Publicidade

Publicidade

Arquivo de setembro 3rd, 2012

03/09/2012 - 22:11

Nilton Bicudo e Coisa de Louco chegam ao Teatro Eva Herz

Compartilhe: Twitter

Redação do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"Coisa de Louco", texto de Fauzi Arap e direção de Elias Andreato

SÃO PAULO – O ator e diretor Nilton Bicudo está de volta co  o solo Coisa de Louco, texto de Fauzi Arap e direção do, também ator e diretor, Elias Andreato, a partir da próxima quarta-feira (5). Com estreia no primeiro semestre deste ano para inaugurar a sala Elias Andreato – dentro do hospital Santa Catarina –, o monólogo que se apresentou no SESC Ipiranga, agora chega ao Teatro Eva Herz.

Coisa de Louco é uma peça em formato de palestra, com humor e teor crítico em que Nilton Bicudo vive Firmino, um contador que é convidado em cima da hora para realizar uma palestra sobre drogas.

Apesar de não dominar o assunto, ele aceita o desafio porque está separado e atolado em dívidas. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): DESTAQUE, Matérias, MICHEL FERNANDES RECOMENDA Tags: , , , , , , , , , , ,
03/09/2012 - 15:08

Vinte Anos com Bibi

Compartilhe: Twitter

Luís Francisco Wasilewski, especial para o Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

"Bibi Ferreira - Histórias e Canções"

SÃO PAULO -Quando estava sentado na plateia do Teatro Frei Caneca no dia 19 de agosto para assistir Bibi, Histórias e Canções me dei conta de que há vinte anos acompanho a carreira de Bibi Ferreira. Foi no dia 30 de agosto de 1992 que assisti Bibi In Concert no extinto Teatro da Ospa, em Porto Alegre. O dia em que assisti o mito pela primeira vez em cena.

Nestes vinte anos com Bibi a assisti duas vezes representando o repertório de Piaf; a vi em uma remontagem de Brasileiro, Profissão Esperança, de Paulo Pontes ao lado de Gracindo Jr, em seu Bibi In Concert III (em que ela cantava um rap) e na sua volta a um espetáculo que não era musical, o que aconteceu em Às Favas com os Escrúpulos, de Juca de Oliveira, sob a direção de Jô Soares. Isso sem falar nos diversos espetáculos cuja a assinatura da direção levava seu nome. Meno Male, As Atrizes, Noites de Cabrita, Letti e Lotte me mostraram que ela sabe como poucos dirigir uma boa comédia. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores, MICHEL FERNANDES RECOMENDA Tags: , , , ,
Voltar ao topo