Publicidade

Publicidade
14/09/2012 - 14:00

Julia mistura teatro e cinema

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (nanda@aplausobrasil.com)

"Julia" - foto de Gui Maia

SÃO PAULO – Depois de temporada de sucesso no Rio de Janeiro, aclamada com o Prêmio Shell de Melhor Direção, Julia estreia no Sesc Belenzinho, em São Paulo, neste sábado (15), às 21h30. A peça é adaptação do texto clássico Senhorita Julia, de August Strindberg, e tem direção de Christiane Jatahy.

"Julia" - foto de Bruno Tetto

A trama criada por Strindberg se passa no século XIX e apresenta o amor entre a filha do conde e um empregado, um relacionamento intenso que circula entre a paixão e o ódio.

A diretora trouxe o texto, Senhorita Julia, para os dias de hoje: a protagonista, nessa nova versão, é filha de um rico empresário e se apaixona pelo seu chofer, personagem vivido pela primeira vez por um ator negro, o que valoriza mais ainda os preconceitos sociais que ainda persistem no cotidiano.

"Julia" - foto de Bruno Tetto

Na montagem, o limite entre o cinema e o teatro, bem como entre o clássico e o contemporâneo, é tênue. No palco, além dos atores Julia Bernate Rodrigo dos Santos, está presente o cinegrafista David, que filma os diálogos entre os personagens.

Algumas cenas foram previamente gravadas em locações externas, como os encontros no jardim e na piscina da casa de Julia, mas boa parte da história é criada com a presença e a participação do público a partir da encenação teatral tradicional.

Também há cenas que acontecem ao vivo no palco, atrás dos paineis, e que são projetadas no mesmo instante em que elas são encenadas.

O público, de acordo com a sua posição na plateia, vê as cenas de maneiras diferentes, de acordo com o enquadramento da câmera de David Pacheco e das projeções em imensos painéis presentes no palco.

Christiane Jatahy, desde 1996, tem realizado trabalhos que perpassam por diferentes linguagens cênicas. Chama a atenção por transcender os limites entre o real e o imaginário, pela busca de espaços não-convencionais para a criação artística e preocupação em realizar projetos que conduzam o espectador a reflexões sobre a realidade em que vive.

O espetáculo A Falta que nos move virou longa e Corte Seco, em que a diretora editava as cenas baseadas em fatos reais, também explorava as imagens, registrando cenas que aconteciam fora dos limites da sala de espetáculos.

Julia é o primeiro texto clássico dirigido pela diretora e o objetivo da artista érealizar uma trilogia que explore os limites entre o clássico e contemporâneo.

Ficha técnica:

Autor: August Strindberg

Adaptação e direção: Christiane Jatahy

Direção de fotografia: David Pacheco

Concepção cenário: Marcelo Lipiani e Christiane Jatahy

Iluminação: Renato Machado

Figurino:AngeleFróes

Direção de arte e cenário: Marcelo Lipiani

Direção musical: Rodrigo Marçal

Orientação corporal: Dani Lima

Edição/filme: Sergio Mekler e Christiane Jatahy,

Câmera ao vivo: David Pacheco/Paulo Camacho

Assistente de edição: Mari Becker

Mixagem: Denílson Campos

Som direto: Paulo Ricardo

Produção/filme: Manuela Duque

Produção de arte/filme: Marina Lage

Direção de produção/filme e peça: Claudia Marques

Produção executiva: Lara Schueler

Co-produção: Fabrica de Eventos e Axis Produções Artísticas

Produção: Cia Vértice de Teatro

Realização: SESC SP

Elenco:Julia Bernat (Julia)

Rodrigo dos Santos (Jean – Jelson)

Tatiana Tiburcio (Cristina, em cena apenas no filme projetado)

As crianças, no filme: Alice Gastal (Julia) e Lucas Banhos (Jelson)

Serviço:

Julia

Estreia dia 15 de setembro – sábado às 21h30

SESC Belenzinho – www.sescsp.org.br/belenzinho. Rua Padre Adelino, 1000 – Belenzinho/SP – Tel: (11) 2076-9700. Sala de Espetáculos I (120 lugares). Duração: 70 minutos. Classificação etária: 18 anos. Temporada: de 15 de setembro a 14 de outubro de 2012

Horários: quintas, sextas e sábados (às 21h30); domingos e feriado de 12/10 (às 19 horas). Não haverá espetáculo no dia 7/10 (Eleições).

Ingressos pelo INGRESSOSESC (unidades do SESC): R$ 24,00 (inteira), R$ 12,00 (usuário matriculado no SESC e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública) e R$ 6,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no SESC e dependentes).

Estacionamento: R$ 6,00 (não matriculado no SESC); R$ 3,00 (matriculado no SESC).

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, DESTAQUE, Matérias Tags: , , , ,

Ver todas as notas

2 comentários para “Julia mistura teatro e cinema”

  1. Danielle Rocha disse:

    Peça Maravilhosa . Traz com muita propriedade uma profunda reflexão social sobre o preconceito , valores, amor , paixao, sonhos, desigualdes e a realidade . Traz um contexto real, com cenas reais e que realmente mexem com o público e nos faz refletir sobre o que esta posto em nossa socidade e como podemos muda-lo…. Além de tecnicamente misturar cinema e teatro de uma forma genial…… NÃO PERCAM

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo