Publicidade

Publicidade

23/04/2012 - 19:08

Atenção: Audições para o musical Shrek

Compartilhe: Twitter

Do cinema para o palco

Com estreia prevista para dezembro próximo na  capital do Rio de Janeiro,  Shrek, O Musical está com inscrições abertas para atores, cantores e bailarinos que desejem participar das audições desse espetáculo, produzido pela Kabuki Produções (Jekyl & Hide -O Médico e o Monstro), grande sucesso da Broadway.

As inscrições devem ser feitas até o dia 05 de maio.

Mais  informações aqui http://www.shrekomusical.com.br/

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , , , , , , , ,
01/03/2012 - 21:49

Marcos Tumura e Cabaret despedem-se de São Paulo

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil/ iG (Michel@aplausobrasil.com)

'Salut' "Cabaret"

SÃO PAULO – Amantes do bom teatro musical tem a última chance de assistir ao musical Cabaret na capital paulistana. O espetáculo dirigido por José Possi Neto e protagonizado por Claudia Raia, fica em cartaz até domingo (3) no Teatro Procópio Ferreira e, antes de aportar no Rio de Janeiro fará algumas apresentações no Theatro Municipal de Paulínia, interior paulistano.

Na pele do otimista Herr Schultz (judeu-alemão que acredita que o nazismo seja  molecagem), o ator Marcos Tumura que concedeu esta entrevista em  vídeo e conta sobre sua amizade de mais de duas décadas com Claudia Raia, sobre seu personagem em Cabaret e sobre a evolução do gênero musical no Brasil.

Marcos Tumura

Parte 1 – Onde tudo começou

Parte 2 – O dono da voz de Herr Schultz

Parte 3 – “Brasileiro é um povo musical”

Confira:

Jarbas Homem de Mello introduz estética Dzi Croquettes

Chris Aizner e Fábio Namatame firmam marca de qualidade

Uma Diva chamada Claudia Raia

As marcas de 2011, só algumas Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
24/01/2012 - 23:20

Musical protagonizado por José Mayer chega a SP em março

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

José Mayer dá vida ao leiteiro judeu, Tevye

SÃO PAULO – Este ano Jorge Takla não dirigirá um musical que, geralmente, ocupa a sala principal do Teatro Alfa na capital paulista durante o primeiro semestre e, sim, a dupla Charles Möeller & Claudio Botelho com Um Violinista no Telhado, cuja estreia será dia 22 de março.

Protagonizado por José Mayer, ele concorre ao Prêmio Shell de Teatro do Rio de Janeiro na categoria Melhor Ator pelo trabalho, trata-se da versão brasileira do musical que estreou na Broadway nos anos 1950 .

José Mayer dá vida ao leiteiro Tevye, judeu, pai de cinco filhas, que enfrenta a perseguição da Rússia czarista contra os judeus.
<a href="“>

Autor: - Categoria(s): Multimídia, Notas e Oportunidades Tags: , , , , , , , , , , , , ,
04/11/2011 - 18:07

Vem aí musical inspirado no filme Priscilla – A Rainha do Deserto

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

"Priscilla - A Rainha do Deserto"

SÃO PAULO – Cercada de mistérios, a produção do musical Priscilla – A Rainha  do Deserto, inspirada em filme australiano homônimo de 1994 e grande sucesso de bilheteria no mundo todo, só divulgará os envolvidos nesse projeto artístico e outros detalhes, como a data da estreia, apenas segunda, quando, a partir das 19h, receberão a imprensa para entrevista coletiva e passagens de cena, no Teatro Brigadeiro, onde o espetáculo estreará.

Em março deste ano, a atriz Bette Midler estreou o musical na Broadway que conta com músicas cover como Material Girl, de Madonna,  True Collors, de Cindy Lauper, I Say a Little Pray For You e I Will Surviver, eternizadas por Glória Gaynor.

Acompanhe nosso twitter – @aplausobrasil – para saber tudo – e ao vivo, na próxima segunda (7) – sobre o musical.


<a href="“>

Autor: - Categoria(s): Multimídia, Notas e Oportunidades Tags: , , , , , , , ,
26/10/2011 - 02:32

Claudia Raia realiza sonho e protagoniza Cabaret

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (aplauso@gmail.com)

Jarbas Homem de Mello e Claudia Raia em "Cabaret"

SÃO PAULO – Vinte e dois anos depois da montagem de Cabaret, dirigida por Jorge Takla, cuja estreia ocorreu no Teatro Procópio Ferreira, a atriz Claudia Raia consegue realizar um sonho antigo e subir ao palco do mesmo teatro na pele da prostituta Sally Bowles, protagonista do musical inspirado em romance de Christopher Isherwood, com música de John Kander e letras de Fred Ebb, nesta sexta-feira (28), sob direção de José Possi Neto.

Convidada para protagonizar a montagem de 1989, Claudia Raia teve que declinar do convite por causa de compromissos  com a televisão, mas o desejo de interpretar a personagem não adormeceu.

“Foii uma corrida pelos direitos autorais esse tempo todo. Um dia eu cheguei para o (Sandro) Chaim e disse: – Você tem que me ajudar a conseguir os direitos de Cabaret. Preciso fazer Cabaret antes de estar andando de bengala. Ele topou, foi atrás e conseguiu. É uma produção cara de mais ou menos cinco milhões”, conta Claudia. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Dança, Música e Cinema, Matérias Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
09/06/2010 - 21:28

Promises, Promises: Deliciosa Comédia de Situações com Clima Vintage

Compartilhe: Twitter

Por Charles Möeller.

Os diretores Charles Möeller & Claudio Botelho analisam os principais espetáculos em cartaz na Broadway no momento

FONTE: SITE MÖELLER & BOTELHO

"Promises, Promises", roteiro de Neil Simon e músicas de Burth Bacharah

Estava muito ansioso pra ver a primeira remontagem de Promises, Promises (o original é dos anos 1960), pois tem um time de criadores de peso! O texto é de um dos maiores comediógrafos de todos os tempos, Neil Simon, baseado no filme O Apartamento, de Billy Wider, com músicas de Burt Bacharach e Hal David. Direção e coreografia do tarimbado Rob Ashford e, ainda pra reforçar, Sean Hayes e Kristin Chenoweth como protagonistas! Claro que foi essa peça que eu escolhi pra ser a primeira da maratona!

Já entramos no clima no overture, com bailarinos dançando todos os temas!   A peça se passa em 1962 e tem aquele clima vintage que sempre acaba rondando as remontagens de musicais dessa época. O cenário: o bom e velho ambiente de escritório. Os americanos adoram enredos que envolvem personagens de grandes escritórios, há dezenas de musicais, filmes, séries de TV, todos ambientados e à volta de situações de secretárias, chefes, datilógrafas, telefonistas, até mesmo ascensoristas de grandes corporações. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , ,
08/06/2010 - 21:50

Charles Möeller: Mais um Musical da Broadway!

Compartilhe: Twitter

Artigo de Charles Möeller

FONTE: SITE MÖELLER & BOTELHO

Quem nos acompanha já sabe que sempre viajamos pra Nova York e Londres todos os anos pra assistir o que esta acontecendo no mundo dos musicais! E nos últimos anos temos publicado nossas impressões no Site M&B! Resolvi abrir meu diário de bordo desse ano de uma maneira diferente. Antes de falar de um espetáculo em si, queria abordar uma questão com a qual sempre me esbarro nos últimos anos:  A generalização da expressão “musical da Broadway!”

Em todos as maiores cidades do mundo se montam musicais: Do Japão aos antigos países da cortina de ferro. De Berlim a Buenos Aires, o gênero é cultuado e incorporado independentemente da cultura local, ou, às vezes, com adaptações à cultura local! Em quase toda grande metrópole há musicais autorais, réplicas, musicais originários da Broadway, de West End ou criações locais! O gênero atrai  milhões de pessoas, movimenta o turismo mundial e uma quantidade de dinheiro e empregos incalculáveis, e é  um fenômeno  que existe enquanto forma teatral há quase um século e meio.

Considera-se que  a primeira peça teatral adaptada ao moderno conceito de musical foi “The Black Crook” – de Charles M. Barras e Giuseppe Operti, de 1866. A partir de 1890  batizou-se de “comédia musical” o que acontecia dentro dos teatros da “Broadway“. Portanto, não estamos diante de um minuano, mas falando de um ancião com muito fôlego! Sua longevidade e sua força vêm especialmente de  sua capacidade de transformação, renovação, reinvenção e até auto-negação! Como, aliás, o teatro em si em todos os seus diversos gêneros e vertentes.

Escrevo esse preâmbulo para esclarecer o quanto ainda me incomoda  a classificação genérica que trata um musical da Broadway como um gênero, e não como um espetáculo que teve origem naquele centro de entretenimento. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , ,
08/06/2010 - 20:17

Claudio Botelho: “Delícia de Família Addams”

Compartilhe: Twitter

Crítica de Claudio Botelho do musical Addam’s Family escrita para o site Möeller&Botelho no fia 1º de junho de 2010

Direto de Nova York, Charles Möeller & Claudio Botelho analisam os principais espetáculos em cartaz na Broadway no momento

"Addam's Family"

Vou começar este texto lembrando a todos que não sou crítico de teatro. Vou ao teatro para ver o que pode me divertir, emocionar ou, no mínimo, me tirar de mim mesmo por umas boas duas horas… O fato de estar na profissão não me dá nenhum crédito para falar dos espetáculos alheios algo mais do que “gosto” ou “não gosto”.  Isso é para os críticos.

Dito isto, vamos lá: A-DO-REI a FAMÍLIA ADDAMS, o musical!!!

Pra começar, não sou íntimo daqueles personagens, conheço o pouco que vi na televisão e nem é o tipo de seriado que eu goste, já que minha fixação são definitivamente os seriados policiais, de júri, sequestros, gente sendo assassinada, e o que mais Se puder imaginar nesta área…  Portanto, ”The Addams Family” na TV nunca foi meu prato favorito. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , ,
04/03/2010 - 10:32

Abaixo o preconceito

Compartilhe: Twitter

Maria Lúcia Candeias, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Bom dia, Baltimore!

Bom dia, Baltimore!

Hairspray, escrito por Mark O’Donnell e Thomas Meehan, sem dúvida não é o primeiro musical americano a tratar de preconceitos, buscando sua extinção. No entanto é o mais alegre e jovial. Certamente porque seus personagens são jovens e liberais que a princípio afrontariam o espectador com alguma prevenção contra negros e contra mulheres gordas. Como seria bom se fosse uma guerra ganha. Nesse aspecto, o que nos diferencia dos americanos, é só o constrangimento de demonstrar os preconceitos enraizados no fundo do nosso ser, e que eles assumem sem muito escrúpulo.

Mas falando de teatro, a peça tem uma versão brasileira e é dirigida pelo Miguel Falabella. Isso não é suficiente para ir ao Teatro Bradesco no Shopping Bourbon? Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , , , , ,
02/03/2010 - 14:36

Cats ganha versão brasileira

Compartilhe: Twitter

Antonio Jr, especial para o Aplauso Brasil (junior@aplausobrasil.com)

CATS ganha versão brasileira assinada por Toquinho

CATS ganha versão brasileira assinada por Toquinho

O segundo musical mais visto da história da Broadway, Cats, de Andrew Lloyd Weber, ganha versão brasileira que estreia no próximo dia 4, quinta-feira, às 21h, no Teatro Abril. Com o mesmo design cênico da Broadway e desenvolvido especificamente para o Teatro Abril, a montagem original adaptada para os palcos brasileiros traz no elenco 38 artistas, que se revezam em vários números musicais.

A direção é de Richard Stafford, que também assina a coreografia. A cantora Paula Lima viverá a gata Grizabella e interpretará a célebre canção Memory (com mais de 150 versões gravadas por cantores como Barbra Streisand, Barry Manilow, José Carreras e Sarah Brightman). Também estão no elenco Sara Sarres e Saulo Vasconcelos – par romântico em O Fantasma da Ópera e que também participaram de outras grandes produções, como A Bela e a Fera e Les Misérables – que comemoram 10 anos de musicais. O compositor Toquinho foi convidado para verter as letras para o português. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , , ,
Voltar ao topo