Publicidade

Publicidade

04/10/2012 - 02:40

Antunes Filho dirige Toda Nudez Será Castigada

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (nanda@aplausobrasil.com)

Antunes Filho apresenta "Toda Nudez Será Castigada"

SÃO PAULO – O diretor Antunes Filho, um dos nomes mais importantes do teatro brasileiro, estreia Toda Nudez Será Castigada, em comemoração aos 30 anos do Centro de Pesquisa Teatral do SESC Consolação (CPT) e ao centenário do nascimento de Nelson Rodrigues. No elenco, estão os atores do CPT, criado pelo SESC para abrigar as pesquisas e encenações do Grupo de Teatro Macunaíma, comandado por Antunes Filho. A estreia é sexta-feira (5), às 21h.

Antunes Filho apresenta "Toda Nudez Será Castigada"

O texto, que já ganhou várias versões teatrais e já foi montado por Antunes Filho nos anos 1980, obteve fama nacional com a estreia do filme homônimo, dirigido por Arnaldo Jabor, em 1973, e estrelado por Darlene Glória.

Antunes Filho já encenou diversas peças do dramaturgo, que viraram montagens antológicas do teatro brasileiro, como Nelson Rodrigues, O Eterno Retorno (1981), Nelson 2 Rodrigues (1984), projeto do qual fazia parte a apresentação de Toda Nudez Será Castigada; Paraíso, Zona Norte (1989) e A Falecida VaptVupt (2009). Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, DESTAQUE, Matérias Tags: , , , , , , ,
13/07/2012 - 16:01

Sonhos Para Vestir volta ao cartaz no Rio de Janeiro

Compartilhe: Twitter

Luís Francisco Wasilewski, especial para o Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

Sara Antunes apresenta "Sonhos para Vestir"

RIO DE JANEIRO – Considerada pela crítica como uma das melhores peças do Festival de Curitiba de 2011, Sonhos para Vestir tem a sua dramaturgia construída a partir da relação da autora com o seu pai, que faleceu há cinco anos.

Através de palavras e sonhos, numa troca constante com o espectador, o texto estabelece um diálogo entre o vivido e o sonhado, o dia e a noite, a vida e a morte.

É possível materializar um sonho? A partir do diálogo com o público, que é delicadamente convidado a entrar no jogo, Sara Antunes conduz o espetáculo, costurando um novo roteiro a cada apresentação. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias, MICHEL FERNANDES RECOMENDA Tags: , , , , , , , , ,
26/09/2011 - 14:49

Novo álbum de Marisa Monte já tem data de lançamento

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (aplauso@gmail.com)

Anderson Silva e Marisa Monte dançam no clipe de "Ainda Bem"

A intérprete e compositora Marisa Monte – que utiliza seu site para discutir sobre a feitura e de seu novo álbum -,  além de  colocar hoje no ar o clipe da música Ainda Bem, de seu novo CD, avisou aos fãs que o novo trabalho chega às lojas no final de outubro.

Desde 2006 que a cantora não apresenta um álbum inédito e as expectativas são grandes.

O clipe de Ainda Bem é dirigido por Dora Jobim e com fotografia em preto e branco de Mauro Pinheiro Jr  (Cinema, Aspirinas e Urubus e Linha de Passe) e contou com a participação do lutador Anderson Silva, fenômeno do MMA e atual campeão mundial dos pesos médios do UFC. Conhecido não apenas pelos golpes certeiros nos adversários mas também pela desenvoltura com os pés, ele aparece dançando com a cantora.

Composta em parceria com Arnaldo Antunes, Ainda Bem tem participação do músico argentino Gustavo Santaolalla, vencedor de dois Oscar, e de integrantes do grupo Nação Zumbi.

CLIPE de AINDA BEM

<a href="“>

Ficha técnica:
Título: Ainda Bem
Artista: Marisa Monte
Participação: Anderson Silva
Autores: Marisa Monte e Arnaldo Antunes
Gravadora: EMI
Direção: Dora Jobim
Direção de Fotografia: Mauro Pinheiro
Edição: Thiago Arruda
Produção: Gabriela Gastal e Gabriela Figueiredo

Autor: - Categoria(s): Multimídia, Notas e Oportunidades Tags: , , , , , , , , , ,
14/09/2011 - 14:07

Confira a nova música da Marisa Monte

Compartilhe: Twitter

Marisa Monte lança "Ainda Bem"

Como prometido pela Canivello Comunicação, hoje no  site de Marisa Monte saiu a nova canção da intérprete e compositora, Ainda Bem, parceria entre os “tribalistas” Marisa Monte e Arnaldo Antunes.

CLIQUE AQUI para baixar a letra e a cifra da música.

Confira aqui:
<a href="“>
Ficha Técnica:

Bateria e reco-reco- Pupillo
Baixo- Dengue
Guitarra – Lucio Maia
Guitarra pignose e violão de nylon- Dadi
Violão de nylon e vocal- Marisa Monte
Teclado – Aníbal Kerpel
Ronroco ,violão de nylon-Gustavo Santaolalla
Trumpete- Maico Lopes

Autor: - Categoria(s): Dança, Música e Cinema, Multimídia Tags: , , , , , , ,
08/12/2010 - 04:50

Antunes Filho segundo Sebastião Milaré

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

Depois de um lançamento para aqueles que estiveram na primeira edição do Mirada, Festival Ibero-Americano promovido pelo SESC SP, o livro “Hierofania – O Teatro Segundo Antunes Filho”, de Sebastião Milaré, ganha hoje, a partir das 19h, lançamento na sede do CPT, o Centro de Pesquisa Teatral, espaço sagrado em que Antunes Filhos e seus discípulos criam pérolas das artes cênicas.

O dramaturgo Samir Yazbek, os atores Juliana Galdino e Lee Taylor estarão presentes nesta noite de festa. Protagonistas de espetáculos de grande repercussão dos últimos anos como “Medéia 2”, “Foi Carmen”“A Pedra do Reino” e “Senhora dos Afogados”, os atores são fontes imprescindíveis, segundo aponta Sebastião Milaré nos agradecimentos do livro.

Os espetáculos citados acima estão esmiuçados na primeira parte do livro, dedicada a ensaios e reflexões do teatro antuniano, a partir da antológica encenação do romance “Macunaíma”, de Mário de Andrade, por Antunes Filho e os atores do, batizado a partir do trabalho, Grupo Pau-Brasil.

Na segunda parte do livro, Milaré busca sistematizar o trabalho de pesquisa desenvolvido pelo CPT, o Centro de Pesquisa Teatral de Antunes Filho. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas Tags: , , , , ,
04/11/2010 - 19:09

O triste fim do ingênuo patriota excessivo

Compartilhe: Twitter

"Policarpo Quaresma" é a nova pérola da coleção de obras-primas de Antunes Filho

Crítica de Michel Fernandes da peça “Policarpo Quaresma” na íntegra (michel@aplausobrasil.com)

Versão impressa no jornal Diário de São Paulo de 03/11/2010

A genialidade do autor Lima Barreto criou o romance “Triste Fim de Policarpo Quaresma”, em que critica o positivismo dominante, instaurado com o regime republicano. Na obra são apresentados os desdobramentos tragicômicos que afetam a figura do “Major” Quaresma, um patriotismo excessivo e ingênuo. Antunes Filho e o Grupo Macunaíma/ CPT recuperam a reflexão proposta pela obra no espetáculo “Policarpo Quaresma” – em cartaz no Teatro SESC Anchieta (SESC Consolação) -: “até que ponto há ética no poder?, Até que ponto ter poder suporta que sejamos éticos?”.

A chave da concepção de Antunes é clara desde a primeira cena: é uma opereta bufa calcada nas ingênuas crenças de Policarpo Quaresma (interpretado com minimalismo de excepcional comediante por Lee Thalor que sabe utilizar, com maestria, seus recursos corporais e vocais, adjuntos a sua inteligência). O personagem busca, solitariamente, signos que valorizem a nação como se a mudança para o idioma tupi, a recuperação da moda de viola como “expressão da arte nacional”, a escolha de tecidos “nacionais” para compor seu guarda-roupas, entre outros, bastassem para solidificar valores para a formação de uma nação.

Quaresma, aqui, toma uma posição arquetípica que espelha a nós, em sua maioria, nesses sombrios dias em que valorizamos os feitos dos políticos que ocupam altos postos de poder, fazendo vistas grossas a seus meios nada éticos para alcançarem seus objetivos. Os exemplos aqui, infelizmente, são muitos: dos incontáveis escândalos de corrupção à sordidez da campanha presidencial deste ano. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Críticas Tags: , , , , , , , , , , ,
20/09/2010 - 20:18

Programe-se: Inscrições para o CPTzinho vai até a próxima sexta-feira

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

Antunes Filho

Certamente os interessados nas artes cênicas já devem saber da existência do CPT (Centro de Pesquisa Teatral), um laboratório de experimentações e concretizações teatrais, cuja seriedade conquistou o universo teatral mundial. Coordenado por Antunes Filho, um dos principais alicerces qualitativos do nosso teatro, o curso de Introdução ao Método do Ator – CPTzinho tem inscrições até a próxima sexta-feira (24), no SESC Consolação.

São apenas 20 vagas disputadas por centenas de candidatos que são escolhidos em duas etapas, seguindo o cronograma abaixo,: entrevista individual e teste prático. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , , , , , , ,
20/08/2010 - 16:05

Maria Alcina revisita a obra do paulistano Arnaldo Antunes

Compartilhe: Twitter

Eduardo Melo, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

A cantora Maria Alcina interpretou Arnaldo Antunes

Na noite da última terça-feira, subiu ao palco do Teatro Cleyde Yáconis a exuberante e espalhafatosa cantora Maria Alcina  revisitando as canções de Arnaldo Antunes, dentro da segunda edição do projeto Palavra de Paulista ,realizado todas as quartas-feiras ás 18h30 ,no teatro citado .

Dona de uma voz grave e de bastante personalidade, a cantora passeou por todas as fases da carreira de Arnaldo. Acompanhada de excelentes músicos, que deram excelentes soluções de arranjos, casando a bela voz de Maria Alcina com as ótimas criações de Arnaldo Antunes. A cantora conseguiu imprimir toda a sua versatilidade e seu estilo nas composições de Antunes. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores Tags: , , , , , , , , , , ,
01/06/2010 - 16:18

Policarpo Quaresma, um encontro de gênios

Compartilhe: Twitter

Afonso Gentil, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Uma, de muitas, cenas antológicas de "Policarpo Quaresma"

A boa notícia vinda do CPT, que ocupa o Teatro Sesc-Anchieta com Policarpo Quaresma, com texto de Antunes Filho baseado no romance Triste Fim de Policarpo Quaresma do, também genial (mas, injustiçado), escritor Lima Barreto, vai ganhar mais algumas semanas naquela sala, graças ao sucesso de público, até o fim de julho.

Policarpo Quaresma é mais uma prova irrefutável da ebulição criativa que agita nosso mais completo, lúcido e coerente encenador Antunes Filho, senhor absoluto da caixa preta que ele sempre povoou de movimentos, luzes, cores e sons, em montagens antológicas, em seus mais de 50 anos de uma carreira sem hiatos. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , , , , , , , , , ,
26/04/2010 - 17:50

Peça escrita por Antunes Filho arrebata multidões

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

LAMARTINE BABO homenageia compositor de marchinas

Que ele é um dos diretores teatrais do Brasil que serve de referência ao que de melhor se passa nos palcos brasileiros não há dúvida, Antunes Filho, agora, causa filas em sua primeira incursão pela dramaturgia. Trata-se do musical Lamartine Babo, homenagem singela ao compositor das eternas marchinhas de carnaval como Linda Morena, O Teu Cabelo Não Nega, entre outras, dirigida por Emerson Danese, em cartaz apenas às quintas-feiras, 19 e 21h, no sétimo andar do SESC Consolação.

ABAIXO SEGUE CRÍTICA PUBLICADA EM FEVEREIRO DE 2010 Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Críticas Tags: , , , , , ,
Voltar ao topo