Publicidade

Publicidade

07/06/2012 - 18:29

Elenco de Slavianski Baazar surpreende

Compartilhe: Twitter

Maria Lúcia Candeias*, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Daniel Morozetti e Gisa Guttervil em "Slavianski Bazaar"

SÃO PAULO – É assim com boa parte dos textos atuais. As personagens em alguns momentos creem que tiraram suas dúvidas e adquiriram certezas definitivas para, repentinamente, não saberem de nada  mais. Será que a TV é pior que o teatro ou ao contrário, devo trocar de par? Um retrato desses eternos conflitos é a peça Slavianski Bazaar, de Beto Bellini. E se o texto prende a atenção a encenação realmente encanta. É o próprio autor que dirige e deu certo.

É uma montagem com doze ótimos atores: Gisa Guttervil, Camilla Camargo, Daniel Morozetti, Heitor Saraiva, Ruy Andrade, Maria Carolina Mossele, Joana Pegorari, Danilo Amaral, Lilian Prado, Mateus Simões, Raquel Rosarouge, Ednor Messias. Estão citados por ordem de entrada. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas, DESTAQUE Tags: , , , , , , , , , , , ,
22/06/2010 - 12:27

Espetáculo alia erudição a humor anárquico

Compartilhe: Twitter

Afonso Gentil, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

O surpreendente "Astros, Patas e Bananas", veio de Sorocaba

O surpreendente Astros, Patas e Bananas, veio de Sorocaba, do teatralmente rico interior paulista, trazido pelo Grupo Katharsis, de trajetória marcada pelo experimentalismo bem pensado, inteligente, do diretor Roberto Gill Camargo, mago das metáforas do espírito beligerante da raça humana, “no grande cenário da vida”. A peça foi premiada pelo júri de 2009 da Cooperativa Paulista de Teatro que, como o próprio indica, abrange os espetáculos profissionais dos seus cooperados em todo o Estado. Está no TUSP, de onde sai no dia 27, espera-se que menos invisível que de seu início de carreira nessa sala.

O grande trunfo desse espetáculo gestado com premissas eruditas foi encontrar, no parto cênico, a pulsação ideal para a intromissão virtual do humor. No caso, humor cáustico, niilista, de Beckett, impregnado pelo anarquismo das comédias de pastelão dos Irmãos Marx. Fórmula que resultou numa apresentação cênica extremamente prazerosa de acompanhar, com gostinho, ao final, de quero mais.

Forte parceiro do humor sugerido pelo roteiro, o comentário musical, em tempo integral e ao vivo, de autoria de Janice Vieira e com ela no acordeom e Deni Pontes na percussão, contribui para que o afinado elenco  percorra uma babel de línguas, que vai do francês ao árabe, passeando pelo italiano, alemão, russo, japonês, espanhol e hebraico. Com desenvoltura e descontração.

Porém, é no gestual, que mistura elementos de dança pura com a expressão corporal  tradicional, que a direção de Gill mantém sua crítica ao  milenar caráter beligerante dos povos deste trepidante planeta. Em sua postura cética, fica o recado de que tudo seria trágico, se não fossemos todos tão ridículos na, muitas vezes, mortal disputa pela Verdade. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , , , , ,
24/09/2009 - 19:06

Maria Rita no Sons da Nova

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, especial para o Último Segundo (michel@aplausobrasil.com)

mariaritasonsdanova

Filha de dois grandes nomes da MPB, ninguém menos que Elis Regina e César Camargo Mariano, Maria Rita é a convidada especial do projeto Sons da Nova, da Nova Brasil FM, rádio que traz em sua programação apenas músicas brasileiras, no mês de outubro. A cantora sobe ao palco do HSBC Brasil no próximo dia 21, como atração do projeto para o mês de outubro.

O repertório alegre traz cançoes do CD e DVD Samba Meu e transforma a cena em roda de samba. No repertório estão Tá Perdoado (popular tema da novela da TV Globo Duas Caras), O Homem Falou,  a faixa-título Samba Meu, além de sucessos dos outros álbuns (Maria Rita e Segundo) como A Festa e Conta Outra.

Amada por uns e odiada por outros, Maria Rita segue trajetória meteórica rumo ao apogeu e, como não podia ser diferente, tem personalidade forte, carisma e voz pra lá de afinada, o que a permite brincar com a voz tal qual fazia sua mãe. Mas isso não é cópia, é, pura e simplesmente, talento de uma fabulosa herança genética.

Sua primeira participação no Sons da Nova se deu em 2008 e, aqueles que como eu, se decepcionou so ouvir o CD Samba Meu, terão ideia do que é capaz uma interpretação esmerada com arranjos idem.

 

PROJETO SONS DA NOVA – MARIA RITA

Data| 21 de outubro

Horário| 21h30h

Local | HSBC Brasil

Endereço | Rua Bragança Paulista, 1281 – Chácara Santo Antônio – São Paulo.

Couvert Artístico| R$60 a R$200

Classificação| 14 anos

Cartão de Crédito | Visa, Mastercard, Credicard e Diners

Cartão de Débito | Visa, Mastercard, Credicard e Diners

Acesso para deficientes | Possui

Estacionamento | Serviço de vallet no local

Vendas| Ingresso Rápido: 11. 4003-1212 ou www.ingressorapido.com.br

Bilheteria do HSBC Brasil: Atendimento de segunda a sábado das 12h às 22h; domingo e feriado das 12h às 20h.

 

Autor: - Categoria(s): Dança, Música e Cinema Tags: , , , , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo