Publicidade

Publicidade

19/07/2012 - 07:05

Comédia romântica revela o talento da jovem atriz Julia Gomes

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"A Garota do Adeus"

SÃO PAULO   – A Garota do Adeus apresenta o dia-a-dia de uma bailarina que é obrigada a dividir o seu apartamento com  Hélio, um desconhecido, depois que é abandonada pelo namorado.

Paula (Gabriela Duarte) vive com a filha Luci (Julia Gomes), de dez anos, e não tem sorte nos seus relacionamentos. Como o título da peça sugere, ela é sempre deixada pelas pessoas que ama.

Num primeiro momento, Hélio e Paula não conseguem se entender devido às diferenças de personalidade, mas aos poucos os dois personagens vão se aproximando e o amor é inevitável. São duas pessoas sozinhas, em busca do sucesso profissional e que apesar das diferenças começam se encantar um pelo outro. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas, DESTAQUE Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,
19/06/2012 - 23:16

Edson Celulari e Pedro Garcia Netto emocionam em peça

Compartilhe: Twitter

Maurício Mellone, editor do Favo do Mellone site parceiro do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Edson Celulari e Pedro Garcia Netto dividem a cena em "Nem Um Dia Se Passa Sem Notícias Suas"

Em Nem Um Dia se Passa Sem Notícias Suas,de Daniela Pereira de Carvalho, com direção de Gilberto Gawronski, os atores vivem delicadas e traumáticas relações familiares. O espetáculo fica em cartaz só até o dia 1º de julho. Imperdível! SÃO PAULO – Há muito tempo uma peça não me emocionava tanto como Nem Um Dia se Passa sem Notícias Suas, da jovem dramaturga carioca Daniela Pereira de Carvalho. Claro que o tema central da peça, que está em cartaz no Teatro Cultura Artística Itaim, por si só já emociona: a perda e as consequências que acarreta às pessoas.

Certamente, fui tocado mais profundamente talvez por minha identificação com o personagem Joaquim, interpretado de maneira delicada e contundente por Edson Celulari: com seus cinquenta e poucos anos é forçado pelo destino a resgatar suas memórias, juntar todos os cacos de sua existência depois da morte do pai e descobrir uma nova maneira de enfrentar a vida, que continua apesar de todas as perdas. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores, DESTAQUE Tags: , , , , , ,
24/05/2012 - 13:05

Delicada, divertida e instigante, assim é A Garota do Adeus

Compartilhe: Twitter

Maria Lúcia Candeias*, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"A Garota do Adeus"

SÃO PAULO – Reunir essas qualidades num mesmo texto teatral não é pra qualquer um, mas é simples para Neil Simon, o campeão dos sucessos na Broadway. Nascido em 1927 escreveu peças como Estranho Casal e Hairspray, seus sucessos mais recentemente montados por aqui. Agora chega A Garota do Adeus. Peça que merece, como quase todas as obras (Descalços no Parque e Jesus Cristo Superstar, entre outras da enorme coleção do autor, o título que escolhemos para esse artigo.

O enredo trata de uma senhora Paula, abandonada pelo marido, o qual simplesmente subloca a própria casa, onde ela e a filha moram. Fazer o que? Era ele quem tinha assinado o contrato!

O responsável pela ótima adaptação é Edson Fieschi quem, também, interpreta o novo locatário com brilho e tem que se acertar com a protagonista Paula, a cargo da maravilhosa Gabriela Duarte, cuja filha Júlia Gomes de tenra idade, promete ser uma futura Fernanda Montenegro. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas, DESTAQUE Tags: , , , , , , , , , , , , ,
10/05/2012 - 23:33

Gabriela Duarte é A Garota do Adeus

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Edson Fiesch e Gabriela Duarte dividem o palco em peça de Niel Simon

SÃO PAULO – A Garota do Adeus, do dramaturgo norte-americano Neil Simon, é mais uma produção do ator Edson Fiesch, que fez sucesso na capital paulista com o espetáculo Um Estranho Casal, do mesmo autor, em 2009. Neste novo trabalho, o artista está no palco ao lado das atrizes Gabriela Duarte, Julia Gomes, Clara Garcia e do ator Nilton Bicudo. A direção é de Elias Andreato. A estreia é nesta sexta-feira (11) Teatro Renaissance.

A comédia romântica A Garota do Adeus é a primeira adaptação para o teatro do filme Goodbye Girl, de 1977, de Simon, e apresenta a história da dançarina e atriz Paula Menezes (Gabriela Duarte), que  é abandonada pelo namorado. Ele vai para a Espanha fazer um teste para um longa de Almodóvar e, sem o consentimento de Paula, subloca o apartamento em que ela e a filha Luci (Julia Gomes) vivem para o ator Hélio Garcia (Edson Fieschi). Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, DESTAQUE, Matérias Tags: , , , , , , , , , , ,
21/04/2010 - 23:40

Um musical para celebrar as diferenças

Compartilhe: Twitter

Luís Francisco Wasilewski, especial para o Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

Elenco principal do musical HAIRSPRAY, dirigido por Miguel FallabelaHá muitos anos li uma entrevista de Miguel Falabella para a extinta revista Interview em que ele assumia gostar do universo que circunda “as gordas americanas”. Talvez esse seja um dos motivos pelo qual ele traduziu, adaptou e dirigiu Hairspray, o delicioso musical que agora se encontra em cartaz em São Paulo.

A matriz de Hairspray está no filme que o cultuado cineasta John Waters dirigiu em 1988 com a célebre travesti Divine. A história gira em torno de Tracy Turnblad, uma jovem baixinha e gordinha que sonha em ser a Miss Hairspray. A ação do espetáculo tem como pano de fundo a segregação racial norte-americana da época, no caso, o começo dos anos 60.

Falabella mais uma vez foi feliz na transposição deste universo para os palcos, fez uma bela tradução das letras de Scott Wittman e Marc Shaiman, que junto com Marc O’Donnell e Thomas Meehan levaram a história de Warters para o palco. E Falabella soube escolher uma equipe excelente para cercá-lo na montagem. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , , , , , , , , , ,
04/03/2010 - 10:32

Abaixo o preconceito

Compartilhe: Twitter

Maria Lúcia Candeias, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Bom dia, Baltimore!

Bom dia, Baltimore!

Hairspray, escrito por Mark O’Donnell e Thomas Meehan, sem dúvida não é o primeiro musical americano a tratar de preconceitos, buscando sua extinção. No entanto é o mais alegre e jovial. Certamente porque seus personagens são jovens e liberais que a princípio afrontariam o espectador com alguma prevenção contra negros e contra mulheres gordas. Como seria bom se fosse uma guerra ganha. Nesse aspecto, o que nos diferencia dos americanos, é só o constrangimento de demonstrar os preconceitos enraizados no fundo do nosso ser, e que eles assumem sem muito escrúpulo.

Mas falando de teatro, a peça tem uma versão brasileira e é dirigida pelo Miguel Falabella. Isso não é suficiente para ir ao Teatro Bradesco no Shopping Bourbon? Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , , , , ,
10/02/2010 - 00:12

Preparem o laquê: Hairspray estreia em São Paulo

Compartilhe: Twitter

Luís Francisco Wasilewski, especial para o Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

HAIRSPRAY estreia em SP

HAIRSPRAY estreia em SP

Um dos maiores sucessos do teatro carioca em 2009, chega a São Paulo em fevereiro. Trata-se do musical da Broadway Hairspray que ganhou no Brasil a versão assinada pelo talentoso Miguel Falabella. A estreia será no recém inaugurado Teatro Bradesco, no dia 19 de fevereiro.

A superprodução conta com um elenco formado por 31 atores, 12 músicos e é um dos mais premiados espetáculos norte-americanos. Nos Estados Unidos foi vencedor de 8 Tony Awards, incluindo melhor musical, melhor trilha sonora original, melhor direção e melhor figurino. Arrebatou ainda 7 prêmios Drama Desk, 3 Prêmios Outer Critics Circle, foi vencedor do Drama League e Grammy Awards e foi considerado o melhor musical, segundo o New York Drama Critics Award.

Baseado no filme da New Line Cinema, escrito e dirigido pelo cultuado cineasta John Waters, a versão brasileira traduzida e dirigida por Miguel Falabella é estrelada por Edson Celulari, Danielle Winits, Arlete Salles, Jonatas Faro e apresentando Simone Gutierrez no papel de Tracy Turnblad. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , , , , , , ,
25/01/2010 - 17:31

Convencional imperdível

Compartilhe: Twitter

Maria Lúcia Candeias, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

<i>Estranho Casal</i>, de Neil Simon, direção de Celso Nunes

Estranho Casal, de Neil Simon, direção de Celso Nunes

Neil Simon é o autor mais bem sucedido da Broadway. É claro que quem só gosta dos experimentais, off e off off Broadway, não o valoriza tanto assim e até chama suas peças de teatrão.

Mesmo nesse caso, talvez não devesse deixar de ir ao Teatro Folha para assistir Estranho Casal, ainda que já tenha visto no cinema ou no teatro. A direção de Celso Nunes é perfeita e não é à toa. Afinal o grupo do Celso, o Pessoal do Vitor, ficou famoso nos anos 1970, pois foi dos primeiros a montar texto surrealista. Esteve na vanguarda dos anos 1970 e hoje, como todos nós com o tempo, ficou mais convencional, quando as inovações são incorporadas por todos. Além da brilhante carreira de encenador, foi quem fundou o Departamento de Artes Cênicas da Unicamp, aposentado, virou Rolfista,  ou seja, terapeuta corporal. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,
06/01/2010 - 15:47

Carmo Dalla Vechia e Edson Fieschi abrem o ano do Teatro Folha com comédia de Neil Simon

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, especial para o Último Segundo (michelfernandes@superig.com.br)

Carmo Dalla Vechia e Edson Fiesch formam um <i>Estranho Casal</i>

Carmo Dalla Vechia e Edson Fiesch formam um Estranho Casal

Autor do texto de  Sweet Charity, tanto em sua versão para os palcos quanto do roteiro cinematográfico (adaptação da peça), o norte-americano Neil Simon assina o texto Estranho Casal, protagonizado por Carmo Dalla Vechia e Edson Fieschi, cuja estreia nesta sexta-feira (8) às 21h30, abre a temporada do Teatro Folha em seu horário nobre.

Quem assina a direção é o decano Celso Nunes, criador do curso de Artes Cênicas da UNICAMP, que trocou o burburinho da agitada rotina dos artistas que vivem em metrópoles como São Paulo e Rio de Janeiro pelo sossego da paradisíaca Florianópolis, em Santa Catarina. Segundo ele relata à atriz Eliana Rocha, autora de sua excelente biografia da Coleção Aplauso, ele apenas deixa seu paraíso particular para dirigir peças que, realmente, conquistem sua atenção por um bom motivo.

Estranho Casal apresenta uma trama focada no retrato das dificuldades de convivência interpessoal. Oscar dá guarida ao amigo Félix em sua casa, já que esse acaba de separar-se. Félix, neurótico por ordem e limpeza, quase enlouquece, e a Oscar também, pela gritante diferença entre ambos, já que Oscar é despojado ao extremo de chegar ao desleixo. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo