Publicidade

Publicidade

17/04/2012 - 18:37

7º Festival Palco Giratório começa em maio

Compartilhe: Twitter

Luís Francisco Wasilewski, especial para o Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

Festival Palco Giratório abre vendas dia 23

PORTO ALEGRE – O Festival Palco Giratório SESC/POA chega a sua sétima edição este ano, trazendo à capital gaúcha mais de 100 ações culturais entre espetáculos, atividades formativas, palestras e exposições. Serão 46 espetáculos de 41 grupos, 81 sessões e a vinda de artistas de 11 estados brasileiros e três países.

O evento, que já se tornou um marco do calendário cultural de Porto Alegre, acontece entre os dias 04 e 27 de maio e vai movimentar a cena cultural da cidade, promovendo um intercâmbio entre artistas de 11 estados brasileiros, além do elo cultural com a Dinamarca, que estará presente no Festival por meio da participação do Odin Teatret.

Cia. baiana apresenta "Pólvora e Poesia", de Alcides Nogueira e direção de Fernando Guerreiro

Entre os destaques desta edição estão dois espetáculos do grupo dinamarquês: As Grandes Cidades sob a Lua e Ode ao Progresso , o monólogo Depois do Filme, que marca a volta aos palcos do diretor Aderbal Freire Filho, as premiadas encenações Oxigênio, da Cia Brasileira de Teatro, e Luis Antônio Gabriela, da Cia Mungunzá. Também chegará na programação do circuito a encenação baiana de Pólvora e Poesia, primoroso texto de Alcides Nogueira, que recebeu a direção de Fernando Guerreiro e está há dois anos em cartaz, sendo  considerada como uma das grandes montagens do teatro baiano dos últimos anos.

Haverá na programação do evento a Residência Artística com o consagrado  Odin Teatret e uma palestra  sobre A Organização e Cultura do Odin Teatret, com Anne Savage.

A programação completa do 7º Festival Palco Giratório SESC/POA pode ser conferida no site www.sesc-rs.com.br/palcogiratorio.

INGRESSOS:

Venda de ingressos antecipados de 23/04 a 27/05

Ponto de Venda para Ingressos Antecipados: SAC (Setor de Atendimento ao Cliente) Unidade Sesc Centro – Av Alberto Bins,665

Nas bilheterias dos espaços, conforme disponibilidade, no dia da apresentação, com 1 hora de antecedência.

Atendimento: segunda a sexta das 8h às 19h45 e até às 12h para a *apresentação do dia.

Atendimento para Apresentação do Dia: Após às 12h e havendo ingressos disponíveis, a venda ocorre somente no local de cada apresentação uma hora antes do início do espetáculo.

* Para o espetáculo Breves Entrevistas com Homens Hediondos – Venda somente nos dias e no local das apresentações

Valores: R$ 5 a R$ 20

R$ 20,00 público em geral

R$ 10,00 para estudantes, maiores de 60 anos, classe artística e empresários com cartão SESC

R$ 5,00 para COMERCIÁRIOS e dependentes*

*COMERCIÁRIOS (titulares e dependentes): mediante apresentação do cartão SESC e somente um ingresso por espetáculo para cada cartão.

Formas de pagamento na compra antecipada:

Dinheiro

Cheque à vista, cartão débito ou crédito (visa; mastercard e amex)

Formas de pagamento para compra na hora: somente pagamento em dinheiro

Informações sobre a venda de ingressos e de toda a Programação do Festival: (51) 3284 2070.

ESPETÁCULOS COM ENTRADA FRANCA: Acesso mediante distribuição de senhas somente no local e no dia do evento, uma hora antes de cada apresentação.

Atenção: Acesso a espetáculos em Escolas Públicas é necessário agendamento prévio.

ACESSO PALESTRAS, MESAS REDONDAS E SESSÕES DE FILMES:

Acesso livre conforme ordem de chegada e sujeito a lotação do espaço. (abertura de portas 30 minutos de antecedência)

*Atenção: para a Palestra com o Eugênio Barba ocorrerá distribuição de senhas somente no local e no dia do evento, uma hora antes da atividade.

Oficinas:

Para Oficina de Montagem Abre-Alas (Lume Teatro):

50 vagas disponíveis

Período de envio: de 23/04 a 15/05, seleção por ordem de envio.

Acesso a oficinas:

Inscrições gratuitas de 23/04 até 07 de Maio. Os interessados devem enviar e-mail para festival@sesc-rs.com.br , com as seguintes Informações: Nome Completo, Endereço, Telefone, E-mail e breve currículo ou carta de intenção para análise.

Aguardar retorno de confirmação, por e-mail, até 2 dias anteriores a atividade. O envio da Inscrição não garante a participação nas atividades, somente o e-mail de confirmação enviado pela produção do Festival.

Conferências, Palestras e oficinas:

Acesso livre, conforme lotação do espaço.

Locais de realização:

* Teatro Sesc Centro: Av. Alberto Bins, 665 (Fone: 51 3284-2070)

* Café Sesc Centro: Av. Alberto Bins, 665 (Fone: 51 3284-2070)

* Theatro São Pedro: Praça Marechal Deodoro, s/n – (Fone: 51 3227-5100)

* Teatro Renascença: Av. Érico Veríssimo, 307 (Fone: 51 3289-8066)

* Sala Álvaro Moreyra: Av. Erico Veríssimo, 307 (Fone: 51 3289-8066)

* Teatro de Câmara Túlio Piva: R. da República, 575 (Fone: 51 3289-8093)

* Sala Carlos Carvalho – Casa de Cultura Mário Quintana: R. dos Andradas, 736

* Teatro do Museu: Rua Dos Andradas, 230 (Fone: 3227 5196)

* Sala Alziro Azevedo – UFRGS: R. General Vitorino, 255 (Fone: 3308 4374)

* Casa de Teatro: R. Garibaldi, 853 (Fone: 3029 9292)

* CMTE Paulo Freire: R. Santa Terezinha, 572 – Santana

* Escola Municipal Grande Oriente: R. Wolfran Metzler, 600 – Rubem Berta (Fone: 3366 1602)

* Circo Girassol: R. Doutor Sinval Saldanha, 286 – Bom Jesus (Fone: 3387 8595)

* Largo Glênio Peres

* Rua dos Andradas

* Estacionamento da Usina do Gasômetro

* Esquina Democrática

* Largo Zumbi dos Palmares

* Parque Farroupilha

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
13/01/2010 - 10:01

O Delírio Poético de Alcides Nogueira

Compartilhe: Twitter

Luís Francisco Wasilewski, especial para o Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

Lucélia Santos e Maurício Machado em peça de Alcides Nogueira

Lucélia Santos e Maurício Machado em peça de Alcides Nogueira

As Traças da Paixão é um dos textos mais radicais da dramaturgia de Alcides Nogueira. Nele, o escritor rompe ferozmente com a linearidade narrativa e com a identidade das personagens. Podemos classificar a peça de Alcides como “um delírio poético”.

Grosso modo, a peça mostra  o encontro das personagens Paco e Marivalda Revólver. Este é o mote para que Alcides crie diversas identidades para essas personagens. Paco procura Marivalda, porque acredita que ela seja uma sobrevivente da aristocracia russa. Os dois vivem diversas relações tanto como mãe e filho, como também de amantes. A Partir desse enredo, Alcides faz diversas citações. Tchekov, Caetano Veloso, Plínio Marcos, José Celso Martinez Corrêa são alguns dos artistas homenageados em As Traças da Paixão.

O espetáculo teve uma encenação célebre, em 1995, com Walderez de Barros e Cláudio Fontana, sob a direção de Márcio Aurélio. Não a assisti, logo não posso fazer comparações. Acho que Alcides encontrou em Lucélia Santos e Mauricio Machado dois excelentes atores para viajarem em seu barco bêbado. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo