Publicidade

Publicidade

01/06/2012 - 18:30

Autor de Blackbird volta em Facas nas Galinhas

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil/ iG (michel@aplausobrasil.com)

Francisco Medeiros dirige "Facas nas Galinhas", do escocês David Harrower

SÃO PAULO – Após arrebatar a plateia paulistana com Blackbird, sua estreia no Brasil, o dramaturgo escocês David Harrower tem seu texto Facas nas Galinhas encenado por Francisco Medeiros. Produzido pelo Barracão Cultural, o espetáculo estreia hoje no Espaço da Companhia do Feijão.

Eloísa Elena (em memorável interpretação n’A Mulher Que ri) é uma jovem mulher que vive em uma aldeia qualquer num tempo indefinido. Casada com um camponês opressor adúltero, ela tem um encontro com o odiado moleiro (dono do moinho) local que a impulsiona no percurso da descoberta de si mesma.

Segundo o diretor Francisco Medeiros, Leia mais »

Autor: - Categoria(s): DESTAQUE, Notas e Oportunidades Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,
12/11/2010 - 22:14

Nova casa para espetáculo imperdível

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

Nelson Baskerville e Cristina Cavalcanti em "Blackbird"

Um dos espetáculos mais interessantes da temporada teatral desse ano é, sem reservas ufanistas, “Blackbird”, do escocês, inédito no Brasil, David Harrower. A peça que estreou, deixando impressa sua marca, no Espaço dos Parlapatões, fica em cartaz até dezembro no Viga Espaço Cênico, sextas e sábados às 21h e domingos, 19h.

Um ritmo pulsante que faz perder o fôlego é o desenho impresso pela destra direção de Alexandre, preocupado mais com o jogo entre os atores nessa coreografia, claustrofóbica e pungente, envolta no árido espaço hiperrealista. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Críticas Tags: , , , , , , , ,
24/09/2010 - 22:37

Espetáculo de autor escocês coloca espectador dentro da adrenalina explosiva das personagens

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

Cristina Cavalcanti e Nelson Baskerville

Impossível desviar a atenção do flamejante jogo de atores que o espetáculo Blackbird, do autor escocês David Harrower, coloca no centro do palco do Espaço dos Parlapatões. As duas personagens, magistralmente interpretadas por Cristina Cavalcanti e Nelson Baskerville, tem potencia explosiva e, graças à vigorosa direção de Alexandre Tenório, dinâmica pulsante, capaz de se infiltrar no  espectador.

Não é possível revelar muito do enredo, pois é preciso preservar as incontáveis surpresas que Blackbird nos apresenta no curso de seu desenvolvimento.

À grosso modo, podemos dizer que o enredo da peça é o acerto de contas entre um casal que viveu um amor proibido no passado. Entretanto a trama fica bem distante dos clichês comuns das peças que se valem da discussão da relação de um casal.

Aberta a fenda purulenta do passado, o embate entre as personagens exige a entrega visceral em suas atuações. Com bisturi preciso, Alexandre Tenório conduziu os atores pela senda do hiperrealismo, caminho exigido pelo texto. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Críticas Tags: , , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo