo, terá a sua temporada ampliada até o dia 19 de agosto. A tradução é de Marcos Daud. A direção e adaptação são de Gabriel Villela.

A versão do clássico de Shakespeare apresenta a história do ambicioso Macbeth (Marcello Antony), que com a ajuda da mulher, Lady Macbeth (Claudio Fontana), elabora um plano para assumir o trono. A ânsia pelo poder leva Macbeth e sua esposa a cometerem atrocidades.

No elenco, formado somente por homens, a atuação do ator Claudio Fontana chama a atenção do espectador. Fontana dá um show em cena. Com movimentos precisos e ligados ao teatro Nô japonês, o ator transmite com competência toda a complexidade da personagem.

"Macbeth" - foto de João Caldas

Antony, por sua vez, demonstra maturidade e segurança. Merece o destaque que detém no cenário artístico atual e estabelece com Fontana uma interessante cumplicidade.

Marco Antonio Pâmio, Carlos Morelli, Hélio Cícero, Marco Furlan, José Rosa e Rogerio Brito, completam o excelente elenco.

A peça apresenta cobiça, assassinatos e ataques de loucura de uma forma criativa e poética, que deixa o texto mais instigante. Uma coleira de Pit Bull, por exemplo, se transforma numa coroa; antenas são espadas de guerra ecoletes, armaduras e escudos são confeccionados a partir de malas antigas.

No cenário, dois teares dominam a cena. Representam os fios da vida que são tecidos pelas bruxas e delimitam o espaço da loucura e morte.

Os figurinos, assinados por Gabriel Villela e Shicó do Mamulengo, são adequados aos personagens. Salientam o caráter poético da montagem e são muito bonitos.

Gabriel Villela foca a sua direção na interpretação dos atores e na força dos diálogos. Com menos personagens e uma história simplificada, a montagem não cansa e mostra ao espectador toda a genialidade da obra de Shakespeare.

Macbeth continua atual, visto que a ânsia pelo poder continua ocasionando tragédias e ações de desrespeito aos seres humanos.

Ficha técnica:

Tradução – Marcos Daud. Colaboração – Fernando Nuno. Direção e adaptação – Gabriel Villela. Assistência de Direção – César Augusto, Ivan Andrade e Rodrigo Audi. Figurinos – Gabriel Villela e Shicó do Mamulengo. Cenografia – Marcio Vinicius. Iluminação- Wagner Freire. Antropologia da voz- Francesca Della Monica. Direção de texto –Babaya. Musicalidade da cena – Ernani Maletta. Trilha Sonora – Gabriel Villela. Direção de Movimento – Ricardo Rizzo. Adereços- Shicó do Mamulengo e Veluma Pereira.

Serviço:

Macbeth

Teatro VIVO – Avenida Doutor ChucriZaidan, 860, Itaim / Vila Olímpia. Temporada – de sexta a domingo de 1º de junho a 19 de agosto. Sex 21h30; Sáb 21h; Dom 19h. R$ 50 (sex e dom), R$ 70 (sab). 12 anos. Duração de 90 minutos. Serviço de valet – R$ 18,00. Capacidade: 290 lugares. Estacionamento com manobrista: R$18,00 (só dinheiro) Bilheteria: aberta de terça a quinta das 14h às 20h e de sexta a domingo, das 14h até o início do espetáculo. Tel: 11 7420-1520. Aceita todos os cartões.

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas, MICHEL FERNANDES RECOMENDA Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Ver todas as notas

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo