Publicidade

Publicidade

20/11/2010 - 13:40

Veja galeria de fotos de “O Estrangeiro”

Compartilhe: Twitter

Monólogo é dirigido pela excelente atriz Vera Holtz

LEIA TAMBÉM

Guilherme Leme esbanja segurança e talento em “O Estrangeiro

[slideshow id=21]

Autor: - Categoria(s): GALERIA DE FOTOS Tags: , , , , , , ,
17/11/2010 - 13:12

Guilherme Leme esbanja segurança e talento em “O Estrangeiro”

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

Monólogo é dirigido pela excelente atriz Vera Holtz

O que realmente me encanta numa peça teatral é quando a proposta parece estar de acordo com as ambições dos artistas envolvidos na representação. Tudo é uma questão de comunicação. Dois pólos: um que emite, outro que recebe. Esse é o caminho seguido em “O Estrangeiro”, romance de Alberto Camus, cartaz do Teatro Eva Herz (só até domingo!), em que o ator Guilherme Leme esbanja segurança e talento alicerçado pela sólida direção da atriz Vera Holtz.

Tudo é simples e direto: Meursault, personagem interpretado por Leme, narra sua trajetória enquanto veste um sóbrio terno preto sobre camisa e regata branca, uma cueca samba-canção branca e meias, também, brancas. O claro e o escuro permeiam toda a trajetória da personagem.

A simplicidade do cenário – uma cadeira de madeira giratória, o teto e um linóleo brancos, que delimitam o claustrofóbico espaço cênico onde Meursault está confinado -, a iluminação formada por luzes sem outra cor senão o branco, além da sombra que sua diminuição provoca, contribui para a edificação da simplicidade e para que o público seja enlaçado pela narrativa, sem, no entanto, provocar uma catarse de comiseração por Meursault. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Críticas Tags: , , , , , , , , , ,
11/11/2010 - 17:37

Montagem inédita coloca romance de Albert Camus em cena

Compartilhe: Twitter

Guilherme Leme apresenta adaptação de "O Estrangeiro", de Camus

Maurício Mellone, para o site Favo do Mellone parceiro do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Guilherme Leme é o protagonista do monólogo “O Estrangeiro” e divide a direção com Vera Holtz

Com inúmeras atrações na cidade, como a Bienal Internacional de Artes, a Mostra Internacional de Cinema, o Festival Mix Brasil de Cinema da Diversidade Sexual, além de filmes concorridos em cartaz (“Tropa de Elite 2”, por exemplo), o público paulistano não pode deixar de assistir, no Teatro Eva Herz, à inédita montagem do clássico romance francês “O Estrangeiro”, de Albert Camus, com Guilherme Leme, que divide a direção com Vera Holtz e é o protagonista da peça.

Com uma linguagem direta, Meursault, um funcionário discreto que vive na cidade de Argel nos anos 1940, narra sua trajetória de vida com objetividade. Numa cadeira giratória, o ator está de camiseta e cueca brancas e à medida que relata sua experiência vai se vestindo. Aos poucos o espectador entende que ele vivia com a mãe e por necessidade precisou colocá-la no asilo. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores Tags: , , , , , ,
Voltar ao topo