Publicidade

Publicidade

05/06/2012 - 14:53

Fernanda Montenegro apresenta Simone de Beauvoir em CEUs

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil/ iG (Michel@aplausobrasil.com)

Fernanda Montenegro dá vida à Simone de Beauvoir

SÃO PAULO – Uma artista maiúscula vai onde o povo está, assim o é Fernanda Montenegro, a grande dama do teatro brasileiro. Com ingressos esgotados desde o princípio do anúncio da primeira temporada paulistana, no SESC Consolação; ano passado retornou no Teatro Raul Cortez com preços menos acessíveis e, de hoje ao dia 22 de junho, leva aos CEUs (Centro Educacional Unificado) o solo Viver Sem Tempos Mortos em que vive a primeira-dama do existencialismo, Simone de Beauvoir.

Sob direção de Felipe Hirsch e com ambientação cenográfica de Daniela Thomas, ela narra fatos da vida de Beauvoir, revolucionária que modificou os parâmetros do universo feminino. Romancista premiada, teve um casamento aberto com Jean-Paul Sartre.

A estreia dentro do projeto CEU é Show se deu na unidade Rosa da China,zona leste de São Paulo, e, a cada noite, a atriz estará em um CEU diferente. São eles: Meninos, Aricanduva, Parque São Carlos, Parque Veredas, Vila Curuça, Butantã, Campo Limpo, Casa Blanca e Paz. As apresentações são sempre às 19h30. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): DESTAQUE, Notas e Oportunidades Tags: , , , , , , , , , ,
05/03/2012 - 18:35

Nara: premiado musical de volta à cidade em curta temporada

Compartilhe: Twitter

Maurício Mellone, editor do Favo do Mellone site parceiro do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"Nara" - Rodrigo, Guilherme, William, Fernanda -foto de Bianchi Jr.

Depois de muito sucesso pelo país, o espetáculo de Fernanda Couto e Márcio Araújo está de volta a São Paulo para completar a homenagem à Nara Leão, que faria 70 anos em 2012 se estivesse entre nós

Se quiserem saber /
se volto, diga que sim/
Mas só depois que a saudade se afastar de mim/
Só depois que a saudade se afastar de mim.”

SÃO PAULO – Do fundo da plateia que Fernanda Couto surge cantando um dos grandes sucessos de Nara Leão, Diz que fui por aí, de Zé Keti e Hortêncio Rocha. Já no palco, ao lado deRodrigo Sanches, William Guedes e Guilherme Terra a atriz encarna a musa da bossa nova no musical Nara, que está de volta a São Paulo, no Teatro Jaraguá, depois de temporadas de sucesso aqui, no Rio, Brasília, Teresina e diversas cidades do interior paulista. Na bagagem, o musical traz também alguns prêmios e indicações e, de acordo com a atriz, era muito importante para todos do projeto que estivessem em cartaz neste ano em que Nara Leão completaria 70 anos de idade.

Poucos elementos cenográficos e algumas trocas de figurino bastam para Fernanda e os três músicos e atores apresentarem um painel tanto da trajetória de Nara Leão como um panorama artístico, político e social do período em que ela viveu. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores Tags: , , , , , ,
14/10/2011 - 17:29

Fernanda Montenegro reverencia Simone de Beauvoir

Compartilhe: Twitter

Maurício Mellone* (aplauso@gmail.com)

"Viver Sem Tempos Mortos", agora no Teatro Raul Cortez

Em Viver Sem Tempos Mortos a grande atriz brasileira faz uma homenagem e resgata para as novas gerações a personalidade marcante da escritora, pensadora e ensaísta francesa, que ao lado de Jean-Paul Sartre criou o Existencialismo no século passado

Plateia do Teatro Raul Cortez lotada (com cadeiras extras). Informes iniciais quase sussurados. Silêncio respeitoso. Pronto, o rito do teatro estabelecido. Ouvem-se somente passos. Uma cadeira, focos de luz das duas extremidades do palco e outro na cadeira. Fernanda Montenegro entra, senta-se. Viver Sem Tempos Mortos começa.

São 60 minutos, mas o bastante para Fernanda de Beauvoir ou Simone Montenegro discorrer uma vida. E não uma vida qualquer. A trajetória da vida de uma mulher intensa. Da criança de uma família burguesa da França que, com a dificuldade financeira dos pais, tinha como distração somente os livros.  Estes, companheiros inseparáveis, que contribuíram para a formação de Simone de Beauvoir, uma professora, escritora, ensaísta que revolucionou o pensamento da Humanidade em meados do século 20. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores Tags: , , , , , , ,
03/10/2011 - 16:17

Fernanda Montenegro emociona Zé Celso

Compartilhe: Twitter

Redação do Aplauso Brasil (aplauso@gmail.com)

O ator, diretor e autor José Celso Martinez Corrêa, o Zé Celso

Deu no Blog do Zé Celso: Ao ser convidada pelo cantor, compositor e escritor brasileiro Eric Poète – que escreve um compêndio literário “com retratos biográficos de artistas brasileiros. Para isso pediu à Fernanda Montenegro um depoimento sobre a minha pessoa, e meu trabalho no Oficina Uzyna Uzona. A grande Dama da Arte do Poder do Teatro escreveu o texto que segue, ao qual eu respondo, também em seguida:”, escreveu, emocionado Zé Celso.

Entre os elogios que, CLICANDO AQUI, você lê na íntegra, a atriz escreveu que ”

A partir do Bexiga e do Oficina(esses espaços, no meu entender, são um só) o Zé se espraiou por muitas zonas e muitas gerações. Desse Bexiga, o Zé nos imprime o desassossego mais provocador, mais tonitruante, mais triunfante de São Paulo.

Nossa Grande Dama do Teatro, Fernanda Montenegro

O Oficina (o Zé) dá ao Bexiga a dimensão de seu amor à vida e projeta esse bairro à altura da Cidade e do País.

Autor: - Categoria(s): Notas e Oportunidades Tags: , , ,
22/11/2010 - 21:22

“Ligações Perigosas” é imperdível

Compartilhe: Twitter

Maria Lúcia Candeias, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Maria Fernanda Cândido e Marat Descart em "Ligações Perigosas"

Há quanto tempo não se assiste a uma peça com trajes de época e atores lutando esgrima! Alfredo Mesquita também deve estar adorando, onde quer que esteja, pois incluiu esses conhecimentos na sua Escola de Arte Dramática. Além desses aspectos “Ligações Perigosas”, coloca no palco ótimos atores, entre os quais cito Chris Couto e Clara Carvalho e mais seis, isso sem contar os dois excelentes protagonistas, Maria Fernanda Cândido e Marat Descartes.

São qualidades que por si só já fariam a montagem imperdível, mas somam-se à elas a divisão do palco pela cenografia: é perfeita (quem assina são os artistas Guta Carvalho e Frank Deseuxis). Os figurinos maravilhosos são de Maria Gonzaga, a trilha leva a assinatura da consagrada Tunica. Isso sem contar a iluminação do “Doutor” Maneco Quinderé (que já passou de mestre e merece o título de doutor). Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , , , , ,
19/11/2010 - 15:31

Veja galeria de fotos de “Ligações Perigosas”

Compartilhe: Twitter

Maria Fernanda Cândido estreia como vilã

LEIA TAMBÉM

Esses Ingleses 3: Garbo estético enriquece “Ligações Perigosas”

[slideshow id=20]

Autor: - Categoria(s): GALERIA DE FOTOS Tags: , , , , , , , , , , , , ,
12/11/2010 - 03:33

Esses Ingleses 3: Garbo estético enriquece “Ligações Perigosas”

Compartilhe: Twitter

Afonso Gentil, especial para o Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

Maria Fernanda Cândido e Marat Descart em "Ligações Perigosas"

Para provar que nem tudo está perdido nesta cidade em tempos de vale-tudo sob o pretexto de “experimentação”, no palco ou fora dele (haja rua!), os deuses do Teatro nos presentearam em um só ano, este, com uma dezena de ótimos espetáculos de textos de autores ingleses contemporâneos.

Já nos ocupamos, cada qual a seu tempo, das felizes encenações de Francisco Medeiros em “O Amante”, de Harold Pinter e de Mika Lins  emDueto Para Um, de Tom Kempinski, dois mestres da arte do diálogo no palco.

Cometeríamos injustiça se não fizessemos, aqui, mesmo rapidamente, menção ao cartaz do Teatro Jaraguá, Os Penetras, de Mike Leigh, um esperto espelho de desencontros familiares e profissionais da classe média londrina na era Thatcher (1980).

Desempenhos seguros de um quinteto de atores afinados entre si, garantem a adesão da platéia a um tipo de comicidade não tão costumeiro.

A fulminante revelação de Mauro Baptista Vedia para a direção teatral, desde o recente sucesso A Festa de Abigaiu, sela aqui, em definitivo o destino do majestosamente tenso Ligações Perigosas, como se pode ver a seguir. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , , , , ,
19/10/2010 - 19:16

Maria Fernanda Cândido e Marat Descartes encabeçam elenco de “Ligações Perigosas”

Compartilhe: Twitter

Luís Francisco Wasilewski, especial para o Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

Maria Fernanda Cândido estreia como vilã

É sob o prisma cinematográfico a nova montagem de “Ligações Perigosas”, que estreia dia 25 de Outubro no Teatro FAAP. Foi assim dito pelo diretor da peça, Mauro Baptista Vedia na coletiva para a Imprensa. Ele disse ter buscado, especialmente, nos filmes de Tarantino a inspiração para esta encenação.

Clássico da literatura francesa o romance “Les Liasons Dangereuses”, de Chordelos de Laclos, foi adaptado em 1985, por Christopher Hampton para o teatro. Em 1988, foi a vez de o cinema receber uma versão estrelada por John Malkovich, Glenn Close e Michelle Pfeiffer. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , , , ,
16/07/2010 - 13:40

Quando a tecnologia é a estrela da peça

Compartilhe: Twitter

Por Fernanda Teixeira do FIT 2010
 

Peça de cia. canadense explora experiência sensorial

Destaque do Festival Internacional de Teatro de Rio Preto, o espetáculo  Os Cegos – Fantasmagorias Tecnológicas, do canadense Denis Marleau, da Ube Cie Theatre, com aprentação no dia 22, às 17h, traz um fato inusitado: não tem atores em cena.

 Assim, utiliza efeitos tecnológicos, com projeções dos personagens no palco. O espectador permanece na escuridão, em uma experiência singular e pode experimentar os sentimentos vividos pelos personagens. A platéia, formada por 72 espectadores, fica acomodada numa caixa preta em cima do palco. Parceria do SESC-SP com secretaria de Cultura de Rio Preto, o evento faz 10 anos agora em 2010.

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , , , , ,
08/06/2010 - 18:37

Nara tem tudo a ver com Nara Leão

Compartilhe: Twitter

Maria Lúcia Candeias, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

O musical "Nara" em cartaz no Teatro AugustaEm primeiro lugar Nara, em cartaz no Teatro Augusta apenas quartas e quintas-feiras, é uma peça musical que homenageia a musa da Bossa Nova. Foi escrita por Márcio Araújo e Fernanda Couto (que também interpreta a protagonista). Totalmente baseada em dados da vida da cantora, consegue ser tão gentil e delicada como ela foi e apresentar alguns de seus maiores sucessos.

Fernanda além de cantar de forma muito semelhante a da personagem, apresenta o tempo todo gestual delicado e, aparentemente tímido, como o dela, com feminilidade igual.

Todas essas são características que mostram porque ela foi considerada a musa do movimento. Pra quem não sabe ou não se lembra, a bossa nova se insurgiu contra o excesso de melodrama que caracterizava os samba-canções e suas letras na época antecedente, o batuque talvez um tanto desenfreado dos sambas do período e o vozeirão dos cantores que acentuava o exagero das emoções retratadas. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , , , , , ,
Voltar ao topo