Publicidade

Publicidade

29/03/2012 - 00:59

Antonio Fagundes e seu filho, Bruno Fagundes, estão juntos em Vermelho

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"Vermelho" - Foto de Ivan Abujamra

Protagonizada por Antonio Fagundes e por seu filho, Bruno Fagundes, Vermelho tem tradução de Rachel Ripani, figurinos de Fabio Namatame, produção de Antonio Fagundes e Jorge Takla

SÃO PAULO – Marcando a inauguração do Teatro Geo, Vermelho apresenta o encontro com o consagrado artista Mark Rothko e o seu jovem assistente Ken. Dirigida por Jorge Takla, Vermelho, de John Logan (roteirista de A Invenção de Hugo Cabret), estreia na próxima sexta-feira (30), 21h30.

O desejo de montar a peça ocorreu de for ma bastante interessante: Antonio e Bruno se encantaram pelo texto, que conheceram através de amigos e, numa conversa, ao comentarem sobre esse encantamento, descobriram que estavam falando da mesma obra, Vermelho.

A peça se passa entre 1958 e 1959, momento em que o pintor russo naturalizado norte-americano, Mark Rothko, está criando paineis para o restaurante Four Seasons, em Nova York.

Famoso por encabeçar o Expressionismo Abstrato, o artista aceitou a encomenda porque o pagamento oferecido era de grande valor. Para ajudá-lo no trabalho, necessita de um novo assistente. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo