Publicidade

Publicidade

11/03/2011 - 19:43

Ricardo Bittencourt dirige Bete Coelho em apresentações gratuitas

Compartilhe: Twitter

Luís Francisco Wasilewski, colunista e crítico teatral do Aplauso Brasil

Luís Francisco Wasilewski, colunista e crítico teatral do Aplauso Brasil

Luís Francisco Wasilewski, especial para o Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

O texto de estreia do psicanalista Contardo Calligaris, colunista do jornal Folha de São Paulo, Tarja Preta, ganhou direção da atriz Bete Coelho e interpretação do ator Ricardo Bittencourt. Em O Terceiro Sinal, do jornalista e dramaturgo Otavio Frias Filho, cuja estreia é neste sábado (12), 21h, no Teatro Vivo, os papeis diretor e atriz substituem a formação anterior, em apresentações gratuitas.

Bete Coelho estreia "O Terceiro Sinal" (foto Lenise Pinheiro)

Adaptada para o teatro a partir de seu ensaio homônimo publicado em 2003, no livro Queda Livre, e que escrito especialmente para a interpretação da atriz, O Terceiro Sinal, é uma metalinguagem sobre o teatro. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , , , , , ,
21/10/2010 - 19:51

SESC Pinheiro apresenta “Rancor – Farsa Intelectual” de Otavio Frias Filho

Compartilhe: Twitter

Adriano Oliveira, especial para o Aplauso Brasil (adriano@aplausobrasil.com)

O ator Roney Facchini

SÃO PAULO – O SESC Pinheiros apresenta a partir desta sexta-feira (22) o espetáculo teatral “Rancor – Farsa Intelectual”. A peça aborda os conflitos de uma redação de jornal. O texto é de Otavio Frias Filho e a direção fica por conta de Ivan Feijó.

A trama tem como cenário a redação de um jornal para a discussão em torno da indústria cultural. O ambiente de uma grande cidade do 3º mundo é dominado por Berucci, o mestre da crítica que exerce seu poder intelectual de modo implacável.

O estopim do drama é a rebelião da jornalista Dada com o escritor Leon e o jovem poeta Nestor, contra o domínio do velho crítico.

O ator Nilton Bicudo

Os personagens travam duelos verbais que culminam numa devastação sem piedade, mas que deixa atrás de si a possibilidade de alguma esperança.
A estrutura da narrativa do espetáculo acontece num ambiente sem tempo determinado, mas que serve para exibir uma luta de egos e vaidades. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo