Publicidade

Publicidade

14/02/2012 - 23:00

Uma grande revolução pacífica

Compartilhe: Twitter

Maria Lúcia Candeias*, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"Nise da Silveira". Com Mariana Terra. Foto de Rafael Viana

SÃO PAULO – É certo que as revoluções provocadas por descobertas científicas costumam ser pacíficas. É o caso da comandada por Nise da Silveira em matéria de psiquiatria. Como é sabido, os remédios para as psicoses são recentes ainda mais os que se dedicam à esquizofrenia – que têm cerca de dez anos. No século XIX usavam-se drogas como o absinto, entre outras. Bem melhor do que anteriormente, quando a internação era definitiva. No século XX, em casos de crise grave os médicos utilizavam choque elétrico.

Doutora Nise, uma alagoana que viveu de 1905 a 1999, inconformada com a situação, criou centros de para terapia através das artes. Com um grande sucesso,transformou o espaço onde eram mantidas as obras de seus pacientes num museu no Rio. Chama-se Museu de Imagens do Inconsciente e além de funcionar com tratamento chegou a formar artistas que se destacaram como Arthur Bispo do Rosário que obteve prestígio até fora do país.

Em 2002, a médica foi a protagonista da peça Anjo Duro, de Luiz Valcazaras, com Bertha Zemel premiada no papel. O artista plástico também foi retratado pelo teatro numa peça intitulada Bispo. Foram excelentes espetáculos e mesmo quem viu e gostou deve comparecer ao Teatro Eva Herz da Livraria Cultura do Conjunto Nacional.

Nise da Silveira, Senhora das Imagens tem enfoque sobre detalhes da vida pessoal da psiquiatra, os quais não foram assuntos das outras montagens, sem deixar de dar a ela o valor profissional que ela teve. Escrita e dirigida por Daniel Lobo tem leveza jovial e modernidade no estilo da bela e jovem intérprete que esbanja dança com coreografia de ninguém menos do que Ana Botafogo. Ela é Mariana Terra e tem grande possibilidade de tornar seu assunto mais próximo de quem nunca ouviu falar dela e desconhece a questão da psiquiatria. Excelente! Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , , , , , , , , ,
05/02/2012 - 17:49

Nise da Silveira- Senhora das Imagens agora em São Paulo

Compartilhe: Twitter

Maurício Mellone, editor do Favo do Mellone site parceiro do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"Nise da Silveira", com Mariana Terra. Foto - Jackeline Nigri

Espetáculo multimídia — une teatro, dança, música, vídeo e artes plásticas — acaba de estrear depois de sucesso pelo país. Com direção de Daniel Lobo, Mariana Terra vive a médica alagoana que revolucionou psiquiatria no século XX

SÃO PAULO – Ao entrar na sala do Teatro Eva Herz, o público já é envolto no clima do espetáculo Nise da Silveira- Senhora das Imagens. Quase na penumbra, as pessoas procuram seus assentos enquanto a atriz Mariana Terra está na plateia pintando quadros, numa referência direta aos trabalhos dos pacientes do hospício em que a médica Nise da Silveira trabalhou no Rio, nos meados do século XX. Com seu método revolucionário — implantou ateliês de pintura no tratamento da esquizofrenia em oposição à terapia de eletrochoque — Nise fundou o Museu de Imagens do Inconsciente, que está completando 60 anos e foi o mote para a montagem.

Com passagens por Brasília, Alagoas, Espírito Santo e de grande sucesso no Rio, Nise da Silveira- Senhora das Imagens estreou nesta semana na cidade. Após breve rito budista entre diretor e atriz (a troca de energia para que tudo saia como o previsto), ouve-se em off a voz do inconsciente, interpretada por Carlos Vereza (também dá voz ao psicanalista Carl Jung), que anuncia:
“Vai Mariana, pega o cajado, legado de teu pai, e dá vez a voz do coração”. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores Tags: , , , , , , , , ,
28/10/2011 - 13:11

Daniel Boaventura grava seu primeiro DVD

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

Daniel Boaventura grava DVD em São Paulo

SÃO PAULO – Consagrado por seu trabalho em musicais como Os CafajestesA Bela e a FeraChicagoMy Fair LadyEvita, além de ser conhecido pelo grande público por meio de telenovelas – em Passione representava o investigador de polícia dis farçado como o cantor da cantina italiana em que Clara (Mariana Ximenes) trabalhava -,  acaba de  gravar – na última quarta-feira, no Teatro Bradesco, o primeiro DVD de sua carreira como cantor. Daniel apresentou os sucessos de sua turnê Songs 4 U que conta com canções em Inglês e Italiano.

Produzido pela Sony Music, o DVD tem  direção de José Henrique Fonseca, da Conspiração Filmes e direção musical de Guto Graça Melo, um dos mais conceituados diretores do meio musical.

Na platéia, famosos, atores de musicais e sociedade paulistana cantaram músicas como She, de New York New York, Mambo ItalianoDancing Queen, além da música inédita, Catch my breathcomposta exclusivamente para Daniel, por Diane Warren  – que escreveu sucessos para Toni Braxton, Celine Dion, Aerosmith, Beyoncé e Cher – e foi executada pela primeira vez publicamente pelo cantor.

Autor: - Categoria(s): Dança, Música e Cinema, Notas e Oportunidades Tags: , , , , , , , , ,
17/05/2011 - 14:50

Ilana Kaplan faz rir com personagem que defende os direitos dos fumantes

Compartilhe: Twitter

Um dos maiores sucessos de Ilana Kaplan na Terça Insana – FUMANTE

Esquete registrado, autoria de Ilana Kaplan e Ana Kaplan.

Imagens: Daniel de Rogatis



<a href="“>

Autor: - Categoria(s): Multimídia Tags: , , , , , , , ,
19/04/2011 - 22:29

Evita é um musical imperdível

Compartilhe: Twitter

Maria Lúcia Candeias, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Paula Cappovila dá vida à Eva Duarte Perón no musical "Evita"

Diferente dos musicais que têm sido encenados por aqui, Evita é totalmente cantado. É uma espécie de ópera popular de muito bom gosto. Conta história da mulher de Juan Perón em detalhes peculiares. Dirigida pelo consagrado Jorge Takla (My Fair Lady; O Rei e Eu, West Side Story), Evita inova seu estilo, apresentando filmes e slides ao fundo, com extrema competência. Dá saudade de Buenos Aires, mesmo sendo da década de 1950. Mas o grande acerto do musical assinado por Tim Rice e Andrew Webber, em sua versão brasileira (de Cláudio Botelho), são os atores maravilhosos que o protagonizam.

O carisma de Paula Capovilla é assombroso. Impossível deixar de admirá-la e de embarcar em suas ações (ainda que cantando o tempo todo). Ela consegue uma empatia total com a plateia.  

Fred Silveira, quem interpreta Che Guevara, também impressiona muito. Todo mundo sabe que Che nasceu na Argentina, mas teria ele participado da política do país na época? Não se sabe. De todo modo, colocá-lo como narrador e, por vezes, comentando as situações se mostrou um ideia brilhante na medida em que a peça se exime de criticar ou de elogiar a atuação dos caudilhos do período (também tivemos Vargas). Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,
21/02/2011 - 14:17

Ingressos da superprodução musical “Evita” estão à venda

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

"Evita" - Daniel Boaventura, Paula Capovilla e Fred Silveira - crédito João Caldas

A superprodução musical Evita, assinada pelo diretor e produtor Jorge Takla (dos inesquecíveis Vítor ou Vitória, My Fair Lady, entre outros), estreia dia 26 de março no Teatro Alfa, mas os apaixonados pelo gênero podem reservar seus lugares a partir de hoje.

A vida da controversa argentina de origem humilde, Eva Duarte (Paula Cappovilla) que se casou com Juan Perón (na montagem, Daniel Boaventura) e se tornou a primeira-dama da Argentina, ganhou versão musical de Andrew Lloyd Webber (O Fantasma da Ópera, Cats, entre outros) considerada por Jorge Takla como a “melhor obra” do bem-sucedido autor de musicais. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , , , , , , , , ,
12/01/2011 - 18:32

Nilton Bicudo assina a direção de “Amigos Ausentes”

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

Peça de Alan Ayckbourn fica até 11 de fevereiro em cartaz

Bons atores geralmente se saem bem na direção, no caso do ator Nilton Bicudo, indiscutível talento na interpretação, sua qualidade na condução de uma peça poderá ser conferida a partir de hoje com a re-estreia de Amigos Ausentes, 21h.

Escrita por Alan Ayckbourn, Amigos Ausentes conta a história de um grupo de amigos que se encontra para consolar Cilin, amigo que acaba de perder a noiva. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , , , , , , , , ,
09/09/2010 - 20:24

Esses ingleses nº 1: O Amante, de Pinter

Compartilhe: Twitter

Afonso Gentil, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Peça de Harold Pinter tem direção de Francisco MedeirosBem longe das esquisitices praticadas por alguns setores do teatro alternativo, esperando, talvez, terem em troca a glória eterna dos seus pares, este movimentado 2010 tem possibilitado um enriquecedor contato com textos ingleses contemporâneos.

Sempre se soube que um bom texto é a garantia de, pelo menos, 50% do êxito artístico de uma montagem teatral. E, nesse nicho, os ingleses são infalivelmente eficientes, quando não brilhantes (Bernard Shaw, Oscar Wilde, Harold Pinter, John Osborne, Mike Leigh…). Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , , , , , ,
24/06/2010 - 16:48

Daniel Dantas e Renata Sorrah protagonizam Macbeth

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

Renata Sorrah e Daniel Dantas protagonizam "Macbeth"

Quando Macbeth, tragédia de William Shakespeare sob direção de Aderbal Freire-Filho, esteve no último Festival de Curitiba, por engano de redação do guia que traz as peças participantes do Festival, a peça apareceu como Lady Macbeth. Mesmo sem o “Lady” do título, o espetáculo que estreia amanhã no Teatro Paulo Autran (SESC Pinheiros), protagonizado por Daniel Dantas e Renata Sorrah, traz interpretação inesquecível da atriz.

No caminho de volta para casa, ao lado de Banquo (Thelmo Fernandes), vencedor de uma batalha em que comandava o exército, Macbeth (Daniel Dantas) encontra três velhas feiticeiras (Andrea Dantas , Edgard Amorim e Felipe Martins) que predizem seu futuro: será o novo rei.

Ao chegar em casa, conta sobre a previsão à esposa, Lady Macbeth (Renata Sorrah), que começa a convence-lo à matar o Rei Duncan (Camilo Bevilacqua) e apressar o destino tornando-se rei. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , , , , , , , , ,
07/05/2010 - 13:30

In On It volta a São Paulo

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, para o Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

Emílio de Mello e Fernando Eiras em In on It

Depois de temporadas de sucesso – ano passado no Rio de Janeiro e de janeiro a abril deste ano no Teatro FAAP, em São Paulo –, o espetáculo In On It, de Daniel MacIvor, direção de Enrique Diaz.

Vencedor do Prêmio Shell de Teatro do Rio de Janeiro nas categorias de Melhor Ator (Fernando Eiras) e Direção (Enrique Diaz), In On It faz jus a todos os louros recebidos, seja pela crítica, público e em relação aos prêmios recebidos, vez que a simplicidade escora-se num espelho infinito em que o talento é o principal reflexo.

A trama de MacIvor casa perfeitamente bem com a forma estética, da metalinguagem, desenvolvida ao longo de quase 20 anos na Companhia dos Atores, do qual Diaz é um dos alicerces. Dois personagens, simplesmente Esse Aqui e Aquele Ali, participam de uma trama em que evidencia três camadas: a sala de ensaio em que um deles escreve uma peça com as interferências do outro, a peça em si que encenam numa espécie de criação vertical do texto e a memória da relação afetiva desses dois personagens. E a preocupação de Enrique Diaz em não segmentar a peça no nicho de “peça gay” tem todo sentido, pois a peça vai além da sexualidade, focando na relação afetiva que, no caso, é entre homens. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Críticas Tags: , , , , , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo