Publicidade

Publicidade

Arquivo da Categoria festivais

16/06/2012 - 21:47

FIT BH – Domingo é a última apresentação de Villa e Discurso

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, do www.mondobhz.com.br/fit-bh-2012, parceiro do Aplauso Brasil na cobertura do FIT- BH

Atrizes do grupo chileno Playa

BELO HORIZONTE – O Teatro Playa trabalha com temas políticos porque considera muito importante discutir essa questão, na medida em que no Chile as instituições não funcionam. Segundo o diretor Guillermo Calderón, que também assina o texto original, o teatro pode ser um meio de conscientizar as pessoas sobre os problemas sociais do Chile.

“O teatro não faz justiça, mas propõe reflexões,” afirma Guillermo. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, festivais, Matérias Tags: , , , ,
16/06/2012 - 19:42

FIT – BH: Lisboa por Fernando Pessoa nas ruas de Minas

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, do www.mondobhz.com.br/fit-bh-2012, parceiro do Aplauso Brasil na cobertura do FIT- BH

Peça leva a bicicleta do palco para passear nas ruas, conduzida por Fernando Pessoa.

BELO HORIZONTE – Do uso da bicicleta no espetáculo Abito, o grupo Fondazione teve a ideia de fazer uma intervenção cênica que levasse esse objeto para as ruas, eis a gênese de Lisboa que a Fondazione Pontedera (Itália) apresenta no FIT – BH.

A ideia do texto é baseada num livro de Fernando Pessoa que é, na verdade, um guia cultural da capital portuguesa. No enredo, Pessoa chega a Belo Horizonte, encontra os seus heterônimos de bicicleta e os acompanha pelas ruas da cidade, a qual se transforma numa Lisboa imaginária e lírica.

Onze músicos-atores estarão trajando um elegante figurino preto e realizarão ações acrobáticas corporais com as bicicletas. Lisboa já foi apresentada na Dinamarca e, após o FIT, continuará a viajar, passando pela Itália.

DETALHES

Lisboa / Grupo: Fondazione Pontedera Teatro (Itália) / Apresentações: Domingo/ 17/junho/ 10h / Praça Professor Godoy Betônico / Museu Histórico Abílio Barreto – Segunda-feira/ 18/junho/ 16h / Praça Floriano Peixoto / Terça-feira/ 19/junho / 14h / Praça Duque de Caxias (Praça de Santa Tereza)

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, festivais, Matérias Tags: , , , , , , ,
15/06/2012 - 01:33

Oxlajuj B’aqtun no Parque Municipal

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, do www.mondobhz.com.br/fit-bh-2012, parceiro do Aplauso Brasil na cobertura do FIT- BH

Grupo da Guatemala apresenta "Oxlajuj B’aqtun", ritual maia

BELO HORIZONTE – O povo maia está num tempo de mudanças, de acordo com o seu calendário. Todos os homens estão integrados com a natureza, dependem dela e o momento da chegada de um novo ciclo é esperado com a esperança de um mundo melhor. Oxlajuj B’aqtun representa rituais maias advindos da cultura latino-americana. O espetáculo representa uma circunstância espiritual que coloca o povo maia em sintonia com os ancestrais e com o público que assiste.

Segundo os artistas do grupo Centro Cultural Sotz’il Jay, “estamos ligados por laços latino-americanos e o papel que ocupam é o de conduzir a energia presente nos rituais e fazer a ponte de ligação entre a tradição maia e o teatro”. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores, DESTAQUE, festivais, Multimídia Tags: , , , ,
14/06/2012 - 22:12

FIT – BH: Quiet representa Israel

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, do www.mondobhz.com.br/fit-bh-2012, parceiro do Aplauso Brasil na cobertura do FIT- BH

De Israel para Belo Horizonte

BELO HORIZONTE – Israel está presente nos noticiários devido aos conflitos já existentes, mas temos poucas oportunidades para conhecer a produção artística do país. Quiet reflete o clima de instabilidade vivido pelos cidadãos e prega a paz entre os povos. Segundo a sinopse do espetáculo, a encenação é inspirada na realidade dos atores da montagem, que são árabes e judeus: um cotidiano em que o choque não permite que haja tranquilidade; o clima é tenso, apesar de muitas pessoas sonharem com uma vida pautada pela calma e pelo fim do medo.

Através do corpo, os atores expressam a instabilidade gerada pela guerra entre Israel e a Palestina. Textos e gritos de desespero são ouvidos durante a apresentação. Dança e teatro se unem. Os movimentos são incessantes, vigorosos e precisos.

Apesar do tema ser interessante, o entendimento do significado dos gestos e dos movimentos é complicado, o que torna a encenação cansativa. São 4 atores em cena, que ora interagem, ora dançam solitários. O tempo passa devagar e as cenas são demoradas.

Durante uma hora de apresentação, o público acompanha coreografias que sugerem um ciclo incessante entre guerra e paz. Brigas dão lugar a encontros harmônicos, mas logo em seguida há outro momento de tensão. Há tentativas de uma relação mais próxima, de toque físico, mas há muita dificuldade de integração, visto que os indivíduos parecem perdidos e enfurecidos, com receio de se entregarem a um relacionamento mais íntimo.

Um contínuo barulho de mar, no início da apresentação, dá lugar a uma trilha intensa e repetitiva, que perturba e irrita, sensações que remeteM o espectador ao espírito conturbado de uma guerra. Quiet nasceu do desejo dos integrantes do Grupo Arkadi Zaides de propor uma reflexão sobre a situação do Oriente Médio e clama por mudanças, que garantam à população uma vida sem violência. É um espetáculo que merece respeito devido ao seu caráter pacificador.

DETALHES

Grupo: Arkadi Zaides (Israel) Gênero: drama Direção e coreografia: Arkadi Zaides Elenco: Muhammed Mugrabi, Yuval Goldstein, Ofir Yudilevitch, ArkadiZaides Música: Tom Tlalim Duração: 1 hora / classificação indicativa: livre

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores, DESTAQUE, festivais Tags: , ,
13/06/2012 - 14:47

FIT – BH: Aderbal Freire Filho volta a atuar

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, do www.mondobhz.com.br/fit-bh-2012, parceiro do Aplauso Brasil na cobertura do FIT- BH

Em "Depois do Filme", Aderbal Freire Filho volta a atuar depois de anos dedicados somente à direção de espetáculos

BELO HORIZONTE – O espetáculo Depois do Filme começa com uma película projetada numa tela em que amigos estão conversando sobre as mulheres e o passado. Um deles, Ulisses, sai da tela para o palco e narra momentos inusitados do seu dia-a-dia.

Aliás, não é possível decifrar se Ulisses sai do filme, ou se tudo o que é mostrado pelo personagem é uma filmagem, visto que em diversos momentos o texto sugere que uma câmara registra todos os episódios que estão sendo contados para o público. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores, DESTAQUE, festivais, Multimídia Tags:
12/06/2012 - 22:48

Festival Cena Brasil Internacional chega a São Paulo nesta quarta

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil/iG (Michel@aplausobrasil.com)

Gilberto Grawonski será o artista-residente da etapa paulistana

SÃO PAULO – Trazendo na bagagem de sua premiére brasileira, a temporada carioca, de 1º a 11 de junho, o Festival Cena Brasil Internacional chega a capital paulista nesta quarta-feira (13) e, simultaneamente, à cidade de Lorena.

Idealizado pelo produtor Sérgio Saboya, curadoria de Celso Curi e Dane de Jade, o Festival Cena Brasil Internacional deseja oferecer um breve panorama do que é produzido, dentro e fora do país, no universo das artes cênicas, além de promover o intercâmbio entre os artistas seja por meio das apresentações, seja pelos workshops que eles realizaram (CONFIRA PROGRAMAÇÃO COMPLETA AO FINAL DESSA MATÉRIA).

Um aspecto do Cena Brasil Internacional, cujos espetáculos internacionais terão legenda em português, diferencial é a espécie de convênio que o Festival fez com dois dos mais relevantes festivais de teatro do mundo, o de Avignon, na França, e o de Edimburgo, na Escócia: seis produções nacionais das residências artísticas (quatro do Rio e duas de São Paulo) serão selecionadas para apresentações nos festivais de Avignon (França) e Edimburgo (Escócia).

Esta iniciativa tem o propósito de realizar uma Mostra Teatral Brasileira dentro das duas feiras de cultura em 2013. A curadoria nacional e internacional é do crítico de teatro, diretor e ator Celso Curi e da produtora Dane de Jade.

Em entrevista exclusiva  ao Aplauso Brasil/ iG, Celso Curi fala mais sobre o Festival Cena Brasil Internacional.

Aplauso Brasil/ iG – Qual o objetivo principal de promover o intercâmbio entre as companhias internacionais e brasileiras para este Festival Cena Brasil Internacional? Leia mais »

Autor: - Categoria(s): DESTAQUE, festivais, Matérias Tags: , , , , , , , , , ,
15/05/2012 - 22:10

Clowns de Shakespeare voltam a SP com O Capitão e a Sereia

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Clowns de Shakespeare apresenta "O Capitão e a Sereia"

SÃO PAULO – Sucesso dos Clowns de Shakespeare, grupo teatral do Rio Grande do Norte,  O Capitão e a Sereia volta à capital paulista para cumprir sua segunda temporada – sua estreia por aqui se deu no final de 2009, com esse espetáculo que recebeu duas indicações ao Prêmio Shell de Teatro, vencendo na categoria Melhor Figurino – em temporada popular, na Funarte, até o dia 03 de junho.

A história é baseada no livro homônimo de André Neves, que conta a saga de um homem que sonhava conhecer o mar e, para tanto, abandonou o sertão nordestino e o grupo de teatro do qual era ator e diretor. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, DESTAQUE, festivais, Matérias Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
03/05/2012 - 00:45

Festival de Teatro Cidade do Rio de Janeiro completa primeira década

Compartilhe: Twitter

Redação do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"Cão" é a segunda peça da Mostra Especial

RIO DE JANEIRO – Com a apresentação do espetáculo O Inspetor Geral, em que a companhia baiana Teatro Popular de Ilhéus coloca o texto do russo Gogol sob a perspectiva da literatura de cordel, o Festival de Teatro Cidade do Rio de Janeiro chega a sua décima edição trazendo mais de 30 espetáculos divididos em três mostras: a Mostra Competitiva Adulta e Infantil, com espetáculos cariocas (16 adultos e 08 infantis) e a Mostra Especial com dez espetáculos profissionais.

Criado pelo produtor cultural Eduardo Marins, o Festival de Teatro Cidade do Rio de Janeiro oferece espaço para grupos cariocas profissionais e amadores em busca do grande prêmio de uma temporada com todas as despesas pagas, o que pode representar o início ou a consolidação de uma trajetória no mercado teatral profissional, além de receberem o Troféu Arlequim. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): festivais, Matérias Tags:
Voltar ao topo