Publicidade

Publicidade

22/11/2010 - 21:22

“Ligações Perigosas” é imperdível

Compartilhe: Twitter

Maria Lúcia Candeias, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Maria Fernanda Cândido e Marat Descart em "Ligações Perigosas"

Há quanto tempo não se assiste a uma peça com trajes de época e atores lutando esgrima! Alfredo Mesquita também deve estar adorando, onde quer que esteja, pois incluiu esses conhecimentos na sua Escola de Arte Dramática. Além desses aspectos “Ligações Perigosas”, coloca no palco ótimos atores, entre os quais cito Chris Couto e Clara Carvalho e mais seis, isso sem contar os dois excelentes protagonistas, Maria Fernanda Cândido e Marat Descartes.

São qualidades que por si só já fariam a montagem imperdível, mas somam-se à elas a divisão do palco pela cenografia: é perfeita (quem assina são os artistas Guta Carvalho e Frank Deseuxis). Os figurinos maravilhosos são de Maria Gonzaga, a trilha leva a assinatura da consagrada Tunica. Isso sem contar a iluminação do “Doutor” Maneco Quinderé (que já passou de mestre e merece o título de doutor). Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , , , , ,
19/11/2010 - 15:31

Veja galeria de fotos de “Ligações Perigosas”

Compartilhe: Twitter

Maria Fernanda Cândido estreia como vilã

LEIA TAMBÉM

Esses Ingleses 3: Garbo estético enriquece “Ligações Perigosas”

[slideshow id=20]

Autor: - Categoria(s): GALERIA DE FOTOS Tags: , , , , , , , , , , , , ,
12/11/2010 - 03:33

Esses Ingleses 3: Garbo estético enriquece “Ligações Perigosas”

Compartilhe: Twitter

Afonso Gentil, especial para o Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

Maria Fernanda Cândido e Marat Descart em "Ligações Perigosas"

Para provar que nem tudo está perdido nesta cidade em tempos de vale-tudo sob o pretexto de “experimentação”, no palco ou fora dele (haja rua!), os deuses do Teatro nos presentearam em um só ano, este, com uma dezena de ótimos espetáculos de textos de autores ingleses contemporâneos.

Já nos ocupamos, cada qual a seu tempo, das felizes encenações de Francisco Medeiros em “O Amante”, de Harold Pinter e de Mika Lins  emDueto Para Um, de Tom Kempinski, dois mestres da arte do diálogo no palco.

Cometeríamos injustiça se não fizessemos, aqui, mesmo rapidamente, menção ao cartaz do Teatro Jaraguá, Os Penetras, de Mike Leigh, um esperto espelho de desencontros familiares e profissionais da classe média londrina na era Thatcher (1980).

Desempenhos seguros de um quinteto de atores afinados entre si, garantem a adesão da platéia a um tipo de comicidade não tão costumeiro.

A fulminante revelação de Mauro Baptista Vedia para a direção teatral, desde o recente sucesso A Festa de Abigaiu, sela aqui, em definitivo o destino do majestosamente tenso Ligações Perigosas, como se pode ver a seguir. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , , , , ,
19/10/2010 - 19:16

Maria Fernanda Cândido e Marat Descartes encabeçam elenco de “Ligações Perigosas”

Compartilhe: Twitter

Luís Francisco Wasilewski, especial para o Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

Maria Fernanda Cândido estreia como vilã

É sob o prisma cinematográfico a nova montagem de “Ligações Perigosas”, que estreia dia 25 de Outubro no Teatro FAAP. Foi assim dito pelo diretor da peça, Mauro Baptista Vedia na coletiva para a Imprensa. Ele disse ter buscado, especialmente, nos filmes de Tarantino a inspiração para esta encenação.

Clássico da literatura francesa o romance “Les Liasons Dangereuses”, de Chordelos de Laclos, foi adaptado em 1985, por Christopher Hampton para o teatro. Em 1988, foi a vez de o cinema receber uma versão estrelada por John Malkovich, Glenn Close e Michelle Pfeiffer. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , , , ,
Voltar ao topo