Publicidade

Publicidade

29/03/2012 - 01:49

Risorama começa em Curitiba

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

O humorista Diogo Portugal

SÃO PAULO – Considerado o maior festival de humor da América Latina e criado pelo humorista Diogo Portugal, Risorama  tem início hoje em Curitiba.

O evento, que faz parte da programação do Festival de Curitiba, acontecerá durante 6 dias, ocasião em que grandes humoristas Brasileiros, como Fábio Porchat, Fernando Caruso, Marcelo Madureira, Marcio Ribeiro, Marco Luque e Nany People farão shows de stand up. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Notas e Oportunidades Tags: , , , , , ,
28/03/2012 - 15:12

Steven Severin cancela participação no Festival de Curitiba

Compartilhe: Twitter

Da Assessoria do Festival de Curitiba

Steven Severin apresentaria "Music For Silents"

CURITIBA – A peça Music for Silents, do inglês Steven Severin, cuja apresentação ocorreria HOJE, está cancelada. Por problemas de agenda de última hora, o artista não conseguiu chegar a tempo para o espetáculo.

Quem comprou ingresso pode trocá-lo (por dinheiro ou outro ingresso) em qualquer uma das bilheterias dos shopping centers. A devolução pode ser feita até terminar o Festival (dia 08 de abril). Após essa data, a produção fará troca em endereço a ser comunicado no site do evento (www.festivaldecuritiba.com.br ).

Bilheterias:

Shopping Mueller – Av. Cândido de Abreu, 127. Centro Cívico. Segunda a sábado, das 10h às 22 horas. Domingo, das 14h às 20 horas.

Shopping Palladium – Av. Presidente Kennedy, 4.121. Portão. Seg. a sexta: 11h às 23 horas. Sáb.: 10h às 22 horas. Domingo: 14h às 20 horas.

ParkShoppingBarigui – R. Pedro Viriato Parigot de Souza, 600. Ecoville. Seg. a sexta: 11h às 23 horas. Sáb.: 10h às 22 horas. Domingo: 14h às 20 horas.

Autor: - Categoria(s): Notas e Oportunidades Tags: , , , , , , , , , , ,
28/03/2012 - 01:05

Começa o 21º Festival de Curitiba

Compartilhe: Twitter

Macksen Luiz, especial para o Blog do Macksen Luiz , parceiro do Aplauso Brasilmacksenr@gmail.com)

"Julia", dirigido por Christiane Jatay

CURITIBA – De hoje até o dia 8 de abril, a capital paranaense abrigará o festival de teatro que, na sua 21ª edição , mantém o gigantismo de números e o papel de  vitrine da produção cênica brasileira. Se na edição anterior houve predominância de montagens cariocas, este ano não será diferente. O volume se ampliou com A Peça do Casamento, texto de Edward Albee, direção de Pedro Brício, com Guida Vianna e Dudu Sandroni, em estréia nacional; remontagem de O Casamento, com o mesmo elenco da original, e com os mesmos diretores – João Fonseca e Antonio Abujamra e Escravas do Amor, ambos textos de Nelson Rodrigues; o musical Judy Garland – O Fim do Arco-Íris; Nem Um Dia se Passa Sem Notícias Suas, de Daniela Pereira de Carvalho, direção de Gilberto Gawronski, que também estará como intérprete de Ato de Comunhão;Palácio do Fim, direção de José Wilker; De Verdade, com Kika Kalache e Guilerme Piva, direção de Márcio Abreu, em estréia nacional; Deus É Um DJ, com Maria Ribeiro e Marcos Damigo; Julia, cine-teatro de Christiane Jathay; Obituário Ideal, texto de Rodrigo Nogueira; Rosa, monólogo com Débora Oilivieri; e Estamira, em visceral interpretação de Dani Barros.

Gerald Thomas apresenta Gargólios, espetáculo que estreou em Londres, e o núcleo paulista da sua Cia Ópera Seca, lança o inédito Licht + Licht, com direção de Caetano Vilela.

O Galpão de Minas leva a Curitiba Ecllipse, baseado em Tchekhov, com assinatura do russo Jurij Alschitz. Gabriel Villela exibe Hécuba, Lázaro Ramos, Namíbia, Não!, e Cibele Forjaz, O Idiota – Uma Novela Teatral.

De São Paulo marcam presença Luis Antonio – Gabriela; O Jardim; Equus e O Libertino.

O teatro pernambucano estará representado por Essa Febre Que Não Passa, da Companhia Angu de Teatro, de Recife. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores Tags: , , , , , , , ,
25/02/2012 - 15:31

Mambembão está de volta

Compartilhe: Twitter

Redação do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"Pólvora e Poesia"

Com o objetivo de divulgar grupos de dança e teatro de outros estados, a FUNARTE resgata o Projeto Mambembão para circulação de produções criadas em diferentes regiões do Brasil.

RIO DE JANEIRO – De terça (28) ao dia 1º de abril será realizada, em três teatros da capital carioca (Cacilda Becker, Dulcina e Glauce Rocha) sempre às  19h, a Mostra Nacional Funarte de Dança e Teatro/ Mambembão 2012, projeto do Centro de Artes Cênicas da FUNARTE.

Essa Mostra tem como finalidade ser um Piloto do Projeto Mambembão, realizado nas décadas de 1970/ 80, pelo Serviço Nacional de Teatro/SNT do Ministério da Educação e Cultura que fomentava a circulação dos espetáculos das 5 regiões do Brasil. A FUNARTE pretende lançar esse Programa através de um edital que irá contemplar produções independentes ou de Grupos e Cias. (de Dança ou de Teatro) para circular pelo país.

A FUNARTE pretende com o Mambembão dar acesso ao público de espetáculos produzidos em outras regiões do país, destacando a diversidade das manifestações artísticas na área da dança e do teatro. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Dança, Música e Cinema, Matérias Tags: ,
23/02/2012 - 20:27

Prometeu abre mostra da Cia. Circo Mínimo

Compartilhe: Twitter

Redação do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"Prometeu" - foto de Layza Vasconcelos

SÃO PAULO – As condições para o teatro de grupo, em que eles investigam novas formas em prol da ampliação de linguagens à serviço das artes cênicas, mesmo que a passos mui lentos avance com o surgimento e acepção de leis que ampare suas práticas – caso do Programa de Fomento ao Teatro da Cidade de São Paulo – ainda são precárias, por isso chegar a seu 24º ano de existência é sim motivo de comemoração e a Cia. Circo Mínimo, criada em 1988 pelo ator e diretor Rodrigo Matheus, abre Mostra, em que apresenta cinco espetáculos de seu repertório,  21h desta sexta-feira (24) no Teatro União Cultural.

Cristiane Paoli Quito dirige o ator Ricardo Rodrigues no papel de Prometeu – responsável pelo furto do fogo dos céus o que, simbolicamente, possibilita a evolução da raça humana -, preso a mando de Zeus. O herói revela a causa de sua punição e revela a injustiça que lhe causam os poderosos. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,
17/02/2012 - 15:48

12 Homens e Uma Sentença comemora 200 apresentações e faz sessão extra

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil/ iG (Michel@aplausobrasil.com)

Peça faz sessão segunda

SÃO PAULO – Não é qualquer espetáculo que completa 200 apresentações com um histórico de prêmios, elogios da crítica e bem-sucedidas temporadas como 12 Homens e Uma Sentença, sob a enxuta e inteligente direção de Eduardo Tolentino de Araújo, que se apresenta hoje, 21h, no Tucarena, comemorando sua ducentésima apresentação. Na segunda-feira (20) de carnaval terá sessão extra, às 21h.

Em 1957, pelas mãos de Sidney Lumet, 12 Homens e Uma Sentença, de Reginald Rose, chegava às telas para perpertuar-se como clássico cinematográfico. Mais de 50 anos se passaram e, espantosamente, a crise ética impulsionada pelo texto de Rose parece ecoar velhas crises em novos tempos.

“É possível”, essa singela frase disparada por um dos personagens da peça, dirigida por Eduardo Tolentino de Araújo (notório diretor do Grupo TAPA), detona a ambiguidade do veredicto.

Doze componentes do corpo de jurados de um parricídio estão numa sala para efetivar a sentença. Num primeiro momento, pelo menos onze deles estão convictos de que o filho que havia discutido com o pai minutos antes do assassinato era o culpado pelo crime.

Mas para a condenação à morte é preciso unanimidade dos votos e eis que um dos jurados coloca a culpabilidade do réu em cheque. Esse é o estopim para que a semente da dúvida germine e revele os pré-julgamentos embutidos nas decisões anteriores. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Críticas Tags: , , , , , , , , , ,
11/02/2012 - 10:27

Um Molière redivivo

Compartilhe: Twitter

Maurício Mellone, editor do Favo do Mellone site parceiro do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Peça mostra dilemas da vida de autor francês

Com direção de Sandra Corveloni e Guilherme Sant’Anna na pele do autor, a Companhia D’Alma faz um panorama da efervescente trajetória pessoal e artística de Molière, em L’Illustre Molière

SÃO PAULO – Ao entrar, o público já encontra os atores em cena, preparando-se para o início do espetáculo. Esta é a primeira surpresa da montagem L’Illustre Molière, que abre a temporada 2012 do Teatro do Sesi: à frente da Companhia D’Alma, a diretora Sandra Corveloni usa de metalinguagem ao apresentar os atores interpretando os componentes da companhia de Molière, no palco do Teatro Ilustre, que o dramaturgo francês apresentava suas comédias em pleno século XVII, em Paris. Aos poucos a plateia compreende a brincadeira: os atores entram e saem de cena, às vezes estão na pele dos personagens das peças de Jean-Baptiste Poquelin, o Molière, e em seguida voltam à dura realidade de manter uma companhia de teatro funcionando a plenos vapores. Neste vai e vem, o espetáculo faz um grande painel da obra de Molière, com trechos de várias de suas peças, além de contar a rica e efervescente trajetória artística e pessoal do dramaturgo francês.

Fotos de Ronaldo Gutierrez


Mesmo retratando uma realidade do século XVII, a obra de Molière é atual e muito próxima do homem dos nossos tempos. De acordo com a diretora, “o dramaturgo dialoga com a nossa época, pois seus personagens são cínicos, autoritários, frágeis, inseguros, além de ambiciosos por fama, dinheiro e status social a qualquer preço. Podemos reconhecer que isso não mudou muito”, argumenta Sandra. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas Tags: , , , , , , , ,
01/02/2012 - 19:50

L’illustre Molière abre a temporada 2012 no Teatro Popular do SESI

Compartilhe: Twitter

Luís Francisco Wasilewski, especial para o Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

"L’illustre Molière"

SÃO PAULO – A partir de amanhã, o Teatro Popular do SESI apresenta a montagem L’Illustre Molière, da Companhia D’Alma. Em cartaz até o dia 26, a peça terá sessões gratuitas de quarta-feira a sábado, às 20h30, e aos domingos, às 20h.

Ambientado no séc. XVII, o espetáculo retrata momentos marcantes da vida e obra do famoso dramaturgo francês Molière. Cada cena tenta recriar a efervescência da criatividade do autor, a trajetória artística de sua companhia teatral e as particularidades de sua época.

Para potencializar a ambientação da época, o público é conduzido a um cenário que recria o Teatro Ilustre, onde o artista e sua companhia trabalharam. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , , , , , ,
29/01/2012 - 19:01

Inscreva-se para a 5ª edição do Fundo Comgás de Patrocínio

Compartilhe: Twitter

Cine Teatro Brasil, um dos projetos contemplados na última edição do Fundo Comgás de Patrocínio

SÃO PAULO – Estão abertas as inscrições para a 5ª edição do Fundo Comgás de Patrocínio Sócio Cultural. Neste ano serão destinados R$ 2 milhões para projetos socioculturais  que “gerem aprendizado transformador capaz de promover relações sustentáveis”, desenvolvidos na área de concessão da Comgás (Região Metropolitana de São Paulo, Baixada Santista, Vale do Paraíba e Região Administrativa de Campinas).

Podem ser inscritos projetos socioculturais das mais diversas áreas, enquadrados no artigo 18 da Lei Federal de Incentivo à Cultural (Lei Rouanet), que tenham como objetivo fomentar empreendimentos que gerem aprendizado transformador capaz de promover relações sustentáveis.

O processo seletivo é composto por quatro fases: habilitação, onde são conferidos a documentação e os impedimentos previstos no regulamento; análise técnica pela área de Responsabilidade Social da Comgás; seleção pelo Comitê de Comunicação da Comgás e pela Comissão de Patrocínios
Incentivados; e, por fim, os projetos selecionados são apresentados para o conhecimento da Diretoria da Comgás.

No ano passado, o Fundo contou com 288 projetos inscritos, dos quais 10 receberam R$ 1,5 milhão para realizarem suas atividades ao longo do ano, beneficiando mais de 800 mil pessoas.

Para ler o regulamento e fazer sua inscrição, acesse o site http://www.fundocomgas.com.br/.

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , , , , , ,
24/01/2012 - 23:20

Musical protagonizado por José Mayer chega a SP em março

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

José Mayer dá vida ao leiteiro judeu, Tevye

SÃO PAULO – Este ano Jorge Takla não dirigirá um musical que, geralmente, ocupa a sala principal do Teatro Alfa na capital paulista durante o primeiro semestre e, sim, a dupla Charles Möeller & Claudio Botelho com Um Violinista no Telhado, cuja estreia será dia 22 de março.

Protagonizado por José Mayer, ele concorre ao Prêmio Shell de Teatro do Rio de Janeiro na categoria Melhor Ator pelo trabalho, trata-se da versão brasileira do musical que estreou na Broadway nos anos 1950 .

José Mayer dá vida ao leiteiro Tevye, judeu, pai de cinco filhas, que enfrenta a perseguição da Rússia czarista contra os judeus.
<a href="“>

Autor: - Categoria(s): Multimídia, Notas e Oportunidades Tags: , , , , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo