Publicidade

Publicidade

14/06/2011 - 20:51

Eles fazem tudo por dinheiro

Compartilhe: Twitter

Guto Rocha/Assessoria de Imprensa FILO

"Chef" - Cia Viaje Inmóvil - Chile © CLAUDIO PéREZ

Espetáculo chileno narra história de um chef de cozinha que participa de reality show para escapar da crise econômica

Até que ponto uma pessoa pode chegar por causa da falta de dinheiro?  A Cia. Teatro Inmóvil, do Chile, busca uma resposta para esta pergunta com o espetáculo Chef, que será apresentado dentro da programação do FILO 2011 nesta terça e quarta-feira, às 21 horas, no Teatro Vila Rica.

Na montagem, um cozinheiro, dono de um restaurante ‘quebrado’ por causa de uma grave crise financeira, resolve participar de um reality show na tentativa de salvar seu negócio. No dia da estreia do programa, o cinegrafista que já estava trabalhando com o cozinheiro não aparece e manda uma moça para substituí-lo.

A novidade deixa o Chef perturbado e situações inesperadas acontecem, instalando-se o caos no set de filmagens. Quando o programa vai ao ar, outra confusão acontece, desta vez nas ruas, onde a população protesta por causa da crise.

A peça foi baseada no ensaio Uma Proposta Modesta, de 1729, do escritor irlandês Jonathan Swift. No texto, o ensaísta propõe, de forma irônica, uma solução para a miséria que assolava a Irlanda na época: os pobres venderiam seus filhos para que os ricos os comessem.

A atriz Daniela Montt, que contracena com o diretor e ator do espetáculo Jaime Lorca, conta que o texto de Swift foi um pretexto para tratar de um assunto atual: a crise.

“Inicialmente, esse ensaio serviu de base para uma outra peça que o dramaturgo Guillermo Calderón escreveu em 2009, chamada Degustación. Mas os planos mudaram e, então, surgiu Chef, com uma proposta diferente, mas abordando o mesmo tema”, comenta a atriz Daniela Montt.

A intenção do texto do espetáculo, segundo Daniela, foi fazer uma relação entre a proposta feita por Swift em seu ensaio e o fato de as pessoas, hoje em dia, se sujeitarem a tudo para conseguir dinheiro.

“Da mesma forma que o chef se inscreveu no concurso da TV para salvar seu restaurante, a cinegrafista também encarou o desafio de trabalhar para um homem mal-humorado, a quem teve de conquistar. Tudo por causa do dinheiro”, observa.

Daniela conta que quando a crise econômica mundial estourou, em 2008, o autor da peça já estava trabalhando em seu texto.

“Foi uma coincidência, mas o espetáculo acabou ganhando mais importância”, diz. A atriz lembra que a crise afetou a todos no mundo e, no Chile, aconteceu em um momento de transição de governos. “O que percebo agora é que, apesar de o país apresentar um crescimento econômico de 8% ao ano, a crise só passou para os mais ricos. O povo continua com salários baixos e sofrendo com o desemprego”, opina.

O espetáculo estreou em 2010 no Brasil, durante a participação da Cia. Viaje Inmóvil no Festival Latino-Americano de Teatro da Bahia. A reação do público, tanto no Brasil como no Chile, foi muito boa, segundo conta Daniela. “Quando o espetáculo termina, as pessoas ficam paradas, parecem estar pensando no que acabaram de ver, só então aplaudem”, diz.

Antes de Londrina, o grupo levou Chef para Belo Horizonte (MG) e, em julho, segue para Portugal e Espanha.

Data: 14 e 15 de junho

Horário: 21 horas

Local: Teatro Vila Rica (Rua Piauí, 211)

Direção: Jaime Lorca

Classificação: Teatro adulto

Faixa etária: 14 anos

Duração: 75 minutos

LEGENDADO

Web: www.viajeinmovil.cl

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , ,
Voltar ao topo