Publicidade

Publicidade

28/06/2012 - 19:45

O Bom Canário expõe a fragilidade humana

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"O Bom Canário"

SÃO PAULO – Tentar compreender as pessoas é imprescindível, mas tem hora que é preciso dizer não. Como preservar a qualidade artística e os princípios éticos diante da possibilidade do sucesso profissional? Essas são questões que o espetáculo O Bom Canário, do dramaturgo e roteirista Zacharias Helmpropõe, em cartaz no Teatro Eva Herz, mas, obviamente, podem existir interpretações diferentes, de acordo com a experiência de vida de cada espectador.

O ponto central da trama é o relacionamento conturbado, intenso e cheio de amor entre um escritor, Jack (Joelson Medeiros) e sua mulher(Flávia Zillo), Anne é viciada em anfetamina. Ele, um escritor promissor, é conivente com o vício da mulher, que protagoniza situações constrangedoras, as quais podem comprometer o futuro do marido na literatura.

Anne não consegue guardar para si os seus descontentamentos com o mundo que a cerca e perde o controle com pessoas de opiniões contrárias às suas. Não admite que o marido, por exemplo, para conseguir um contrato milionário com um editor, aceite as exigências do mercado e não questione a superficialidade da crítica literária. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas, DESTAQUE Tags: , , , , ,
Voltar ao topo