Publicidade

Publicidade

24/08/2012 - 19:33

O Cabaret de Claudia Raia volta a SP

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil/ iG (Michel@aplausobrasil.com)

Claudia Raia é Sally Bowles em "Cabaret"

SÃO PAULO – Um dos grande espetáculos que estreou na capital paulista ano passado, o musical Cabaret, dirigido  por José Possi Neto e protagonizado pela “diva” Cláudia Raia, que, ao lado de Sandro Chaim, assina a superprodução, volta ao Teatro Procópio Ferreira neste sábado (25), 17h.

Desde sua estréia, em outubro de 2011, Cabaret arrebatou o público, conquistou a crítica e recebeu diversas indicações a prêmios paulistanos, como o Prêmio Shell de Melhor Ator a Jarbas Homem de Mello, o MC, mestre de cerimônias do Kit Kat Club, cabaré decadente situado na Berlim pré-nazista, 1931, em que, entre outros números, a inglesa Sally Bowles (Claudia Raia), apresenta os seus. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): DESTAQUE, Matérias, MICHEL FERNANDES RECOMENDA Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
01/03/2012 - 21:49

Marcos Tumura e Cabaret despedem-se de São Paulo

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil/ iG (Michel@aplausobrasil.com)

'Salut' "Cabaret"

SÃO PAULO – Amantes do bom teatro musical tem a última chance de assistir ao musical Cabaret na capital paulistana. O espetáculo dirigido por José Possi Neto e protagonizado por Claudia Raia, fica em cartaz até domingo (3) no Teatro Procópio Ferreira e, antes de aportar no Rio de Janeiro fará algumas apresentações no Theatro Municipal de Paulínia, interior paulistano.

Na pele do otimista Herr Schultz (judeu-alemão que acredita que o nazismo seja  molecagem), o ator Marcos Tumura que concedeu esta entrevista em  vídeo e conta sobre sua amizade de mais de duas décadas com Claudia Raia, sobre seu personagem em Cabaret e sobre a evolução do gênero musical no Brasil.

Marcos Tumura

Parte 1 – Onde tudo começou

Parte 2 – O dono da voz de Herr Schultz

Parte 3 – “Brasileiro é um povo musical”

Confira:

Jarbas Homem de Mello introduz estética Dzi Croquettes

Chris Aizner e Fábio Namatame firmam marca de qualidade

Uma Diva chamada Claudia Raia

As marcas de 2011, só algumas Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
01/03/2012 - 21:03

Entrevista com Marcos Tumura – Parte III

Compartilhe: Twitter

Parte 3 – “Brasileiro é um povo musical”



<a href="“>

Autor: - Categoria(s): Multimídia Tags: , ,
01/03/2012 - 20:50

Entrevista com Marcos Tumura – Parte II

Compartilhe: Twitter

Parte 2 – O dono da voz de Herr Schultz
<a href="“>

Autor: - Categoria(s): Multimídia Tags: , ,
01/03/2012 - 20:41

Entrevista com Marcos Tumura – Parte I

Compartilhe: Twitter

Parte 1 – Onde tudo começou



<a href="“>

Autor: - Categoria(s): Multimídia Tags: , ,
01/03/2012 - 20:08

Confira vídeo de Marcos Tumura em Cabaret

Compartilhe: Twitter

Cena inicial com  Guilherme Magon na pele de Cliff, também Marcos Tumura (Herr Schultz) e Liane  Maya (Fraulein Schneider).
<a href="“>
Confira:

Jarbas Homem de Mello introduz estética Dzi Croquettes

Chris Aizner e Fábio Namatame firmam marca de qualidade

Uma Diva chamada Claudia Raia

As marcas de 2011, só algumas


Autor: - Categoria(s): Multimídia Tags: , , , , , ,
21/02/2012 - 20:36

Quarta-feira de Teatro para apagar uma apuração cinza

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (Michel@aplausobrasil.com)

Jarbas Homem de Mello e Cladia Raia em "Cabaret"

SÃO PAULO – Para os foliões e não foliões da festa de Momo, a Quarta-feira de Cinzas oferece duas excelentes opções para apagar as cinzas da melancolia pós-feriado  e re-acender os ânimos paulistanos entristecidos por uma apuração dantesca do Desfile das Escolas de Samba de SP. Nise da Silveira – Senhora das Imagens, em cartaz no Teatro Eva Herz, e Cabaret, no Teatro Procópio Ferreira, são ótimas opções.

Cabaret. Até 03 de março. Quarta e quinta-feira às 21h, sexta-feira às 21h30, sábado (duas sessões) às 18h e às 21h30 e domingo às 18h..Teatro Procópio Ferreira, Rua Augusta, 2.823. Tel. 11 3083 4475. R$ 40,00 a R$ 200. Duração: 2h30.

"Nise da Silveira". Com Mariana Terra. Foto - Jackeline Nigri

Nise da Silveira – Senhora das Imagens. Até 29 de março.  Quartas e Quintas, às 21h. Teatro Eva Herz. Avenida Paulista, 2.073 – Livraria Cultura / Conjunto Nacional. Tel. 11) 3170-4059  R$50.

LEIA TAMBÉM

Uma grande revolução pacífica

Nise da Silveira- Senhora das Imagens agora em São Paulo

Jarbas Homem de Mello introduz estética Dzi Croquettes

Chris Aizner e Fábio Namatame firmam marca de qualidade

Uma Diva chamada Claudia Raia

As marcas de 2011, só algumas

Autor: - Categoria(s): Notas e Oportunidades Tags: , , ,
16/02/2012 - 23:25

Teatro para curtir no carnaval

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil/ iG  (Michel@aplausobrasil.com)

Camila Morgado, Antonio Petrin, José Wilker e Vera Holtz

SÃO  PAULO – Se o Rio de Janeiro, Salvador, entre outras cidades, devem reinar as folias de Momo, a capital paulistana divide os festejos carnavalescos com a sequência de alguns espetáculos teatrais, cujas temporadas seguem normalmente e, em alguns casos, fazem apresentações especiais por esses dias. Saiba quais são algumas delas:

Dentre os espetáculos que recomendo está o irreverente e bem-humorado PPP@WllmShkspr.br, clássico dos Parlapatões, encenado pela primeira vez em 1998, sob as astutas, firmes e criativas mãos do diretor Emílio di Biasi. PPP…, uma divertida viagem por todas as obras do bardo inglês, William Shakespeare, contada em pouco mais de 90 minutos, utilizando hilários recursos reveladores da inventividade teatral em que Alexandre Bamba, Hugo Possolo e Raul Barreto estão imersos.

Não conte à mamãe

Praqueles que desejam assistir a espetáculos cuja forma e conteúdo seja o cerne do interesse, Luís Antonio Gabriela, com a Cia. Mungunzá, é ótima opção. Trata-sede um espetáculo-homenagem a  Luís Antonio, irmão do diretor da peça, Nelson Baskerville, que, no final dos anos 1980, embarcou para Bilbao (Espanha) como Gabriela e conquistou o auge na noite espanhola e o declínio depois de viciar-se e contrair o HIV. Na mesma categoria estão O Estrangeiro, com o ator Guilherme Leme, dirigido por Vera Holtz. Tudo é simples e direto: Meursault, personagem interpretado por Leme, narra sua trajetória enquanto veste um sóbrio terno preto sobre camisa e regata branca, uma cueca samba-canção branca e meias, também, brancas. O claro e o escuro permeiam toda a trajetória da personagem.

Monólogo é dirigido pela excelente atriz Vera Holtz

Holtz encanta, também, por sua interpretação pungente em Palácio do Fim, brilhantemente dirigido por José Wilker.

Para os fãs de musicais, o melhor do gênero é Cabaret, de Joe Masteroff, músicas de John Kander e  letras de Fred Ebb, sob magistral direção de José Possi Neto, cujo portentoso conjunto artístico deixará sua marca na antologia do teatro musical realizado no Brasil. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas Tags: , , , , , , , , ,
13/01/2012 - 21:30

Claudia Raia retoma temporada do musical Cabaret

Compartilhe: Twitter

Maurício Mellone* (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Não conte à mamãe

Com casa lotada, o espetáculo voltou a ser encenado ontem e deve permanecer em cartaz até o Carnaval. Com Claudia Raia, Jarbas Homem de Melo e Guilherme Magon à frente de um grande elenco, o musical tem direção de José Possi Neto, versão de Miguel Falabella e produção de Sandro Chaim

SÃO PAULO – Depois das festas de final de ano e em pleno mês de aniversário, a cidade de São Paulo aos poucos retoma sua verdadeira vocação, a de ser propagadora da efervescente produção cultural brasileira. Ontem o Teatro Procópio Ferreira abriu suas portas para o reinício da temporada 2012 do musical Cabaret, que deve ficar na cidade até o Carnaval, desembarcando em seguida no Rio.

A estrela Claudia Raia lidera um grupo de 80 profissionais, entre atores, bailarinos, músicos e técnicos, para contar a história de Sally Bowles, uma artista de cabaré, que vive na Berlim dos anos 1930 e assiste a ascensão do nazismo. Da total liberdade de costumes — nas primeiras décadas do século 20, a capital alemã viveu o período de maior tolerância da história com relação à homossexualidade— ao horror da repressão e extermínio de judeus e gays. Este o pano de fundo do musical, que foi imortalizado no cinema por Bob Fosse, tendo Liza Minnelli no papel da bailarina Sally. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores Tags: , , ,
22/12/2011 - 02:17

Jarbas Homem de Mello introduz estética Dzi Croquettes

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (Michel@aplausobrasil.com)

Jarbas Homem de Mello e Claudia Raia em "Cabaret"

SÃO PAULO – Naturalmente os Deuses do teatro abençoaram a atual montagem de Cabaret, musical de Joe Masteroff, dirigido por José Possi Neto, em que tudo é orquestrado com maestria. E, para estar à altura da exuberante interpretação de Claudia Raia para Sally Bowles, Jarbas Homem de Mello, o MC (Mestre de Cerimônias), enfrentou desafio maiúsculo em sua carreira e o resultado superou a dificuldade: o ator imprime ao personagem um tom andrógino que nos remete à estética dos Dzi Croquettes.

A leitura da peça por José Possi Neto, aliás, é plena de referencias ao estilo do Dzi Croquettes, grupo de dança-teatro nascido nos anos 1970 e formado por atores-bailarinos ou vice-versa cujas características principais, registradas magnificamente no documentário homônimo de Tatiana Issa e Raphael Alvarez, são, além da sátira ao status político atual (no caso de Cabaret, à figura de Hitler que estava em ascensão) e ao travestimento  (os saltos altos usados pelos bailarinos do KitKat Club), a plástica sensual e ousada que os Dzi Croquettes – representantes natos da contracultura – utilizavam, colocando a virilidade de corpos masculinos em situações referentes a um universo homossexual de uma Berlim em que se podia ser o que se era.

A concepção de Jarbas está, pois, prenhe dessa androginia e, Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Críticas Tags: , , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo