Publicidade

Publicidade

04/04/2012 - 20:23

Leo Lama assina texto de Grande Espírito da Intimidade

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Clovys Tôrres e Adriana Lodoño re-estreiam "Grande Espírito da Intimidade"

SÃO PAULO – Depois de temporada no Espaço Cultural Capobianco, Grande Espírito da Intimidade re-estreia nesta sexta-feira (6) no Teatro Studio SP da Vila Madalena. O texto de autoria de Leo Lama, filho do dramaturgo Plinio Marcos e da atriz Walderez de Barros, traz como protagonistas os atores Adriana Londoño e Clovys Torres. A direção é de Andréah Dorim.

A peça aborda a intimidade da natureza humana tendo como metáfora a discussão de um casal em crise. Ela (Adriana Londoño) o ama profundamente e está com medo de perdê-lo. O homem está bêbado de cauim, bebida fermentada indígena, ouve vozes e cantos indígenas, enquanto ela prepara um misterioso ensopado. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , , , , , , ,
28/03/2012 - 23:52

Os Monólogos da Vagina estreia no Teatro Brigadeiro com novo elenco

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Imara Reis dirige nova montagem da peça de Eve Ensler

SÃO PAULO – Para comemorar o sucesso da comédia Os Monólogos da Vagina, a capital paulista sedia a estreia de mais uma temporada do espetáculo, que entra em cartaz no Teatro Brigadeiro, em São Paulo, a partir desta sexta-feira (30). A ocasião também marca o lançamento no Brasil do movimento feminista V-DAY.

Integram o elenco dessa nova temporada as atrizes Fafy Siqueira, Chris Couto e Adriana Lessa, sob direção de Imara Reis. Das três, apenas Fafy já fez parte do elenco anterior, que já contou com nomes como Zezé Polessa, Tânia Alves, Cláudia Rodrigues, Cissa Guimarães, Lucia Veríssimo, Elizângela e Maximiliana Reis.

Os Monólogos da Vagina, de autoria da escritora e ativista americana Eve Ensler, já foi encenado em mais de 150 países e em mais de 50 idiomas diferentes.

A autora coletou depoimentos verídicos tentando entender o porquê de ser tão problemático falar sobre vagina. Seu objetivo era celebrar esse órgão feminino que está diretamente relacionado à sexualidade da mulher. O texto se desdobrou em diversas problemáticas como a violência contra a mulher. A mídia começou a prestar atenção e a peça se transformou num grande sucesso mundial.

Cássio Reis, produtor responsável pela montagem de Os Monólogos da Vagina no Brasil, assistiu ao espetáculo nos Estados Unidos e o que mais lhe chamou atenção é o cunho social da obra, na medida em que alerta a sociedade para a necessidade de se combater o preconceito e atos que colocam a integridade das mulheres em risco. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
15/10/2010 - 20:32

Festival Natura Nós: a música do Brasil e do mundo

Compartilhe: Twitter

Adriano Oliveira, especial para o Aplauso Brasil (adriano@aplausobrasil.com)

A banda Snow Patrol apresenta-se no "Natura em Nós"

O “Festival Natura Nós” acontece neste final de semana, sábado e domingo, 16 e 17 de outubro, na Chácara do Jockey, em São Paulo e chega para celebrar o encontro da música brasileira com a música de outros lugares do mundo.

No sábado, o solo brasileiro recebe os franceses do Air, os norteirlandeses do Snow Patrol, os ingleses do Jamiroquai e Bajofondo, formado por músicos contemporâneos da Argentina e do Uruguai que misturam o tango clássico com a música eletrônica.

Também no sábado se apresentam os made in Brazil: Vanessa da Mata que acaba de lançar seu quinto CD inédito; a cantora Céu que, com apenas seis anos de carreira já tem carreira internacional, e a cantora e percussionista revelação Karina Buhr, que lançou no começo deste ano seu primeiro trabalho solo.

Fecham a lista o grupo Cidadão Instigado, a banda de Brasília, Móveis Coloniais de Acaju; e o cantor e compositor Marcelo Jeneci com a participação de Tulipa Ruiz. Artistas que estão se destacando no novo cenário da música brasileira. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Dança, Música e Cinema Tags: , , , , , , , , , , ,
16/09/2010 - 22:17

Agora sim: vamos às novidades

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

"Amendoim Torradinho" na Alemanha

Como prometi no último post, seguem novidades sobre a dupla Adriana Capparelli-Letícia Coura: o CD em que as duas intérpretes soltarão a voz nos oferecendo um brinde à boa música, está em fase de produção.

Segundo escreveu Adriana, o CD, cuja produção é de Fábio Tagliaferi, o terceiro da carreira de Capparelli, terá 23 faixas.

“No lançamento te procuramos”, prometeu Adriana.

Há mais de 6 anos o projeto de um CD com a parceria das duas, começou a ser gestado e, num show de Letícia Coura, lembro do impacto causado pela interpretação de Amendoim Torradinho. Elas prometeram incluir a canção no repertório do álbum. Abaixo reproduzo um vídeo com a performance delas da música num show em Berlim (Alemanha).


<a href="“>

Autor: - Categoria(s): Dança, Música e Cinema, Multimídia Tags: , , ,
15/09/2010 - 11:36

De Papel com Adriana Capparelli

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

Adriana Capparelli

Conheci a potente e linda voz de Adriana Capparelli no musical Ópera do Malandro, dirigido por Gabriel Villela. Faz quase 10 anos. De lá pra cá virei seu admirador incondicional e, no lançamento deste site, em outubro de 2002/, ela interpretou Valsa Rancho, do Chico Buarque.

Agora coloco a bela De Papel, de Zeca Baleiro e Vanessa Bumagny, mais uma pérola do CD Bem+Perto.


<a href=”“>
OUÇA MAIS EM http://www.myspace.com/adrianacapparelli

Autor: - Categoria(s): Dança, Música e Cinema, Multimídia Tags: , , , , ,
22/08/2010 - 20:53

Falando do Universo Teatral

Compartilhe: Twitter

Luís Francisco Wasilewski, especial para o Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

Adriana Garambone é a stripper Gypsy Rose Lee em GYPSY

Gypsy, de Arthur Laurents, Stephen Sondheim e Jule Styne, é o novo musical da dupla Charles Moeller e Claudio Botelho em cartaz no Teatro Alfa. Não se trata, pois, de uma biografia da célebre stripper Gypsy Rose Lee, visto que ela na trama é uma personagem coadjuvante. O foco da trama reside na mãe de Gypsy, Rose, uma tresloucada mulher, cujo grande propósito é que sua filha brilhe nos palcos norte-americanos.
A obra data de 1959, no entanto, acredito que não há momento mais oportuno para esta encenação brasileira. O Brasil de hoje se assemelha muito ao retratado pelo Musical. A incessante busca pela fama a qualquer preço, as diversas “mães de misses” e os candidatos ao estrelato tornam a história de Gypsy totalmente encaixada na nossa realidade. E o pano de fundo do musical, que é a decadência do teatro de variedades para o teatro burlesco (com nudez em cena) foi algo vivenciado pelo Teatro de Revista Brasileiro, cujo declínio se deu, em parte, por conta do aumento da nudez em cena. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , , , , , , , ,
20/07/2010 - 16:06

Gypsy chega a São Paulo

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

Totia Meirelles vive Mamma Rose de GYPSY, considerado o mais complexo personagem de musicais

Trazendo na bagagem sucesso de crítica, público e três indicações para o Prêmio Shell de Teatro do Rio de Janeiro, o musical Gypsy, assinado pela dupla Möeller e Botelho, chega à capital de São Paulo, no Teatro Alfa, nesta sexta-feira (23).

Clássico da Broadway, escrito por Arthur Laurents, o espetáculo narra a história de Louise (Adriana Garambone) desde sua infância até tornar-se a stripper Gypsy Rose Lee.

Mamma Rose (Totia Meirelles, indicada como Melhor Atriz no Prêmio Shell pelo trabalho) é a típica mãe que deseja fazer das filhas estrelas do show business. Viaja com as filhas para apresentações aos shows de variedades em busca do sucesso. O problema é que o gênero está em franca decadência. Nas suas andanças, Mamma conhece Herbie (Eduardo Galvão) que, além de seu amante, torna-se uma espécie de empresário que, também, não consegue emplacar a dupla. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , , , , , , , , , , , , ,
29/04/2010 - 16:46

A história da stripper Gypsy em mega-produção da dupla Möeller & Botelho (RJ)

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

Adriana Garambone é a stripper Gypsy Rose Lee em GYPSY

Um musical assinado pela dupla Möeller & Botelho, os Reis do Musical (título da biografia escrita por Tânia Brandão para a Coleção Aplauso), gera grandes expectativas aos fãs do gênero, vez que sua trajetória é, até aqui, exemplar. E nesta sexta-feira (30), no Teatro Villa-Lobos, será a vez de Gypsy, patrocinado pelo Bradesco Seguros e Previdência, ganhar a cena.

O texto de Arthur Laurents conta a trajetória de Louise (Adriana Garambone que surpreendeu como Roxie em Chicago) desde sua infância até tornar-se a stripper Gypsy Rose Lee.

Mamma Rose (Totia Meirelles) é a típica mãe que deseja fazer das filhas estrelas do show business. Viaja com as filhas para apresentações aos shows de variedades em busca do sucesso. O problema é que o gênero está em franca decadência. Nas suas andanças, Mamma conhece Herbie (Eduardo Galvão) que, além de seu amante, torna-se uma espécie de empresário que, também, não consegue emplacar a dupla. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , , , , , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo