Publicidade

Publicidade
01/10/2012 - 02:05

Gilberto Dimenstein e Os Satyros em Trilogia da Cidadania Para Crianças e Jovens

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (Michel@aplausobrasil.com)

Kátia e Renata em"Criança Cidadã"

SÃO PAULO – Jornalista e companhia teatral cujos nomes estão absolutamente atrelados à aposta de que movimentos culturais impulsionam revoluções sociais – exemplo vivo e fresco e reforma da Praça Roosevelt, cuja inauguração do último sábado rendeu um belo artigo publicado na Folha de São Paulo –, Gilberto Dimenstein e Os Satyros estão juntos na Trilogia da Cidadania Para Crianças e Jovens, cuja segunda parte, Criança Cidadã, de Tiago Leal e Rodolfo García Vazquez que, também, dividem a direção, volta ao Espaço dos Satyros 1 neste sábado (6), 16h.

Toda a Trilogia é inspirada na obra Cidadão de Papel, de Gilberto Dimenstein – que acompanhou os ensaios da primeira parte da Trilogia, encenada em 2008 –, e aborda questões sobre cidadania, desejando levar o público infanto-juvenil a refletir sobre questões sérias como o respeito aos mais velhos, conscientização ambiental e bullying. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): DESTAQUE, Matérias Tags:
26/09/2012 - 20:02

Últimos dias em São Paulo de TôTatiando com Zélia Duncan

Compartilhe: Twitter

Maurício Mellone, editor do Favo do Mellone site parceiro do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Zélia Duncan, Luiz Tatit e Regina Braga

Neste final de semana a cantora encerra a temporada paulistana do espetáculo em homenagem a Luiz Tatit. Com direção de Regina Braga, Zélia mistura teatro e música só com a obra do compositor paulista

SÃO PAULO – Quando algo me toma, me emociona, quero logo compartilhar com os amigos a emoção vivida. Foi assim com o espetáculo TôTatiando, em que Zélia Duncan homenageia o cantor e compositor paulista Luiz Tatit. Liguei para algumas pessoas logo que saí do Teatro Tuca avisando que a temporada é curta. E agora insisto: neste final de semana (28, 29 e 30 de setembro) são as últimas apresentações deste trabalho ímpar, em que a cantora mescla teatro e música. Como a marca de Tatit é o ‘canto-falado’, Zélia interpreta as canções de maneira peculiar — mesmo contando com os músicos Webster Santos e Tercio Guimarães ao seu lado, em certos momentos ela não usa a melodia e dá vida aos personagens, interpretando-os no palco.

Zélia confessa ter sido influenciada pela chamada vanguarda paulistana dos anos 80, em que Arrigo Barnabé, Itamar Assumpção e os grupos Rumo, Premeditando o Breque e Língua de Trapo agitavam o cenário em apresentações concorridas no Teatro Lira Paulistano, em Pinheiros. Deste fascínio, ela se aproximou de Itamar de quem gravou várias canções. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores, DESTAQUE, MICHEL FERNANDES RECOMENDA Tags: , , , , , , ,
25/09/2012 - 16:01

Barracão Cultural encena Facas nas Galinhas no Espaço Elevador

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (nanda@aplausobrasil.com)

Cláudio Queiroz e Eloísa Elena em "Facas nas Galinhas"

SÃO PAULO – Após temporada no espaço da Cia do Feijão, Facas nas Galinhas re-estreia no Espaço Elevador, dia 06 de outubro (sábado). A direção é de Francisco Medeiros. A trilha sonora é de Dr Morris. Cenário e figurino: Marco Lima. Marisa Bentivegna assina a iluminação. No elenco estão os atores Eloisa Elena, Cláudio Queiroz e Thiago Andreuccetti, do Barracão Cultural.

Facas nas Galinhas, de David Harrower, é um texto poético que propõe reflexões sobre a busca de uma nova rotina de vida. Os personagens da peça vivem num vilarejo distante da cidade, lugar em que a as lendas fazem parte de uma população sem grandes perspectivas de futuro.

A vida da mulher de um lavrador (Eloisa Elena) se modifica a partir do contato com um moleiro. A moça vai ao moinho para moer a farinha. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas, DESTAQUE, MICHEL FERNANDES RECOMENDA Tags: , , , ,
24/09/2012 - 19:04

Eclipse, do Grupo Galpão, estreia no SESC Vila Mariana

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (nanda@aplausobrasil.com)

"Eclipse" - Credito Bianca Aun

SÃO PAULO – Depois de finalizar as apresentações dos espetáculos Till, a saga de um herói torto, Romeu e Julieta e Tio Vânia, aos que vierem depois de nós, o Grupo Galpão estreia o inédito, na capital paulista, Eclipse na próxima quinta-feira (27), no Teatro do SESC Vila Mariana.

O diretor Jurij Alschitz assina a direção, dramaturgia, cenografia e figurinos. Olga Lapina é a responsável pela preparação vocal e assistência de direção. Diego Bagagal faz a assistência de direção e figurinos. Ernani Maletta, parceiro do Grupo Galpão em diversos projetos, assina a direção musical e arranjos. A iluminação é de Chico Pelúcio e Bruno Cerezoli.

"Eclipse" - Credito Bianca Aun

A temporada paulistana, que teve início em 28 de julho, com a apresentação de Romeu e Julieta, no Parque da Juventude, faz parte das comemorações dos 30 anos do Galpão e conta com o apoio do SESC, o qual viabilizou a vinda do grupo com trabalhos de representatividade na sua trajetória.

Eclipse é a segunda montagem do Galpão baseada na obra de Antón Chékhov. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, DESTAQUE, Matérias, MICHEL FERNANDES RECOMENDA Tags: , , , , , , , ,
21/09/2012 - 18:04

Teatro GEO recebe reconhecida companhia de dança espanhola

Compartilhe: Twitter

Redação do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"Cambio de Tercio"

SÃO PAULO – Considerada uma das companhias de dança mais inovadoras da atualidade na Espanha, a Nuevo Ballet Español traz para a capital paulista o espetáculo Cambio de Tercio nesta terça (25) e quarta-feira (26), no Teatro GEO.

Aliando tradição e modernidade, Cambio de Tercio apresenta coreografias inspiradas nadança clássica espanhola e no flamenco, em dez quadros diferenciados.

O título Cambio de Tercio, vale ressaltar, está relacionado ao mundo das touradas e se refere às três fases da tourada. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Dança, Música e Cinema, DESTAQUE Tags:
21/09/2012 - 16:07

O Expresso do Pôr do Sol: estreia de Fabio Assunção como diretor

Compartilhe: Twitter

Maurício Mellone, editor do Favo do Mellone site parceiro do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"O Expresso do Pôr do Sol"

O ator dirige e também assina a produção da montagem da peça de Cormac McCarthy, que discute vida e morte por meio do embate entre dois personagens interpretados por Cacá Amaral e Guilherme Sant’Anna

SÃO PAULO – Ao entrar na sala de espetáculo do Tucarena, o espectador já fica diante do clima proposto pelo diretor Fabio Assunção para a montagem da peça O Expresso do Pôr do Sol: os dois atores estão em cena, um parado e pensativo e o outro anda em passos firmes pelo palco redondo. Tensão e comportamentos opostos, esta é a tônica da peça original The Sunset Limited do norte-americano Cormac McCarthy, traduzida por Nelson Amorim e que foi adaptada por Maria Adelaide Amaral.

Fabio Assunção dirige "O Expresso do Pôr do Sol"

Depois dos três sinais característicos para o início — dados pelo ator Guilherme Sant’Anna em vasos que o diretor comprou na Índia — fica-se sabendo que Black (Guilherme) acabara de salvar White (Cacá Amaral) de uma tentativa de suicídio.

Mesmo contrariado, White é levado para o apartamento de Black, no subúrbio. É no reduto de Black (um ex-presidiário e atualmente um evangélico fundamentalista) que o embate filosófico, religioso e moral vai de desenvolver: White é um professor ateu, que vê na morte o único caminho possível para a sua vida, o que fará com que Black tente por todos os meios convencê-lo do contrário. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores, DESTAQUE Tags:
21/09/2012 - 00:38

Yuri Pinheiro estreia com galeria de Equus

Compartilhe: Twitter

"Equus" - foto de Yuri Pinheiro

É com imenso prazer que anuncio o novo integrante da equipe Aplauso Brasil: o fotógrafo Yuri Pinheiro que propõe nos presentear com uma galeria de fotos de espetáculos, transmitindo em imagens movimentos sensoriais captados por suas lentes. A esteia de Yuri será com a galeria de Equus, em cartaz quartas e quintas no Teatro Folha, cuja temporada acaba semana que vem.

[slideshow id=60]

Fotos de Yuri Pinheiro Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, DESTAQUE, GALERIA DE FOTOS Tags: , ,
20/09/2012 - 22:27

Peça de James Joyce mostra um triângulo amoroso de 100 anos atrás

Compartilhe: Twitter

Maurício Mellone, editor do Favo do Mellone site parceiro do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Ruy Guerra assina a direção de "Exilados"

Com direção de Ruy Guerra, Exilados traz uma discussão muito pertinente aos dias de hoje: traição, possessividade e ciúme nas relações humanas. Com André Garolli, Franciely Freduzeski e Álamo Facó

SÃO PAULO – Num momento em que o modelo tradicional de amor romântico está sendo cada vez mais questionado e posto em cheque, Exilados — que acabou de estrear no Teatro Nair Bello — chega em boa hora. O inusitado é que esta peça do escritor irlandês James Joyce foi escrita em 1918 e a ação se passa seis anos antes, portanto há exatamente 100 anos! E a discussão central do texto é extremamente atual: o casal Richard Rowan e Bertha, interpretados por André Garolli, Franciely Freduzeski, volta a Dublin depois de um período de exílio e retoma contato com o jornalista Robert Hand, vivido por Álamo Facó. Muito próximo de Richard, Robert tem verdadeiro fascínio pela bela esposa do amigo e entra em conflito interno, pois não sabe se dá vazão aos desejos ou se cumpre as convenções sociais do início do século XX. Já o escritor Richard é contra a possessividade entre as pessoas e mantém uma relação aberta e de total liberdade com Bertha, uma mulher de personalidade forte que chega a contestar os ideais defendidos pelo marido.

Com apenas algumas cadeiras de madeira, o cenário despojado —assinado por Marcos Flaksman— é ideal para a proposta do diretor Ruy Guerra de enfatizar o duelo de ideias e sentimentos dos personagens. As cenas são sempre em dupla: os dois amigos, o casal ou o jornalista e Bertha, os amantes. Há ainda a personagem de Cristina Flores, Beatrice, prima de Robert com quem na infância foram prometidos um para o outro; hoje ela é professora de música do filho do casal e nutre forte admiração por Richard, que mantém por ela um amor platônico, concretizado em sua obra literária. Bertha e Beatrice têm uma velada relação de ciúme e rivalidade. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores, DESTAQUE Tags: , , , , , , , ,
19/09/2012 - 17:52

Roberta Sá canta de graça na UERJ Sem Muros

Compartilhe: Twitter

Roberta Sá - foto de Tomas Rangel

RIO DE JANEIRO – Programado para começar no próximo dia 1º, a 23ª edição do UERJ Sem Muros terá Roberta Sá cantando, de graça, as músicas de seu mais recente CD, Segunda Pele, no Teatro Odylo Costa.

SERVIÇO:
Show da Cantora Roberta Sá – CD Segunda Pele.

Teatro Odylo Costa
Rua São Francisco Xavier, 524, Bl F, Sala T. 126, Maracanã
DIA: 01/10 (Segunda-feira)
Horário: 19hs
Ingressos: ENTRADA FRANCA
Distribuição de convites: 160 por dia, sendo 120 comunidade interna e 40 comunidade externa. Máximo de 2 convites por pessoa.
Informações: (21) 2334-0728 e 2334-0252
Acesse: http://www.decult.uerj.br/index.htm

<a href="“>

Autor: - Categoria(s): Dança, Música e Cinema, DESTAQUE, Multimídia Tags: ,
19/09/2012 - 13:20

Isso É O Que Ela Pensa re-estreia em São Paulo

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (nanda@aplausobrasil.com)

"Isso é o Que Ela Pensa" volta no Viga Espaço Cênico

SÃO PAULO – A peça, que já esteve em cartaz na capital paulista e passou por Brasília, volta em curta temporada, no Viga Espaço Cênico. A re-estreia é nesta quinta-feira (20), às 21h, no Viga Espaço Cênico. A direção é de Alexandre Tenório e no elenco estão os atores Denise Weinberg, Clarissa Rockenbach, Maristela Chelala, Eduardo Muniz, Francisco Brêtas, Flavio Faustinoni, Mário César Camargo e Mário Borges.

Isso É O Que Ela Pensa, do escritor inglês Alan Ayckbourn, é considerado um dos seus trabalhos mais polêmicos do escritor, que trata de loucura, fé e desintegração familiar.

A montagem gira em torno da história de Susan, uma mulher de meia idade que vai se distanciando aos poucos da realidade. A protagonista, vivida pela atriz Denise Weinberg, sonha com uma família que lhe dê atenção, já que na vida real ela convive com pessoas depressivas e envolvidas com os problemas e interesses pessoais. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , , , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo