Publicidade

Publicidade

05/10/2012 - 14:26

Cabeça de Papelão: de volta para comemorar 15 anos da Cia da Revista

Compartilhe: Twitter

Artigo de Maurício Mellone, editor do Favo do Mellone site parceiro do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Baseada no conto de João do Rio, a peça mostra um homem que para se adaptar à sociedade troca sua cabeça por uma de papelão. Direção de Kleber Montanheiro e dramaturgia de Ana Roxo

Cia da Revista comemora 15 anos com "Cabeça de Papelão"

SÃO PAULO – Para celebrar 15 anos de atividades e três da nova sede, o MINITEATRO, a premiada Cia da Revista re-estreou passada a comédia Cabeça de Papelão, inspirada no conto O Homem da Cabeça de Papelão do jornalista carioca João do Rio. Com dez atores e dois músicos em cena, a montagem retrata a trajetória de vida de Antenor, um homem que se sente excluído da sociedade em que vive, o País do Sol, justamente por dizer sempre a mais pura verdade. Ele tem problemas amorosos, profissionais, financeiros e morais por praticar o bem e dizer o que sente. Descobre que para se adaptar às imposições do mundo é preciso mudar de cabeça: vai ao relojoeiro e deixa sua cabeça para consertar e leva uma de papelão. Antenor, depois desta troca, é reconhecido pela sociedade e conquista dinheiro, poder, amor e fama. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores, DESTAQUE Tags: , , , , , , , ,
05/09/2012 - 13:11

Capão Redondo recebe espetáculos de dança gratuitos

Compartilhe: Twitter

Redação do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"Marchas"

SÃO PAULO – O espaço cultural Ninho Sansacroma, localizado no bairro Capão Redondo, periferia paulistana, recebe 16 curtas temporadas de espetáculos de dança, três oficinas e três encontros com profissionais da área, a partir desta quinta-feira (6).

"PartiDança"

Marchas, da Cia. Sansacroma, que abre a programação, traz uma coreografia inspirada na filosofia de vida do professor Paulo Freire, que sempre exerceu a autonomia nas suas realizações pessoais e profissionais. As sessões ocorrem nesta quinta (6) e sábado (8), às 20h, e domingo (9), às 19h.

A grade de programação, elaborada pela bailarina, coreógrafa e diretora Gal Martins, é um passo importante para enfatizar a importância do movimento denominado ¨ cultura periférica¨, que coloca em evidência o talento de artistas que habitam a periferia e cresce a cada dia. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Dança, Música e Cinema, DESTAQUE, festivais Tags: , , , , , , ,
17/08/2012 - 18:26

Imperdível, O Jardim fica até o final de agosto no TUSP

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil/ Ig (mfmanso@globo.com)

"O Jardim" - foto de Annelize Tozetto

SÃO PAULO – A breve, porém marcante, trajetória da Cia. Hiato desde seu início, em 2008, apresenta espetáculos de qualidade e inventividade que mereceu atenção e expectativas maiores, seja por parte da mídia especializada, seja pelo público que a acompanha desde então. Seu terceiro trabalho, O Jardim, um dos espetáculos mais instigantes dos últimos anos, está em cartaz no TUSP apenas até o final de agosto.

Escrito e dirigido por Leonardo Moreira, O Jardim utiliza o mal de Alzheimer como impulso para abordar a memória de maneira interessante e bastante inovadora.

A memória é matéria-prima da obra de consagrados autores como Marcel Proust que, na série de romances Em Busca do Tempo Perdido, faz com que as recordações dos personagens surjam a partir de associações com perfumes, sabores etc. Um indivíduo com Alzheimer também é movido por emoções trancafiadas em seu inconsciente para ter lapsos de memórias de fatos que ocorreram em seu passado mesmo que, em sua contemporaneidade, as lembranças mais ínfimas falhem e ele esteja entregue à catatonia de suas recordações passadas.

Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Críticas, MICHEL FERNANDES RECOMENDA Tags: , , , ,
16/08/2012 - 23:59

Rabbit coloca em cena a crise dos 30 anos

Compartilhe: Twitter

Maurício Mellone, editor do Favo do Mellone site parceiro do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"Rabbit" - foto lexandre Charro

Com direção de Eric Lenate, a Companhia Delas de Teatro encena pela primeira vez no Brasil um texto da premiada dramaturga britânica Nina Raine

SÃO  PAULO – Tudo acontece numa noite, numa casa noturna, durante a comemoração de aniversário de Bella. Com tudo para ser só alegria e diversão, o quadro proposto pela dramaturga inglesa Nina Raine em Rabbit (em cartaz no Teatro Eva Herz) é totalmente o oposto. Bella — interpretada em esquema de rodízio por Julia Ianina e Paula Weinfeld —, faz 29 anos e, mesmo sendo uma profissional bem-sucedida, está em crise existencial. Emocionalmente inconstante, ela convidou alguns amigos que não se conhecem para a festa, mas no fundo não desejava estar ali. É que seu pai, vivido por Nelson Baskerville, está na UTI de um hospital, em estado terminal. Para completar a situação, os convidados estão na mesma condição da anfitriã, ou seja, colhem bons frutos na profissão, mas não sabem lidar com seus sentimentos. A crise não é só da aniversariante, mas de toda uma geração que beira os 30 anos em pleno início do século 21 — a peça foi escrita e apresentada em Londres em 2006.

Bella esconde de seus convidados a situação do pai, exceto de Emily (Lilian Damasceno), que é médica. A peça começa somente com as duas em cena e Emily questiona a amiga sobre a razão da comemoração em virtude da saúde de seu pai; no entanto, a aniversariante diz que precisa extravasar e se divertir.

Aos poucos os demais convidados vão chegando: Tom (Ricardo Estevam) é o primeiro e em seguida Richard (Jeronimo Martins). Ambos tiveram relacionamento com Bella; por último é vez de Sandy (Fernanda Castello Branco). Eles não se conhecem e, com a ajuda do álcool, todos se soltam e as verdades começam a surgir. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores, DESTAQUE Tags: , , , , , , ,
09/08/2012 - 16:54

Companhia Delas estreia texto inédito da dramaturga inglesa Nina Raine

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"Rabitt" - foto Alexandre Charro

SÃO PAULO – Rabbit é o título do novo espetáculo da Companhia Dellas, que em 2011 recebeu o  Prêmio APCA 2011 de Melhor Espetáculo Infantil por Histórias por Telefone, direção de Carla Candiotto.  A peça fala de como é se tornar adulto nos anos 2000.

A estreia de Rabbit é nesta sexta (10), às 21 horas, no Teatro Eva Herz. A direção de arte e figurinos são de Mira Haar, iluminação de Wagner Freire e trilha sonora do DJ Guab . Direção e cenografia: Eric Lenate.

No elenco estão: Julia Ianina, Paula Weinfeld, Lilian Damasceno e Fernanda Castello Branco, além dos atores convidados Nelson Baskerville, Jeronimo Martins e Ricardo Estevam.  Julia Ianina e Paula Weinfeld se revezam no papel das protagonistas a cada apresentação. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, DESTAQUE, Matérias Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
15/07/2012 - 18:04

Christiane Torloni estreia como bailarina

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"Teu Corpo é Meu Texto"

SÃO PAULO – A Studio3 Cia. de Dança, que recentemente fez apresentações no Teatro Municipal de São Paulo com o espetáculo Samba Suor Brasileiro, estreia Teu Corpo é Meu Texto, no Teatro Sergio Cardoso. A Cia. é uma parceria entre o coreógrafo e diretor artístico Anselmo Zolla, o diretor Teatral José Possi Neto e as diretoras Evelyn Baruque, Liliane Benevento e Vera Lafer. As apresentações serão na segunda (16), terça (17) e quarta-feira (18).

A atriz Christiane Torloni está ao lado de 11 bailarinos e vive uma Deusa da arte e da sabedoria, que, através da dança, tenta despertar os homens para o sonho e para a poesia. Além de dançar, Christiane narra textos de Eduardo Ruiz. A ação acontece à noite, num jardim ancestral.

Teu Corpo é Meu Texto faz reverência aos grandes nomes da dança clássica e tem como objetivo evocar a arte como modo de perpetuar a poesia e o sonho entre os humanos. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Dança, Música e Cinema Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,
23/05/2012 - 22:43

Cia. Teatro da Cidade abre processo de criação

Compartilhe: Twitter

Redação do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com

Ano passado, a companhia que é dirigida por Claudio Mendel,estreou "Um Dia Ouvi a Lua"

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS – O autor russo Antón Chekov (1860-1904), um dos principais nomes da dramaturgia mundial, terá sua vida e obra (além de obras-primas como as peças A Gaivota e As Três Irmãs, escreveu centenas de contos) como tema de pesquisa da Cia. Teatro da Cidade, de São José dos Campos, que, graças ao apoio do SESC, realiza, até o dia 12 de agosto, uma série de palestras e oficinas abertas ao público objetivando compartilhar o processo de criação.

Completando 22 anos de idade, a Cia. De Teatro da  Cidade traz o projeto Almas Abaixo de Zero que terá a orientação teórica da professora russa Elena Vássina para a criação de cenas, cuja dramaturgia final será de Samir Yazbek.

É possível acompanhar o trabalho do grupo através do blog http://doc-tchecov.blogspot.com.br/.

Maio

Palestras

22 – “A Obra de Anton Tchekhov e o teatro contemporâneo”, com Elena Vássina

29 -“A cenografia para as encenações de Anton Tchekhov”, com Fausto Viana

Horário das palestras: 19h

Oficina

Paisagens sonoras, com Beto Quadros

Dias 26 e 27 (sábado e domingo)

Horário: das 14h às 18h

20 vagas

Junho

Palestra

12 – “O Universo de Tchekhov e a dramaturgia”, com Samir Yazbek

Horário: 19h

Agosto

Oficina

Criação Atoral, com Claudio Mendel e atores da Cia Teatro da Cidade

Dias 11 e 12 (sábado e domingo)

Horário: das 14h às 18h

Serviço:

Almas Abaixo de Zero

Abertura de processo de pesquisa e montagem de novo espetáculo da Cia Teatro da Cidade sobre vida e obra de Anton Tchekhov.

SESC – av. Adhemar de Barros, 999. São José dos Campos/SP.

Telefone para informações: (12) 3941-7631

www.ciateatrodacidade.com.br

Autor: - Categoria(s): DESTAQUE, Notas e Oportunidades Tags: , , , , , , , ,
11/04/2012 - 22:49

Cia. Hiato chega ao rol dos melhores coletivos de teatro

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes*, do Aplauso Brasil/ iG (michelfernandes@superig.com.br)

"O Jardim" - foto de Annelize Tozetto

CURITIBA – Desde 2008, com seu primeiro trabalho – Cachorro Morto –, a renomada crítica teatral Mariangela Alves de Lima chamou minha atenção para essa jovem Cia. Hiato, destacando que o grupo “apresentava um trabalho bastante interessante”, à procura de uma dramaturgia que dialogasse com a cena que desejavam realizar. Assisti ao espetáculo e me encantei pelo que vi: jovens talentosos e com muita disciplina na realização do trabalho. Por questões que não interessam ser abordadas aqui, perdi Escuro, segundo trabalho do grupo, e graças ao Festival de Curitiba, tive o prazer de assistir O Jardim, texto e direção de Leonardo Moreira, que estreou ano passado e, sem dúvidas, se a tivesse assistido seria voto certo no prêmio em que sou jurado, o APCA.

"O Jardim" - foto de Annelize Tozetto


Conteúdo e forma são aliados em O Jardim que traz um delicado, comovente, hilário e tenso exercício de memórias esparsas, de épocas diferentes e cruzadas, da vida de um senhor, preso na catatonia de seu Mal de Alzheimer e prestes a ser levado a um asilo. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Críticas Tags: , , , , , , , , , ,
04/04/2012 - 17:43

Homenagem a Goethe do Festival de Curitiba ao Auditório Ibirapuera

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes*, do Aplauso Brasil (Michel@aplausobrasil.com)

Wagner Antonio, Caetano Vilela e Germano Melo em coletiva de "Licht+Licht"

Com o núcleo paulistano da Cia. De Ópera Seca, o espetáculo Licht+Licht se apresenta, hoje e amanhã, na capital paranaense e dias 11 e 11 de abril, quarta e quinta-feira, em São Paulo

CURITIBA – Com direção de Caetano Vilela, o novo espetáculo do núcleo paulista da Cia. De Ópera Seca, Licht+Licht (Luz, Mais Luz), tem estreia nacional hoje na 21ª edição do Festival de Curitiba e nas próximas quarta (11) e quinta-feira (12) se apresenta no Auditório Ibirapuera que, devido à parceria entre o Itaú Cultural e o Festival, apresentará algumas produções que participaram da Mostra Oficial deste ano.

Em 2012, 180 anos após a morte do escritor alemão Johann Wolfgang von Goethe, o diretor Caetano Vilela concebeu um espetáculo que traz à cena, após o autor suas últimas palavras antes de morrer: “Licht mehr Licht” (Luz, mais Luz), um delírio em que vê seus personagens (Fausto/Mephisto, Werther/Willelm Meister e Margarida/Charlotte) em relações bem diferentes das imaginadas por ele.

O diretor conta que se baseou no ‘romance de formação’ do autor de Fausto, obra-prima de Goethe, pouco lido no Brasil Os Anos de Aprendizado de Wilhelm Meister para montar o texto e, também, se inspirou no universo operístico que lhe é familiar – além de assinar a iluminação de diversas óperas, ano passado dirigiu La Bohème, de Puccini. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , , , , , , , , , , , , , ,
26/03/2012 - 16:48

Cia Nuh de Teatro e Grupo Komedi levam espetáculo infantil às escolas públicas de São Paulo

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Teatro de graça

SÃO PAULO – Com o objetivo de unir educação e magia, a Incentivar Produções (Grupo Komedi) e a Cia Nuh de Teatro, apresentam, a partir de amanhã, a comédia Na ceia com Maria Tricota e Borbotono. Patrocinada pela empresa Grupo Sotreq S/A e com apoio do Ministério da Cultura, a montagem circulará gratuitamente em mais de 20 escolas em cidades do estado de São Paulo.

De autoria do escritor Marciano Vasques e com direção de Raul Figueiredo, conhecido por suas parcerias com os Doutores da Alegria, a montagem apresenta personagens clássicos, como o Lobo e a Bruxa. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo